PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Seis pessoas são levadas para delegacia após festa em bar interditado na Praia do Futuro

Seis pessoas foram levadas para depor no 2° Distrito Policial. O estabelecimento havia sido interditado por 14 dias por promover aglomeração e desrespeito aos decretos estaduais

Everton Lacerda
22:16 | 02/01/2021
Segundo o apurado pelo O POVO, seis pessoas foram levadas até o 2° Distrito Policial para depor sobre festa em bar que já havia sido interditado no último domingo, 27.  (Foto: Reprodução/ WhatsApp O POVO)
Segundo o apurado pelo O POVO, seis pessoas foram levadas até o 2° Distrito Policial para depor sobre festa em bar que já havia sido interditado no último domingo, 27. (Foto: Reprodução/ WhatsApp O POVO)

Uma festa no Ashisha Lounge Bar, na Praia do Futuro, foi encerrada na noite deste sábado, 2, pela Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE). Conforme informou a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), a equipe de Vigilância Sanitária do Estado e a PMCE levaram seis pessoas para depor no 2° Distrito Policial.

O estabelecimento localizado na avenida Dioguinho havia sido interditado no último domingo, 27 de dezembro, por 14 dias por descumprimento às normas de prevenção à Covid-19 previstas no Decreto Estadual vigente. Texto proíbe festas, situações de aglomeração e desrespeito ao uso de máscaras e ao distanciamento social.  

LEIA TAMBÉM | Orla de Fortaleza tem fluxo intenso no primeiro sábado do ano

A ação se deu após denúncia recebida pela Vigilância Sanitária na tarde deste sábado, 2. De acordo com Jane Cris Cunha, técnica da Vigilância Sanitária do Ceará, o estabelecimento foi flagrado pelos agentes com aglomeração de cerca de 300 pessoas, uma banda tocando e pessoas sem máscara utilizando narguilé.

Conforme explica Cunha, o lugar já foi fiscalizado pelo menos quatro vezes. Na primeira vez, o local foi notificado. Na segunda, autuado pelas autoridades. Na terceira vez teve atividades suspensas por sete dias e na quarta vez, em 27 de dezembro, foi interditado por 14 dias. Segundo a técnica, os proprietários “arrancaram os cartazes de interdição e fizeram uma festa” hoje, explica.

LEIA TAMBÉM | Ceará registra 10.015 mortes por Covid-19, com 336.574 casos confirmados e 270.203 recuperados

Juntamente com os policiais, a festa foi interrompida pelos agentes da vigilância e seis pessoas foram conduzidas para prestar depoimentos no 2° Distrito Policial sobre a situação. Foi aberto um termo circunstanciado de ocorrência com flagrante e os investigados responderão às investigações da PMCE e do Ministério Público do Ceará (MPCE).

Nesse sábado, 2, o governador Camilo Santana (PT) anunciou que o decreto de isolamento social específico do fim de ano seguirá até 10 de janeiro de 2021, um domingo. Assim, continuam proibidos festas, shows e eventos sociais. "É fundamental que todos os cuidados continuem sendo tomados, principalmente evitando aglomerações, com risco potencializado quando não há o uso de máscara", escreveu o governador.

Denúncias de aglomerações

O processo de fiscalização acontece por demanda espontânea a partir de denúncias que podem ser feitas através do Teleatendimento da Ouvidoria Sesa pelo número 0800 275 1520.