Participamos do

Covid-19: 45% da população cearense completou o esquema vacinal

A campanha de imunização vem ocorrendo para o público geral, de 18 a 59 anos, e demais grupos prioritários no Estado. Em 180 municípios cearenses, adolescentes já começaram a ser vacinados
19:39 | Out. 11, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

No Ceará, 4.148.573 pessoas completaram a imunização contra a Covid-19 (duas doses de AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer ou dose única da Janssen). A quantidade equivale a 45,15%* de um total de 9,2 milhões de pessoas que residem no Estado. Em relação pelo menos à primeira dose (D1), mais de seis milhões de pessoas receberam a vacina, contabilizando 68% da população do Estado. Com a terceira dose da vacina, já são 20.458 cearenses que tiveram a imunização reforçada.

A campanha de vacinação contra Covid-19 no Ceará ultrapassou a marca de 10 milhões de doses de vacinas aplicadas, na última semana. Já são 10.479.592 doses ao todo, conforme dados da plataforma Vacinômetro, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), consolidadas às 17 horas desse domingo, 10. A vacinação contra a doença no Estado teve início no dia 18 de janeiro de 2021.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A plataforma da Sesa ainda mostra que, conforme a última atualização, na sexta-feira, 8, mais de 16 mil pessoas receberam a D1, 65 mil a D2 e 570 a dose única. As estimativas da quantidade populacional são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

LEIA MAIS | Vacinas da Pfizer e da AstraZeneca neutralizam variante Delta após 2ª dose

No levantamento dos imunizantes que chegaram ao Ceará, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, mais de 13 milhões de vacinas foram entregues ao Estado e foram distribuídas aos 184 municípios. A população vem sendo contemplada com doses das vacinas CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson — esta última utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus. 

O Ceará recebeu, nesta segunda-feira, 11, 186.030 doses da vacina Pfizer contra a Covid-19. A remessa será utilizada para aplicação da segunda dose (D2) contra a doença. Pelas redes sociais, o governador Camilo Santana (PT) destacou a chegada do imunizante e a distribuição das doses no Estado.

Confira os números da vacinação no Ceará

Total de doses aplicadas: 10.479.592

Total de D1 aplicadas: 6.310.234

Total de D2 aplicadas: 3.983.397

Total de D3 aplicadas: 20.458

Total de doses únicas aplicadas: 165.176

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa. 

LEIA MAIS | Passo a passo: como se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

O total de 180 municípios cearenses iniciaram a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos. Em Fortaleza, todos os adolescentes cadastrados para receber a primeira dose do imunizante já foram agendados. A gestão segue realizando repescagem do público mais jovem que perdeu o primeiro agendamento, além de dar sequência a mesma estratégia para a população adulta, entre 18 e 29 anos. 

A Capital também iniciou a aplicação da dose de reforço ou terceira dose (D3) para idosos acima de 70 anos, em ordem decrescente de idade, pessoas imunossuprimidas e trabalhadores da saúde, conforme orientações do Ministério da Saúde.

*A Sesa destacou que os dados oscilam negativamente em relação aos dias anteriores por consequência de ajustes nas planilhas enviadas pelos municípios.

**As porcentagens da vacinação da população cearense são definidas com base em metas estabelecidas pela Secretaria Estadual da Saúde do Ceará (Sesa) para cada público prioritário. As taxas de aplicação correspondem às doses que já foram distribuídas. Mediante o envio de lotes de vacinas pelo Ministério da Saúde (MS), as doses dos imunizantes são distribuídas aos municípios proporcionais às estimativas populacionais de cada grupo prioritário (meta).

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags