Participamos do

Nova Brasil: Berg Menezes traz esperança no pós-pandemia em novo single

O cantor e compositor cearense fala sobre uma luz no fim do túnel em sua nova música, gravada na solidão do estúdio em casa
15:47 | Nov. 22, 2021
Autor Vitória Hellen/ Especial para O POVO
Foto do autor
Vitória Hellen/ Especial para O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Ficar em casa e não aglomerar foram regras para seguir à risca em prol da saúde coletiva durante o ano de pandemia. A população trancou as portas de suas residências e sofreu com a falta dos familiares, amigos e colegas em uma súbita saudade de como a vida era antes. Além desse sentimento, também havia o medo: como seria viver depois de passar por essa experiência?

O que vem “Depois de Toda Essa Bad?”, ou melhor, o que vem depois do isolamento na pandemia? Esse é o assunto do qual trata Berg Menezes na música lançada no início de novembro. Durante a sua trajetória, o artista passou pelo curso de Música da Universidade Federal do Ceará (UFC), participou de bandas com amigos e, então, começou a sua carreira solo. Em 2021, Berg completa 15 anos de carreira com uma preocupação incomum: a acessibilidade na música. Por isso, ele convidou intérpretes de libras para acompanhá-lo em eventos e produções.

O intérprete de libras Randson Gomes é um dos integrantes da banda de Berg Menezes
O intérprete de libras Randson Gomes é um dos integrantes da banda de Berg Menezes (Foto: Caroline Rodrigues/ Divulgação)

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dentre dúvidas e aflições, Berg usou da solidão de sua casa para criar duas obras contrastantes “Tudo Normal” e “Depois de Toda Essa Bad”, que ele considera como complementares. “Acredito que essas faixas são como Yin e Yang, o conflito e a solução. Estou dizendo que é preciso lidar com o passado para vislumbrar o futuro”, explica o cantor ao O POVO. Já disponíveis no Youtube, as diferenças também são notáveis nos videoclipes dessas faixas pelos visuais opostos entre si. O primeiro foi gravado em um estúdio na casa do próprio artista e transmite a sensação de aprisionamento e conflito. Enquanto o segundo foi filmado na Praia de Iracema, em Fortaleza (CE), com ar livre, sol e pessoas na rua em um ideal de liberdade.

Se a maioria das pessoas possui uma visão pessimista do contexto atual, “Depois de Toda Essa Bad” traz uma perspectiva diferente ao usar de um olhar otimista, abordando tanto os problemas quanto as possíveis soluções deles em sua letra. “Não é só um olhar de esperança, mas também realista por trazer tanto preocupações quanto reflexões. Não é só uma visão de otimismo, mas uma visão de perspectiva: o que é e o que pode ser”, explica Berg. Assim, a mensagem de esperança dessa música é transmitida: após todo o caos, surge uma nova forma de viver e enxergar o mundo. Segundo o cantor, “O que fica de bom é a experiência, o aprendizado e a força. Tudo isso nos deixa mais forte como humanidade”.

Mesmo apostando em um forte sentimentalismo nos seus últimos lançamentos, Berg Menezes não abandona as suas raízes críticas - e ele tem muitas - cultivadas desde o seu segundo álbum “Qual É a Sua Revolução?”, de 2018. Para os próximos trabalhos, o artista conta que quer ir além dos questionamentos e propor novas ideias para que as suas obras conversem entre si e tenham a sua própria narrativa. “Estamos em um processo criativo para um novo álbum em 2022 e para isso temos que sair um pouco dos enfrentamentos e encontrar caminhos para ver além do medo que temos hoje. Em ‘Tudo Normal’ digo assim ‘tudo normal só que em meio ao desespero...’ Não é esse o lugar que eu quero. Em ‘Depois de Toda Essa Bad’ já chego no final dessa trajetória ao dizer: 'o encanto que se foi só volta sem inocência depois de toda essa...(bad)”. (Vitória Hellen/ Especial para O POVO)

Serviço:
Depois de Toda Essa Bad – Berg Menezes
Disponível nas plataformas digitais

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags