PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Ceará tem mais de 300 descumprimentos das medidas contra pandemia no feriadão de Ano Novo

Infrações envolveram aglomerações, comércios abertos irregularmente e descumprimento de proteção individual. Foram lavrados 12 termos circunstanciados de ocorrência

15:48 | 04/01/2021
FESTA COM AGLOMERAÇÃO: fiscalizações são intensificadas no Ceará (Foto: Reprodução/ WhatsApp O POVO)
FESTA COM AGLOMERAÇÃO: fiscalizações são intensificadas no Ceará (Foto: Reprodução/ WhatsApp O POVO)

Entre as 18 horas de 31 de dezembro até as 8 horas desta segunda-feira, 4, a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) em Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral registrou 306 chamados atendidos pelas Forças de Segurança por descumprimento contra determinações do poder público voltadas ao combate à pandemia de Covid-19.

A maioria dos casos envolveu aglomerações: 291 ocorrências. Houve ainda 12 situações de estabelecimentos comerciais abertos em descumprimento às regras do decreto do governador Camilo Santana (PT). Três registros foram de descumprimento da proteção individual.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), foram lavrados no período 12 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) nas delegacias da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) por descumprimento das normas de isolamento. As pessoas foram enquadradas no artigo 268 do Código Penal Brasileiro por infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Houve infrações em vários lugares no Estado. Em Fortaleza, houve irregularidades na Praia do Futuro. Houve autuação inclusive em bar que já tinha sido interditado pelo mesmo problema e pessoas foram levadas à delegacia.

Também houve registros na vila de Jericoacoara, onde estabelecimentos foram interditados.

Em função das festas de fim de ano, o Governo do Estado estabeleceu restrições para comemorações e aglomerações. As medidas que valeram no período de Natal e Réveillon foram prorrogadas pelo governador até 10 de janeiro. Veja o que pode e o que não pode nesse período.

Denúncia

Denúncias contra o descumprimento das medidas de prevenção e controle da Covid-19 podem ser denunciadas pelos seguintes telefone:

156 — Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis)

150 / 85 3252 2155 / 3252 1571 / 3252 1587 — Vigilância Sanitária do Estado do Ceará e Central da Plataforma Ceará Transparente

136 — Ouvidoria Geral do SUS e Ministério da Saúde

127 / 0800 28 11 553 — Ministério Público do Ceará

190 — Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops)

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >