Participamos do

Vacinação de pessoas em situação de rua é retomada em Fortaleza

As ações, que começaram em maio do ano passado, já vacinaram mais de 1,8 mil pessoas. No local, também é ofertado o serviço de emissão de documentos para a população
23:18 | Jan. 11, 2022
Autor Leonardo Maia
Foto do autor
Leonardo Maia Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A vacinação de pessoas em situação de rua em Fortaleza foi retomada nessa segunda-feira, 10, na Praça do Ferreira. Realizada pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado e a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Fortaleza, as ações devem continuar até fevereiro, com mais 13 ações em áreas da Capital. (Veja programação no fim da matéria)

Além da aplicação da primeira, segunda e terceira doses de Covid-19, o mutirão também contará com imunizantes contra a Influenza H1N1. A ação, que acontece sempre entre 9 e 16 horas, começou em maio de 2021 e já vacinou mais de 1.811 pessoas, com diferentes doses do imunizante contra o coronavírus. Serviços para emissão de documentos para a população de rua também são ofertados, por meio do Caminhão do Cidadão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

As equipes do poder público buscam a população que precisa tomar a vacina por meio de busca ativa, com identificação de pessoas em situação de rua em praças e áreas de consumo de álcool e outras drogas, seguida de mobilização para encaminhá-los aos pontos de vacinação. Ilário Marques, titular da SPS, explica em nota que os territórios que recebem as ações são trabalhados no programa de prevenção e atendimento da pasta, o que contribui para que a imunização aconteça com sucesso.

De acordo com o último censo de pessoas em situação de rua, elaborado em 2014, Fortaleza possuía 1.718 pessoas nessa condição. O número de cerca de 1,8 mil pessoas imunizadas já mostra que a métrica está defasada, tanto pelo aumento da população como um todo, como pela crise financeira, que agravou a situação de algumas pessoas.

Cléo Félix, técnica do Centro de Referência sobre Drogas (CRD), disse ao O POVO no fim de dezembro de 2021 que há expectativa de um novo levantamento ser divulgado ainda neste mês de janeiro. “É importante que esses números estejam atualizados, até para que possam nos ajudar na elaboração das políticas públicas necessárias", defende.

Confira a programação das ações para os meses de janeiro e fevereiro

Janeiro

10/01 – Praça do Ferreira
13/01 – Praça Dragão do Mar
14/01 – Parque do Bisão/Av. Beira Mar
17/01 – Praça da Lagoa da Messejana
19/01 – Passaré (Galpão do Jangurussu)

Fevereiro

01/02 – Praça do Liceu/Jacarecanga
07/02 – Papicu
08/02 – Serrinha- Cruz Grande (Uece)
09/02 – Parangaba (Ginásio)
11/02 – Lagamar (Viaduto Sindiônibus)
14/02 – Bonsucesso (Galpão dos Catadores)
15/02 – Igreja da Glória
16/02 – Praça da Bandeira
17/02 – Centro Praça do Ferreira

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags