PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Aglomeração em Jericoacoara: cinco estabelecimentos são interditados

|Descumprimento de protocolo| Fiscalização em Jericoacoara ocorreu na noite desse sábado, 2. Sem máscaras e sem distanciamento mínimo, turistas promoviam lotação em bares e quiosques de bebidas

12:31 | 03/01/2021
ESTABELECIMENTOS FORAM interditados por eventos com aglomeração (Foto: Reprodução)
ESTABELECIMENTOS FORAM interditados por eventos com aglomeração (Foto: Reprodução)

Um dos destinos mais movimentados do Brasil no período de alta estação, a praia de Jericoacoara, no município cearense de Jijoca de Jericoacoara, segue com intenso fluxo de turistas no início de 2021. Com diversos registros de aglomeração desde as vésperas do Réveillon, a região voltou a ter eventos lotados em bares e quiosques de bebidas na noite desse sábado, 2 de janeiro. Cinco estabelecimentos foram multados e interditados. Outros dois locais receberam notificação.

>>> Acompanhe as principais notícias de Jijoca de Jericoacoara

Sem máscaras ou qualquer equipamento de proteção individual, turistas geravam grande aglomeração em estabelecimentos próximos à rua Principal, na vila de Jericoacoara. Em registros publicados pelas redes sociais, é comum observar abraços, beijos e danças coletivas de pessoas eufóricas de passagem pela praia, tudo isso em meio a eventos com aglomeração e música alta.

Por desrespeitar as medidas de prevenção exigidas em decreto pela prefeitura do município e pelo governo estadual, cinco estabelecimentos receberam multas de R$ 50 mil cada, além de estarem interditados pelos próximos três dias. Entre alguns dos bares, estão: Piratas da Vila, Samba Rock Bar, Boteco do Sabóia e Dumundu Bar, que podem ser observados em vídeos enviados à reportagem (assista abaixo). Um dos vídeos foi publicado ainda no sábado pelo perfil @BrasilFedeCovid, criado para denunciar aglomerações pelo Brasil.

Além das interdições, outros dois bares foram notificados. A operação de fiscalização intensiva foi realizada pela Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, em conjunto com o Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), a Autarquia de Desenvolvimento do Turismo, Mobilidade e Qualidade de Vida de Jericoacoara (Adejeri), a Secretaria de Infraestrutura de Jericoacoara e órgãos municipal e estadual de Vigilância Sanitária.

As ações foram embasadas no Decreto Estadual nº 33.845, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 11 de dezembro de 2020. O documento estabelece medidas preventivas direcionadas ao controle da disseminação da Covid-19 no período de fim de ano e possuía validade até 4 de janeiro, que foi estendida até o dia 10. O decreto municipal nº 123/2020, que reforça as diretrizes estaduais, também será prorrogado até a mesma data.

A Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara ainda informou, em nota, que "realiza um trabalho de conscientização junto aos proprietários de hotéis e pousadas a fim de que estes cumpram a legislação vigente e adotem os protocolos de prevenção à Covid-19 em seus respectivos estabelecimentos". Ainda finaliza pedindo a conscientização da população e de visitantes para o cumprimento das medidas de enfrentamento à Covid-19.

LEIA MAIS | Jericoacoara receberá voos especiais de alta estação até o fim de janeiro pela Azul

+ Jericoacoara: taxa de permanência salta de R$ 5 para R$ 30 e de estacionamento dobra

De acordo com informações da Adejeri, a rede hoteleira da região registra cerca de 75% de ocupação. O final de ano contou com o enrijecimento dos protocolos de segurança sanitárias, entre as medidas: barreiras sanitárias na entrada da vila, aferição de temperatura e reforço do uso obrigatório da máscara, álcool em gel e distanciamento social.

Além disso, o município é responsável, junto às autoridades policiais, pela fiscalização de restaurantes, pousadas e hotéis e os demais estabelecimentos comerciais com todas as orientações necessário de prevenção. Conforme decreto, os estabelecimentos comerciais só podem funcionar até 22h.