PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Desde o começo da pandemia, Fortaleza teve 95 mil casos confirmados de Covid-19 e 4.513 mortes

O boletim da SMS indica que um aumento nas mortes teve início em novembro de 2020 e cresceu em janeiro; no entanto, os crescimentos súbitos e elevados nas mortes por Covid-19 em Fortaleza podem não significar um impacto epidemiológico concreto

22:07 | 12/02/2021
Testes de Covid-19 sendo realizados com a população em Fortaleza (Foto: JÚLIO CAESAR)
Testes de Covid-19 sendo realizados com a população em Fortaleza (Foto: JÚLIO CAESAR)

Em Fortaleza, a curva epidêmica acumulada que teve início em outubro de 2020 continua apresentando uma elevação, com 95.062 casos confirmados de Covid-19 na Capital desde o começo da pandemia até ontem, 11. Segundo levantamento realizado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) da sexta semana epidemiológica de 2021, a média móvel de casos atual (161) é 67% inferior à de duas semanas atrás (483,7). Estes dados não incluem, no entanto, exames ainda em processamento por laboratórios privados, indicando, portanto, uma subestimação da média de casos.

LEIA MAIS | Camilo tem primeiro encontro com Lira e Pacheco para discutir aquisição de vacinas

Em relação aos óbitos, 4.513 pessoas morreram em decorrência da Covid-19 na capital desde o primeiro caso notificado no país. A média móvel de óbitos da última semana (5,0) é 30% menor que a registrada 14 dias atrás (7,1). O boletim da SMS indica que um aumento nas mortes teve início em novembro de 2020 e cresceu em janeiro; no entanto, os crescimentos súbitos e elevados nas mortes por Covid-19 em Fortaleza podem não significar um impacto epidemiológico concreto, pois o município se encontra em uma fase de “relativa baixa mortalidade”.

Ainda de acordo com o levantamento da pasta, 73% dos casos e 23% das mortes foram confirmados na população de 20-59 anos; 20% dos casos e 77% das mortes foram confirmadas no grupo com 60 anos e mais; e a maioria dos pacientes que morreu era do sexo masculino (57%). Quase toda a área das Regionais I e II da cidade apresentam aglomerados de óbitos por Covid-19.

O governador Camilo Santana (PT) anunciou hoje, durante transmissão ao vivo, a inclusão de mais 212 leitos de UTI exclusivos para tratamento de Covid-19 até o final do mês de fevereiro. Atualmente, a rede de saúde pública conta com 491 leitos UTI para a doença e com a ampliação o número sobe para 703.