PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Sesa recomenda mais restrições para 170 municípios com risco alto ou altíssimo para Covid-19

Ofício foi expedido hoje, 25, e recomenda orientações mais rígidas aos municípios, incluindo Fortaleza. Capital é considerada Nível 4, tida como "Risco Altíssimo" para a Covid-19.

Marília Freitas
10:54 | 25/02/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 14-02-2021: Movimentação de pessoas no Aterro da Praia de Iracema, em Fortaleza (Foto: JÚLIO CAESAR)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 14-02-2021: Movimentação de pessoas no Aterro da Praia de Iracema, em Fortaleza (Foto: JÚLIO CAESAR)

Com 170 dos 184 municípios cearenses sob nível de alerta "Risco Alto" ou "Risco Altísismo" para a Covid-19, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) expediu oficio nesta quinta, 25, para as respectivas secretarias de saúde municipais recomendando medidas específicas para enfrentar a epidemia simultânea. O painel analisa as condições de fatores de risco do coronavírus por município, considerando a situação da doença em cada região. O painel está disponível para visualização pública na plataforma IntegraSUS.

Os gestores municipais foram orientados a adotar as medidas de rastreamento de contatos e monitoramento de casos suspeitos; aumento da capacidade de resposta à possível demanda de cuidados hospitalares; fechamento de espaços públicos; edição de decretos com o intuito de adotar comportamentos que diminuam o contágio; cancelamento de eventos sociais; instalação de barreiras sanitárias; e fiscalização para cumprimento dos decretos estadual e municipal.

Veja a lista de municípios citados, de acordo com o nível:

- ALERTA ALTÍSSIMO

Abaiara, Acarapé, Acaraú, Aiuba, Amontada, Apuiares, Aquiraz, Aracati, Araripe, Baixio, Banabuiu, Barbalha, Barreira, Barro, Baturité, Beberibe, Bela Cruz, Boa Viagem, Brejo Santo, Campos Sales, Canindé, Caridade, Cariré, Carnaubal, Cascavel, Caucaia, Cedro, Chorozinho, Coreaú, Cratéus, Deputado Irapuan Pinheiro, Eusébio, Fortaleza, Fortim, General Sampaio, Granjeiro, Guaraciaba do Norte, Guaramiranga, Horizonte, Ibiapina, Itaicaba, Itaitinga, Itapiuna, Jaguaretama, Jaguaruana, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Marco, Milha, Mombaça, Moraújo, Mulungu, Nova Olinda, Nova Russas, Ocara, Pacajus, Pacatuba, Palhano, Paracuru, Parambu, Pedra Branca, Penaforte, Pentecoste, Pindoretama, Poranga, Potiterama, Salitre, Santana do Acaraú, Santa Quitéria, São Gonçalo do Amarente, São Luís do Curu, Senador Sá, Sobral, Tabuleiro do Norte, Tarrafas, Tianguá, Trairi, Tururu, Umirim, Uruburetama e Várzea Alegre.

- ALERTA ALTO

Acopiara, Alcantaras, Altaneira, Alto Santo, Aracoiaba, Ararenda, Aratuba, Arneiroz, Barroquinha, Camocim, Capistrano, Catarina, Catunda, Chaval, Choró, Crato, Croata, Cruz, Ereré, Forquilha, Frecheirinha, Graça, Granja, Groairas, Guaiúba, Hidrolândia, Ibaretama, Ibicuitinga, Icapuí, Iguatu, Independência, Ipaporanga, Ipaumirim, Ipu, Ipueiras, Iracema, Irauçuba, Itapajé, Itapipoca, Itarema, Itatira, Jaguaribara, Jaguaribe, Jijoca de Jericoacoara, Limoeiro do Norte, Madalena, Martinópole, Massapé, Mauriti, Meruoca, Milagres, Miraíma, Missão Velha, Mosenhor Tabosa, Morada Nova, Morrinhos, Mucambo, Novo Oriente, Orós, Pacoti, Pacujá, Palmácia, Paraipaba, Paramoti, Pereiro, Piquet Carneiro, Pires Ferreira, Porteiras, Quiterianópolis, Quixadá, Quixeramobim, Quixerá, Redenção, Reriutaba, Russas, São Benedito, São João do Jaguaribe, Senador Pompeu, Solonópole, Tamboril, Tauá, Tejucuoca, Ubajara, Uruoca, Varjota e Viçosa do Ceará.

- ALERTA MODERADO

Antonina do Norte, Assaré, Aurora, Caririaçu, Cariús, Farias Brito, Icó, Jucás, Lavras da Mangabeira, Potengi, Quixelô, Saboeiro, Santana do Cariri, Umari.

Fortaleza é considerada cidade com "Risco Altíssimo" para Covid-19

Ao todo, 84 municípios cearenses estão em Risco Altíssimo e 86, com Risco Alto. Fortaleza é considerada Nível 4, tida como "Risco Altíssimo" para a Covid-19. Em sua sétima semana epidemiológica de 2021, são cerca de 160 casos confirmados por dia a cada 100 mil habitantes, mostra plataforma nesta quinta-feira, 25.

Na manhã de hoje, a taxa de ocupação de leitos em todo o Estado de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) destinada a pacientes com Covid-19 é de 90,19%. Já a taxa de ocupação das enfermarias é de 66,44%.

LEIA TAMBÉM | Sob transmissão comunitária, Messejana é bairro de Fortaleza com mais casos de Covid-19; confira lista

Duas cidades cearenses já decretaram lockdown em 2021

A Prefeitura do município de Santa Quitéria anunciou, na noite dessa quarta-feira, 24, lockdown de sete dias. As atividades não essenciais começam a ser proibidas durante o período, que começa a valer a partir da meia-noite desta quinta-feira, permanecendo até a 0 hora do dia 4 de março. É o segundo Município a decretar lockdown no Ceará no mesmo dia.

O primeiro anúncio da quarta-feira, 24, foi realizado pelo prefeito de Mombaça, comunicando as medidas de restrições até 28 de fevereiro.  Até ontem, a região registrou 1.805 casos confirmados e 46 óbitos.

Como funcionam os indicadores

Para a análise, estão entre os principais indicadores observados pela Sesa a incidência de casos confirmados de Covid-19 por dia/100 mil habitantes; internações pela Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) – causas respiratórias; taxa de positividade em testes RT-PCR; taxa de letalidade por Covid-19 e percentual de leitos UTI Covid ocupados.

Entenda o novo decreto

 

O novo decreto com novas medidas de combate à Covid-19 no Ceará foi anunciado na noite de quarta e entrou em vigor desde o último dia 18, e segue válido até o dia 28 de fevereiro. O documento determina “toque de recolher”, limita funcionamento de atividades e renova barreiras sanitárias.

Veja os principais pontos:

>> Com novo decreto, saiba o que pode e o que não pode no Ceará

>> Delivery segue funcionando fora de horários restritos com o novo decreto; entenda

>> Veja como fica o transporte intermunicipal com o novo decreto

>> Com novo decreto, saiba o que pode funcionar após as 20 horas

>> Com o novo decreto, entenda como fica o teletrabalho

>> Saiba como denunciar aglomerações, festas e outras medidas de descumprimento do decreto estadual

>> Toque de recolher: praças, areninhas e calçadões e praias são fechados às 17 horas]

>> Parques aquáticos, até de barracas de praia, não poderão funcionar no Ceará