PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

MEC nega que o resultado final do Sisu 2020 tenha sido disponibilizado, mas admite que sistema mostrou listas com classificações 

Na manhã desta terça-feira, 28, candidatos relatavam terem conseguido acessar o sistema. A multa diária pelo descumprimento da decisão judicial é de R$ 10 mil

13:25 | 28/01/2020
O ministro da Educação, Abraham Weintraub
O ministro da Educação, Abraham Weintraub (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Na manhã desta terça-feira, 28, inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020 relataram terem conseguido acessar seus resultados no site do programa. Oficialmente, a lista de aprovados do Sisu 2020 deveria ter saído hoje, mas uma decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) manteve a suspensão da publicação do resultado. A multa diária pelo descumprimento da decisão judicial é de R$ 10 mil.

Em nota enviada ao O POVO, o Ministério da Educação (MEC) disse que "as listas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020 visualizadas, por alguns minutos, na manhã desta terça-feira, 28, não representam o resultado oficial. Em razão de decisão judicial, a divulgação do resultado final continua suspensa". Uma fonte ouvida pelo O POVO confirmou que conseguiu visualizar seu resultado final por volta das 9 horas de hoje.

Em nota, o TRF-3 afirmou que manteve a decisão da Justiça, que previa multa diária de R$ 10 mil por descumprimento da determinação que impede a publicação do resultado do Sisu 2020. "Cabe a Defensoria Pública, então, se entender que isso foi uma falha relevante ou que configura descumprimento da decisão, solicitar a aplicação da penalidade, comprovando o fato", informou o Tribunal.

Cerca de 1,7 milhão de pessoas inscritas no Sisu 2020 aguardam a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre a divulgação do resultado da seleção. A Advocacia Geral da União (AGU) recorreu ao STJ para tentar liberar a lista de aprovados.