Participamos do

"La Casa D’uz Vetin": quarto episódio será lançado no sábado, 23

O próximo episódio da série "La Casa D’uz Vetin", dirigido pelo coletivo Vetinflix, será lançado no Youtube neste sábado, 23 de outubro
18:45 | Out. 22, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um antigo professor de História da rede pública de ensino, mais conhecido por seus estudantes como “Fêssor”, convocou ex-alunos para participar de um grande plano e mudar para sempre a vida dos jovens da periferia de Fortaleza. Em uma mistura da série espanhola “La Casa de Papel” com referências da realidade da capital cearense, “La Casa D’uz Vetin” é um sucesso desde seu lançamento em novembro de 2019. Neste sábado, 23 de outubro, com a divulgação do quarto episódio, os espectadores poderão entender melhor quais são as estratégias do personagem.

Na continuidade da narrativa, os “vetins” e “vetinhas” passaram por um longo período de treinamento e devem começar a ação. Além do local do golpe ser revelado, os policiais ficarão sabendo da situação e tentarão impedir o plano. “Será a retomada do grande plano do ‘corre que mudou o mundo’. É um plano misterioso, mas que, nesse quarto episódio, você começa a entender como vai acontecer. São os primeiros passos do plano acontecendo”, explica o diretor Yargo Gurjão.

De acordo com ele, o quinto episódio - que ainda não teve data de estreia revelada - será a conclusão do trabalho. “Esse plano vai mudar para sempre a vida dos jovens da periferia. O plano do Fêssor foi pensado há muito tempo. Relembrando que o Fêssor é um ex-professor que entendia todos os desafios da escola pública, com alunos que, muitas vezes, não podiam ir para a aula porque estavam em um território de guerra de facções, tinham que trabalhar ou tiveram um filho”, ressalta.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo Yargo, a história é sobre os sonhos do protagonista e de todos os jovens periféricos de Fortaleza. “Uma das frases que tem nesse quarto episódio, que um dos personagens fala, é que eles vão construir a coisa mais poderosa que existe: uma ideia. O plano do professor é a construção de uma ideia que vai mudar a vida dos ‘vetins’ e das ‘vetinhas’”, afirma.

“La Casa D’uz Vetin” é uma série produzida por cearenses e já conta com mais de 1,8 milhões de visualizações em seus vídeos disponíveis no Youtube. A obra, realizada pela produtora de conteúdo Vetinflix, busca mostrar os super-heróis da periferia. “A Vetinflix é um grupo de pessoas que sentia que, dentro da cultura fortalezense, não havia representação periférica, com super-heróis da periferia. Assim como tem histórias fantásticas e de ação na Netflix, aqui em Fortaleza a gente também podia fazer isso. (A Vetinflix) é uma maneira de os jovens da periferia terem seus super-heróis e entenderem que eles também têm suas produções”, defende o diretor.

As gravações do quarto episódio passaram por uma série de mudanças para se adaptar ao contexto de pandemia. A produção, por exemplo, precisou arcar com os custos dos testes de detecção do coronavírus. Além disso, duas pessoas do elenco deram positivo e precisaram modificar seus papéis para respeitar o isolamento social.

“Tudo isso foi feito pela vontade de terminar o ciclo dessa série. Só o primeiro episódio tem mais de um milhão de visualizações. Muitos ‘vetins’ e ‘vetinhas’ que nos viam na rua falavam: ‘cara, eu já assisti o primeiro episódio 40 vezes’. Existe essa demanda de entender que a gente criou esse sentimento da cidade e até fora dele. E, mesmo que seja difícil e que tenhamos prejuízo financeiro, precisamos terminar a história por amor e respeito a todos os jovens periféricos”, indica Yargo Gurjão.

Ainda segundo ele, uma das principais diferenças dessa continuação para as outras já divulgadas foi o amadurecimento dos atores. Alguns deles tinham experiência com redes sociais, mas o modelo de gravação de uma série é diferente. Entretanto, nestes últimos dois anos, muitos participaram de outros projetos e aprimoraram seus conhecimentos.

O diretor cita que há várias ideias para o futuro da Vetinflix. Neste momento, a produtora traça perspectivas para mais séries e filmes. “Tem muita coisa que a gente ainda vai produzir. Mas o que posso falar é que as histórias são do cotidiano. Mostram os desafios do jovem da periferia, do trabalhador. Aquela menina que tem o sonho de ser dançarina, tem um filho e tem um Tiktok porque quer ser influenciadora digital. O menino que é entregador, mas também tem um sonho”, diz.

Para o diretor, o objetivo é continuar produzindo narrativas que representam as realidades de Fortaleza. “São histórias que existem, mas com a linguagem da periferia e de uma maneira popular para que todos gostem, deem risada e se emocionem. A Vetinflix não produz só humor. ‘La Casa D’uz Vetin’ não é só humor. Na verdade, no fundo, é uma série com um drama muito forte por trás”, reflete.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags