PUBLICIDADE
Vida & Arte
NOTÍCIA

Star Wars Day: entenda porque a data é celebrada no dia 4 de maio

O dia 4 de maio foi eleito como Star Wars Day por conta de um trocadilho com o bordão principal da saga de Guerra nas Estrelas: "Que a força esteja com você". Entenda

19:36 | 03/05/2021
Star Wars Day: data celebrada pelos fãs não tem nada a ver com a saga Guerra nas Estrelas (Foto: REPRODUÇÃO )
Star Wars Day: data celebrada pelos fãs não tem nada a ver com a saga Guerra nas Estrelas (Foto: REPRODUÇÃO )

Nesta terça-feira, dia 4 de maio (04/05), é comemorado o Star Wars Day, dia oficial da saga de Guerra nas Estrelas. No mundo todo, os fãs da série comemoram a data assistindo novamente todos os filmes da saga e incorporam seus personagens preferidos no filme, vestindo as fantasias do vilão Darth Vader, dos Stormtroopers ou da princesa Leia. 

Star Wars Day: por que data é celebrada no dia 4 de maio?

Na verdade, a data não tem nada a ver com a sequência filmada por George Lucas. O dia 4 de maio foi eleito como “Star Wars Day” por conta de um trocadilho com o bordão principal do filme: “Que a força esteja com você”. Em português, a brincadeira não faz nenhum sentido, mas em inglês, a célebre frase "May the force be with you" soa parecido com "May the fourth", que em português significa “quatro de maio”.

Disney Plus

Para celebrar o Star Wars Day, o Disney+ estreia várias obras da franquia para toda a família, como “Star Wars: Forças do Destino”, “Star Wars: Rebel”, “Lego Star Wars: As Aventuras dos Freemaker” e “Lego Star Wars: All-Stars”.

Além destes títulos, será lançada a série “Star Wars: The Bad Batch”. O enredo acompanha os clones de elite experimentais do “Lote Estragado”, que apareceram em “Star Wars: A Guerra dos Clones” (2008).

Algumas curiosidades sobre Star Wars

- O primeiro filme de Guerra nas Estrelas foi recusado pela ‘Universal Studios’, porque o estúdio achou que ele era improduzível. A 20th Century Fox, mesmo sem apostar muitas fichas no roteiro e no filme, topou produzí-lo. Pagou apenas 200 mil dólares para George Lucas escrevê-lo e filmá-lo. Em troca, concedeu a ele os direitos das continuações e o mechandising. O filme rendeu inesperados 461 milhões de dólares a partir de um orçamento de 13 milhões.

- Os cinco episódios de Star Wars renderam US$ 3,2 bilhões. Em licenciamento de produtos e merchandising foram US$ 9 bilhões. No Brasil, o primeiro episódio teve 3,5 milhões de espectadores.

- No primeiro roteiro de Guerra nas Estrelas, George Lucas apresentava Luke Skywalker como uma garota que iria resgatar o irmão. A ideia foi abandonada e, em seguida, surgiu uma mais estranha ainda: Luke seria um anão que exploraria um mundo repleto de gigantes. A versão definitiva do roteiro só ficou pronta em 1976, um ano antes do lançamento do filme.

- O famoso ET (sim, aquele do filme “E.T. – O Extraterrestre”) aparece duas vezes no filme “A Ameaça Fantasma”. A primeira durante uma sessão no “Senado intergaláctico” e depois, quando a comitiva da princesa Amidala chega a Tatooine.

- O idioma falado pelos Jawas existe de verdade, e é um dialeto dos zulus africanos, só que rodado de forma mais acelerada.