Eleições 2024: como fica o cenário eleitoral em Caucaia sem Vitor Valim

Entenda o cenário eleitoral em Caucaia, nomes cotados e forças políticas envolvidas

Apesar da fama de não reeleger prefeito pertencer a Juazeiro do Norte, Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), também não dá vida fácil aos governantes. Apenas Dr. Washington, na época no PRB, foi reeleito, em 2012. No último pleito, o então prefeito Naumi Amorim (PSD) acabou sendo derrotado.

LEIA TAMBÉM | O que está em jogo nos maiores municípios do Ceará

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O anúncio do atual prefeito de Caucaia, Vitor Valim (PSB), de que não irá tentar a reeleição também causou surpresa diante da expectativa de uma candidatura forte do gestor. Eleito pela oposição e com guinada brusca ao governismo, Valim se filiou, no ano passado, ao PSB, na asa de Eudoro Santana, e recebeu acenos do governador Elmano de Freitas (PT) e do ministro Camilo Santana (PT), apesar do impasse com o PT municipal de Caucaia, que defendia lançar candidatura própria.

Valim justificou a desistência como uma decisão "pessoal e familiar" após a morte da filha mais velha, Sofia Valim. A jovem morreu em dezembro do ano passado aos 19 anos após precisar de um transplante de fígado. "O fato de não ir para a reeleição foi uma decisão pessoal e ao mesmo tempo familiar. A perda da minha amada filha Sofia me fez repensar minha vida", disse o prefeito". Valim contava ainda com a maioria esmagadora da Câmara Municipal, são 22 dos 23.

Quem pode concorrer

A ausência no pleito abre uma vaga importante no segundo maior colégio eleitoral do Estado e o único, além de Fortaleza, que pode ter segundo turno. Os nomes ventilados para ser o sucessor de Valim são vários, como citados por aliados do prefeito: o secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará, Salmito Filho (PDT); a deputada estadual Lia Gomes (PDT), irmã do senador Cid Gomes (PDT); e até a secretária da Proteção Social, Onélia Santana (esposa de Camilo), e a ex- governadora Izolda Cela (sem partido). Da política local há Tanilo Menezes (PDT), vereador e presidente da Câmara Municipal, e o também vereador Vanderlan Alves (União Brasil), candidato a deputado federal mais votado no Município em 2022, com 28.360 votos. Um cenário ainda muito aberto e sujeito a especulações.

Salmito e Lia tentam se desfiliar do PDT com futuro, possivelmente no PSB. Isso porque, após o anúncio de Valim, o PDT iniciou movimentação no município. O ex-prefeito Zé Gerardo Arruda, de família tradicional de Caucaia, anunciou filiação ao partido com intenção de voltar a ser candidato. As últimas pretensões eleitorais foram barradas pela Justiça. Zé Gerardo foi, quando deputado federal, o primeiro parlamentar na história condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Na direita, a avaliação é que a ausência de Valim deixa um espaço no eleitorado com a possibilidade de ser aproveitada por novos nomes. É o que acredita o presidente do PL no Ceará, o deputado Carmelo Neto. A sigla iniciou série de encontros para aproximar os moradores de Coronel Aginaldo, pré-candidato do partido no município.

"Quando o prefeito que está no cargo não vai para a reeleição, isso divide parte do eleitorado. Isso com certeza abre um campo. Caucaia de fato precisa de uma liderança nova", ressaltou. Ele também deixou em aberto um possível acordo com o União Brasil, que também tem pré-candidato, o vice-prefeito Deuzinho Filho.

O prefeito e o vice vivem em pé de guerra desde 2022, quando Valim escolheu apoiar nomes petistas para o Governo do Ceará, Senado e Presidência. Enquanto isso, Deuzinho seguiu com nomes da direita. Entre acusações que vão desde de uso indevido de recursos a expulsão de gabinete, os dois romperam relação política e são abertamente adversários.

A movimentação conta ainda com a pré-candidatura da deputada Emília Pessoa pelo PSDB. Ex-vereadora, ela já tentou a prefeitura em 2020 e ficou na terceira posição. Deve haver espaço ainda para um nome indicado pelo PSD, sendo cotados ou o ex-prefeito Naumi Amorim, derrotado no segundo turno justamente por Valim, ou sua esposa.

Quem é cotado para ser candidato em Caucaia

Base governista:

  • Izolda Cela (sem partido), secretária Executiva do Ministério da Educação
  • Lia Gomes (PDT, rumo ao PSB), deputada estadual
  • Luizianne Lins (PT), deputada federal
  • Onélia Santana (PT),secretária da Proteção Social do Estado
  • Salmito Filho (PDT, rumo ao PSB), deputado estadual licenciado e secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará
  • Tanilo Menezes (PDT), vereador e presidente da Câmara Municipal
  • Vanderlan Alves (União Brasil), vereador

Grupo de Capitão Wagner:

  • Deuzinho Filho (União Brasil)

Bolsonarismo:

  • Coronel Aginaldo (PL)

Outras forças de oposição:

  • Emília Pessoa (PSDB), deputada estadual
  • Naumi Amorim (PSD), ex-deputado e ex-prefeito
  • Zé Gerardo Arruda (PDT), ex-prefeito e ex-deputado federal

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

eleições 2024 Ceará eleições prefeito 2024 eleições 2024 Caucaia prefeito Vitor Valim

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar