Participamos do

Filme "Confissões de uma Garota Excluída" estreia na Netflix; veja crítica

Longa-metragem estreia nesta quarta-feira, 22, na Netflix. Dirigido por Bruno Garotti e escrito por Thalita Rebouças, o longa é protagonizado por Klara Castanho
15:58 | Set. 22, 2021
Autor Luiza Ester
Foto do autor
Luiza Ester Repórter do núcleo de Cultura e Entretenimento do O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

"Vergonha é só uma palavra fofa para medo. E é esse medo que impede da gente fazer as coisas que a gente mais quer" — talvez seja a afirmação mais emblemática do filme "Confissões de uma Garota Excluída" (2021), lançamento brasileiro da Netflix. Na produção, a atriz Klara Castanho é Tetê. A jovem de 16 anos vê sua vida virar de cabeça para baixo, quando os pais, desempregados, decidem pela mudança para a casa de seus avós. Com a nova morada em Copacabana, bairro do Rio de Janeiro, surgem outras tramas: recomeço num novo colégio, bullying dentro e fora de casa, inseguranças sobre presente e futuro, questões sobre primeiros relacionamentos, além da busca por amigos e vida social.

Dirigido por Bruno Garotti e escrito por Thalita Rebouças, o longa-metragem estreia globalmente nesta quarta-feira, 22, no serviço de streaming. Entre várias narrativas, o filme fala sobre os redemoinhos da adolescência, com todas as inseguranças e questões afetivas relacionadas a este período complexo da vida. Por isso, a frase que abre esta matéria seja tão representativa.

O apelido Tetê deriva de Teanira, junção dos nomes de seus avós: Tércio (Stepan Nercessian) e Djanira (Rosane Gofman). No núcleo familiar, a atriz Júlia Rabello dá vida à mãe da adolescente; e o ator Alcemar Vieira interpreta o pai. Tudo começa nesse convívio, onde os personagens atravessam a linha tênue entre o cômico e o escrachado. A intenção parece boa, mas o método nem tanto. "Você é muito esquisita, meu amor", diz a avó. A mãe completa: "Você não sai de casa, não tem amigos".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Mas quem se é quando tudo parece um turbilhão? Tetê não consegue sentir-se respeitada em casa, tão pouco confiante para lidar com a nova escola. Mesmo assim, a protagonista tenta construir relações mais profundas. Na classe, conhece Davi (Gabriel Lima) — ama literatura, mora com os avós e tem como exemplo o irmão, Dudu (Caio Cabral), que já está na faculdade. Logo viram amigos.

Tetê até se encanta ao dar de cara com o surfista e músico Erick (Lucca Picon), mas o galã da turma namora Valentina (Júlia Gomes). A garota mais popular da turma, amiga de Laís (Fernanda Concon), fica incomodada com a presença da novata e promete deixar sua rotina ainda mais complicada.

Neste meio tempo, a protagonista também conhece Samantha (Kiria Malheiros) e Zeca (Marcus Bessa) — este último é o responsável por instigar a "diva" que mora em Tetê, alertar sobre inseguranças e exaltar qualidades. Teanira sofre de hiperidrose, que faz com que ela transpire em excesso, especialmente durante momentos de tensão. Quando tenta esconder o odor gerado pelo suor, por exemplo, enche-se de perfume. Ao chegar na escola, é Zeca quem avisa sobre o excesso de fragrância.

Zeca (Marcus Bessa, à esquerda), Tetê (Klara Castanho, ao centro) e Davi (Gabriel Lima, à direita) são amigos
Zeca (Marcus Bessa, à esquerda), Tetê (Klara Castanho, ao centro) e Davi (Gabriel Lima, à direita) são amigos (Foto: Laura Campanella/Divulgação Netflix)

Engajada em participar das relações sociais e ter mais contato com o mundo — como seus pais e avós a aconselharam —, Tetê propõe a feitura de um trabalho em equipe num encontro presencial. Nesse mesmo sentido, ela planeja participar da festa de aniversário de Laís, com seus únicos amigos Zeca e Davi.

Se em dado momento Teanira pergunta-se "tem como uma pessoa com esse nome ser feliz?", a protagonista descobre que, sim, pode fazer amigos, descobrir aptidões e colecionar episódios memoráveis.


Adaptação

Baseado no livro "Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-amada e (Um Pouco) Dramática" (2016), de Thalita Rebouças, o filme foi gravado em dezembro de 2020. Além da autora, assinam o roteiro Bruno Garotti (de "Ricos de Amor" e "Cinderela Pop"), Flávia Lins e Christiana Oliveira.

"É muito rico falar de personagens jovens. Filmes que eu admiro, de diferentes cineastas, falam dessa época em que a gente enfrenta desafios, faz escolhas definitivas e vê os problemas com uma lente de aumento. É muito fácil entender esses personagens. Me sinto muito à vontade, tanto como espectador quanto realizador", disse Bruno Garotti, durante coletiva de imprensa virtual em 2 de setembro. O diretor completou: "O DNA da Thalita é da leveza, do alto astral" — por isso, assuntos sérios, como o bullying, são abordados de forma leve e inteligente.

Thalita brincou que o diretor gosta mais do livro do que a própria autora. Ambos falaram o quanto o processo foi divertido e, por vezes, fácil. A escritora e roteirista ressalta que "ama criar gente" e que o "humor aproxima o adolescente da história". Uma declaração lembrou a música "Como nossos pais", de Belchior: "Ao contrário do que pensam, o adolescente não mudou. O adolescente de hoje é o mesmo que eu fui ou meu pai foi. As questões são as mesmas. O que muda é o mundo, o acesso, as informações, mas a intensidade, as espinhas, os amores não correspondidos… Tudo continua igualzinho. Não é difícil inventar essas pessoas. É muito delicioso". Para criar a trama, a escritora teve como inspiração a sua adolescência na capital carioca.

O set funcionou com testagens da equipe para o diagnóstico da Covid-19. Quem revelou foi o trio de protagonistas, durante a coletiva. Segundo Klara Castanho, a preparação de elenco foi realizada on-line até uma experiência presencial. No desenvolvimento, havia o retorno às sensações da adolescência. Para Gabriel Lima, todo o processo foi feito em conjunto. Já Marcus Bessa destacou as várias conversas com um amigo de Thalita, inspiração da autora para a criação de Zeca.

Desde o início da adaptação do livro para o audiovisual, Thalita Rebouças via Klara Castanho como a protagonista. A atriz declarou: "Sou completamente apaixonada pela Thalita". E celebrou a troca entre os experientes Stepan Nercessian e Rosane Gofman, que vivem os avós de Tetê na ficção: "A Rosane rouba a cena em qualquer circunstância". De acordo com os protagonistas, a principal mensagem do filme é a "aceitação".

Confissões de Uma Garota Excluída

Quando: a partir desta quarta-feira, 22

Onde: Netflix

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Confira o podcast clicando aqui.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags