Participamos do

Ex-The Voice Kids, Bebé lança álbum de estreia falando sobre amadurecimento

Produzido por Sérgio Machado Plim, o projeto conta com as participações especiais de Ana Frango Elétrico, Fabriccio, Vitor Milagres e Lello Bezerra
15:59 | Ago. 11, 2021
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após 8 anos dedicados à sua carreira musical, Bebé apresenta em todas as plataformas digitais seu primeiro e homônimo álbum. Produzido por Sérgio Machado, projeto traz à tona um som com elementos eletrônicos e estética minimalista, passando pelo indie pop, house, hip hop, trap e industrial.

Neste trabalho, a cantora e compositora de 17 anos se questiona sobre as realidades existentes em sua jornada de amadurecimento e autoconhecimento na adolescência, destacando temas como a incerteza do futuro, auto sabotagem, ansiedade e insegurança. Se fortalecendo por meio da introspecção, tenta entender a si mesma e a sociedade em sua volta.

Somando nas participações especiais, Ana Frango Elétrico, Fabriccio, Vitor Milagres e Lello Bezerra. Disco, lançado pelo selo Bastet em parceria com a Ori Records, vem sendo gestado desde 2019 e registra muito do fazer artístico durante a pandemia: Bebé Salvego e Bruno Rocha (diretor do videoclipe "Saltos de Realidade") remotamente se aproximaram trazendo ideias, letras e melodias. O irmão de Bebé, Felipe Salvego, pôde presencialmente participar desses movimentos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Faixa a faixa

A cantora Bebé enviou para a imprensa comentários sobre as faixas dos eu novo disco. Confira:

- Saltos de Realidade - Como disse Deepak Chopra, "o mundo real é uma sopa quântica radicalmente ambígua, fluindo incessantemente. É uma flutuação de energia e informação em vazio infinito”. O single “Saltos de Realidade” é essa expressão da artista Bebé sobre múltiplas realidades coexistentes. O que é real se a realidade é dependente da percepção? Outrossim, pode se tratar dos sonhos não materializados e a incerteza que parte de um medo da sua realização.

- Tenta me Entender - A faixa se parte em um processo turbulento em que Bebé consegue encontrar o equilíbrio do bem-estar consigo mesma. Percebendo o ponto de encontro de suas dúvidas e inseguranças, assim se amando como ser existente, única.

- Reflexão - A passagem house instrumental onde Bebé volta em seu ciclo de questões.

- Sol - Basicamente sobre a falsa transcendência do ego. Quando o foco é apenas iluminação nada se enxerga a sua volta.

- Antes da Meia-Noite - A discussão interna, sempre questionando sobre o tempo e perdendo tempo se questionando. Quando o tempo a sua volta te cobra para crescer e ser “alguém” na vida. Questões da procrastinação e relações consigo.

- 00:01 - A história de um labirinto ou ciclo de amor sem reciprocidade. Bebé e Fabriccio contam suas histórias particulares.

- Nuclear - Ambiguidade da leveza. Trazendo imagens sonoras apocalípticas

- Vácuo - Conectada com "Nuclear", "Vácuo" é a imensidão da bruta rotina cotidiana e realidade. O Vácuo e a simulação do Grande Nada.

- Sinais Elétrico na Carne - A perturbação da nossa própria mente energética. Como se ouvisse o próprio som que essa energia e eletricidade dentro de nosso corpo e mente. Ruídos e o beat que caminha por todos os neurônios e conexões.

- Bipolada - Última faixa onde Bebé finaliza resumindo o disco de forma “Bipolada”.

Mais sobre Bebé

Capa do disco da cantora Bebé, ex-The Voice Kids
Capa do disco da cantora Bebé, ex-The Voice Kids (Foto: Divulgação)

Nascida em uma família de músicos e artistas, Bebé tem 17 anos e vem se destacando precocemente no cenário nacional pelo timbre de voz diferenciado. Sua voz é comparada às divas do Jazz, como Billie Holiday e Sarah Vaughan, desde que chamou a atenção de Jô Soares, em 2015, e o apresentador não escondeu seu encanto pelo talento da artista ao entrevistá-la em seu "Programa do Jô" naquele mesmo ano.

Em 2016, sua paixão pelas das grandes divas do Jazz levou-a a interpretar canções de Billie Holiday, a convite do maestro Jamil Maluf, acompanhada da Orquestra Sinfônica de Piracicaba e a participar do The Voice Kids Brasil, na Rede Globo, onde foi aplaudida de pé pelos técnicos e recebeu elogios de Ivete Sangalo que disse: “Bebé Salvego tem vozes de muitos anos”.

Se apresentou em 2019 no Bourbon Festival Paraty, na Sala São Paulo com a Brasil Jazz Sinfônica, pela qual foi eleita revelação de novos talentos e, ainda com a Brasil Jazz Sinfônica em 2020, participou do show em homenagem às mulheres (Especial 8 de março) ao lado de Roberta Sá, Fafá de Belém, Leila Pinheiro, Luiza Possi, Ana e Vitória, Elba Ramalho e outras grandes artistas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags