Participamos do

Julgamento de Johnny Depp e Amber Heard: entenda e saiba tudo do caso

Duas versões opostas narram os acontecimentos do julgamento do relacionamento entre Johnny Depp e Amber Heard. Saiba tudo que aconteceu até agora sobre esse caso
00:12 | Mai. 04, 2022
Autor Raquel Aquino
Foto do autor
Raquel Aquino Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O processo que Johnny Depp move contra a ex-esposa tem novos desdobramentos: psicóloga do ator afirma que Amber Heard possui transtornos de personalidade. Gravações de brigas do ex-casal, acusações de violência por ambas partes e até provocação com o uso de fezes também estão sendo consideradas neste julgamento, que acontece em um tribunal de Virgínia, nos Estados Unidos (EUA).

Apesar de o casamento de Johnny Depp e Amber Heard ter durado apenas 15 meses, de 2015 a 2016, processos na Justiça relacionados a esse relacionamento conflituoso continuam em andamento. Atualmente, o ator move um processo contra a sua ex-esposa em US$ 50 milhões, que o processa de volta em US$ 100 milhões. O atual embate na Justiça teve início em 11 de abril.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Caso Johnny Depp x Amber Heard: início das brigas

Depp e Amber se conheceram no set de filmagens do filme "O Diário de um Jornalista Bêbado". Em 2012, engataram um namoro e três anos depois se casaram. No entanto, em 2016, eles se separaram. Amber pediu o divórcio e uma medida protetiva contra o ator, afirmando que ele a havia atacado violentamente. A atriz também alegou assédio e abuso emocional. Depp negou todas as acusações.

Um juiz concedeu a Amber uma medida protetiva temporária, mas posteriormente o ex-casal divulgou uma declaração conjunta onde afirmaram que o problema havia sido resolvido e Amber desistiu das acusações como parte do acordo de divórcio, onde também recebeu US$ 7 milhões, que ela prometeu doar metade ao Hospital Infantil de Los Angeles e a outra metade para a União Americana das Liberdades Civis (ACLU, na sigla em inglês)

No entanto,  o executivo da ACLU, Terence Dougherty, testemunhou que a organização teria recebido apenas US$ 1,3 milhão de Heard, incluindo os US$ 500 mil de um fundo associado a Elon Musk, com quem Heard esteve em um relacionamento breve.

Dougherty afirmou ainda que a ACLU foi informada em 2019 que a atriz não poderia cumprir o restante da promessa devido a problemas financeiros.

Caso Johnny Depp x Amber Heard: novo julgamento

Nenhum outro processo surgiu sobre o assunto até 2018, quando Amber escreveu um artigo de opinião no The Washington Post, relatando sua experiência como "figura pública alvo de violência doméstica". "Senti toda a força da ira que nossa cultura nutre pelas mulheres que se manifestam", escreveu. "Tive a oportunidade de ver, em tempo real, como as instituições protegem os homens acusados de abuso", declarou.

Amber não citou nomes no artigo, mas Depp alegou que o conteúdo abalou sua carreira e prejudicou sua reputação. Com isso, em 11 de abril desse ano, deu início a um processo contra a ex-esposa por difamação.

Psicóloga afirma que Amber Heard possui transtornos psicológicos

No dia 26 de abril, Shannon Curry, psicóloga forense e testemunha de Johnny Depp, disse aos jurados acreditar que Amber Heard sofre de dois transtornos: de personalidade limítrofe (ou Borderline) e de personalidade histriônica.

A psicóloga foi contratada por Depp para fazer uma avaliação psicológica de Amber e afirma sua conclusão após passar cerca de 12 horas com Heard em dezembro do ano passado, através de testes de saúde mental e revisando seus registros médicos.

Gravações das brigas de Johnny Depp e Amber Heard no tribunal

Também em 25 de abril, Johnny Depp levou ao julgamento gravações de áudio do período em que esteve casado com Amber. O conteúdo mostra a atriz assumindo agressões a Depp e também o tratando carinhosamente, o que reafirma a avaliação da psicóloga.

Nos áudios, Amber Heard desafia Depp a denunciar publicamente que sofreu abuso: "Diga ao mundo, Johnny", disse ela. "Diga a eles que eu, Johnny Depp — um homem — também sou vítima de violência doméstica."

Johnny Depp afirma que Amber Heard colocou fezes na cama do casal após discussão

Segundo site Insider, Depp afirmou que, além das agressões físicas sofridas, sua ex-esposa foi responsável por colocar fezes na cama do casal após uma discussão.

Segundo o ator, Amber culpou os cães criados por eles, mas Depp desconsiderou a justificativa: “Eu vivi com aqueles cachorros. Eu peguei o cocô deles. Não foram os cachorros". Ainda nesse depoimento, o ator considerou culpa do ocorrido também nos amigos de sua ex-esposa, pois eles a faziam companhia no dia anterior.

Johnny Depp é demitido da Disney após acusações de Amber Heard

Após as acusações de agressão contra Amber em 25 de abril, Johnny Depp foi demitido da Disney, onde trabalhou na franquia de “Piratas do Caribe”.

Segundo o ex-agente de Depp, o ator teve um "impacto traumático" em sua carreira, fazendo com que ele perdesse seu papel na lucrativa série Piratas do Caribe. Apesar de o assunto nunca ter sido discutido explicitamente, a indústria cinematográfica compreendeu as alegações de abuso.

Esse depoimento beneficia Johnny Depp, que pretende provar que as acusações de Amber em 2018 prejudicaram sua carreira e saúde mental.

Johnny Depp: abuso de álcool, drogas e desmaio na frente do filho

Um dos temas importantes levados ao atual julgamento de Johnny Depp e Amber Heard é o uso de drogas e álcool pelo ator. Ele afirma que está sóbrio desde 2014, no entanto, a equipe de Amber o descreveu como propenso a fazer uso dessas substâncias.

Na quarta-feira (27/4), a advogada da atriz conseguiu o depoimento da gerente da ilha particular de Johnny Depp, que afirma que o mesmo havia desmaiado na praia (em consequência de abuso químico).

A advogada perguntou ao filho do ator se ele havia presenciado a cena e ele confirmou.

Johnny Depp acusa Amber Heard de agressão

Em 20 de abril, Depp acusou sua ex-esposa de agressão com uma garrafa de vodka. Segundo o ator, Amber jogou o objeto contra ele em uma das discussões do casal. O acontecimento resultou em um corte na ponta de um dedo.

Depoimento da irmã de Johnny Depp

Christi Dembrowski, irmã de Johnny Depp, declarou que o ex-casal vivia um relacionamento conjugal tóxico e que a jovem era “sempre conflituosa” ao falar sobre os problemas de drogas e álcool de seu irmão. (Colaborou Ana Flávia Marques)

Fonte: BBC, G1, Veja, UOL

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar