Participamos do

"Uma pessoa experiente e equilibrada", afirma Amoêdo sobre possível candidatura de Tasso para 2022

O co-fundador do Novo disse ainda não ver engajamento do senador cearense, mas avalia que o parlamentar é um "nome bom" e que "ajuda para promover o diálogo"
11:32 | Mai. 27, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O co-fundador do partido Novo e candidato a presidente da República nas eleições de 2018, João Amoêdo, afirmou em entrevista á rádio O POVO CBN que vê de forma positiva o nome do senador Tasso Jereissati (PSDB) como possível candidato tucano para as eleições de 2022. Nos últimos meses, o parlamentar  começou a circular como uma das possibilidades do PSDB para a disputa pelo Planalto no próximo ano. A entrevista teve o comando do jornalista Jocélio Leal, âncora do programa O POVO no Rádio. 

"Eu acho que é um nome bom. O Tasso é uma pessoa experiente, de muito bom senso e uma pessoa equilibrada. Acho que ajuda a promover o diálogo", disse o empresário. Contudo, Amoêdo lembrou desconhecer, até então, a disposição do senador para se engajar em uma eventual candidatura. "Será a gestão de um governo que será bastante difícil e nós temos uma questão que é a disputa interna no PSDB, que está com quatro pleiteando a candidatura. Acho que é um cenário ainda de muita dúvida, mas é sempre bom ter gente querendo participar", completou. 

Segundo Amoêdo, o senador cearense poderia ser um forte aliado de centro-direita capaz de se sobressair ao presidente Jair Bolsonaro e competir com o ex-presidente Lula (PT), forte cotado para a disputa desde que recuperou seus direitos políticos com a anulação de suas condenações na Lava Jato, e que, segundo o empresário, tem mais chances de chegar ao segundo turno do que o atual chefe do Executivo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Além de Tasso, os governadores João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS) são cotados para representar os tucanos. Segundo dado obtido a partir de pesquisa da consultoria Atlas, feita apenas entre eleitores do Ceará, divulgada na última segunda-feira, 24, pelo jornal Valor Econômico, uma eventual candidatura do tucano à Presidência da República prejudicaria o desempenho do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) no Ceará, berço político de ambos.

LEIA MAIS l FHC sobre eleições de 2022: "Eu prefiro o Tasso"

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, já sinalizou que o partido já considera lançar o nome de Tasso para disputar o Planalto em 2022. O tucano diz acreditar que o cearense é uma alternativa à polarização e unir as forças políticas de centro em 2022. A possibilidade animou militantes da juventude tucana no Ceará, que criaram o movimento “PresidenTasso”. “O Brasil tem alternativa: Tasso 2022”, . 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags