Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Do "brócolis" a Chiquititas: relembre carreira de Rafael Miguel, morto em 2019

Suspeito do crime é o próprio sogro, que estava foragido há três anos e foi encontrado na segunda-feira, 16, pela Polícia Civil na capital paulista

Foi preso na segunda-feira, 16, em São Paulo, o suspeito de assassinar Rafael Miguel, ex-ator de Chiquititas. Além do jovem, os pais dele, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel, também foram executados. O crime aconteceu em 2019 na zona sul de São Paulo.

Quando criança, Rafael ganhou destaque em um comercial em que atuava como um filho que pedia à mãe que comprasse brócolis. A atuação lhe rendeu visibilidade e passagens na Rede Globo e no SBT.

Como ator mirim da emissora global, no ano de 2006 interpretou Percival, filho dos personagens Vanessa (Flávia Alessandra) e Arthur (Murilo Benício), na novela "Pé na Jaca"

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Depois foi a vez de dar vida a Juca, filho de Taís (Heloísa Périssé) e Bené (Marcello Novaes), na novela "Cama de Gato", em 2009.

Até que chegou a oportunidade de seu papel mais marcante, na nova versão de "Chiquititas", entre 2013 e 2017. O personagem no remake na novela do SBT foi o último da carreira do ator. 

A curta carreira teve fim após o sucesso na interpretação do personagem “Paçoca”. O jovem decidiu sair das telinhas e ministrar aulas de inglês, mas continuou participando de grupos de teatro da capital paulista.

À época do assassinato, sonhava em morar com a namorada e iniciar a carreira com comédia stand-up. Além disso, planejava atuar como animador em hospitais infantis.

O crime

Rafael Miguel e seus pais saiam da casa da namorada, Isabela Tibcherani, quando foram surpreendidos com tiros.

Segundo a Polícia, a suspeita é que o responsável pela ação criminosa tenha sido o próprio sogro, Paulo Cupertino. Relatos de pessoas ligadas ao casal afirmam que o pai de Isabela, namorada de ator, era controlador e não aceitava o envolvimento da filha com o jovem.

A Polícia Civil chegou ao suspeito após denúncia anônima, prestes a completar três anos do ato. Apresentado à Justiça, Paulo agora responde por homicídio triplamente qualificado.

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Confira o podcast clicando aqui


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar