Participamos do

Eleições 2020: saiba tudo sobre as campanhas do 2º turno da votação pelo Brasil

Escolha definitiva de quem deve ocupar a prefeitura ocorrerá em 57 cidades no próximo domingo, 29; Fortaleza e outras 15 capitais estão na lista
07:38 | Nov. 26, 2020
Autor Bemfica de Oliva
Foto do autor
Bemfica de Oliva Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O segundo turno das eleições municipais acontece no próximo domingo, 29. Em 57 cidades do País acontecerá a escolha definitiva de quem ocupará a Prefeitura.

Na lista há Fortaleza e outras 15 capitais. Além de Fortaleza, Caucaia é a única outra cidade cearense que ainda não definiu a próxima gestão do Executivo municipal.

O POVO compilou uma série de informações sobre o segundo turno das eleições municipais 2020 em várias cidades. Confira abaixo:

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo turno das eleições 2020 em Fortaleza

 

Na Capital, a disputa está entre Sarto Nogueira (PDT) e Capitão Wagner (Pros). As pesquisas indicam vitória de Sarto, com 59% dos votos válidos, contra 41% de Wagner.

Na última segunda-feira, 23, O POVO realizou sabatina com o candidato do Pros. O evento, que teve o maior engajamento do Brasil no Facebook, foi pensado como um debate entre os dois postulantes à Prefeitura de Fortaleza. Sarto, no entanto, não compareceu, alegando que não foi convidado. A data foi acertada com as coordenações de ambas as campanhas ainda na época do primeiro turno.

Na terça-feira, 24, ambos compareceram ao debate da TV Jangadeiro. Os candidatos trocaram acusações, com Sarto lembrando a participação de Wagner no motim da Polícia Militar deste ano e em 2012. Wagner, por sua vez, pontuou que Sarto foi investigado por CPI na Assembleia Legislativa por suposto pedido de propina.

Ouça o episódio 109 do podcast Jogo Político, que analiza o segundo turno em Fortaleza e em Caucaia

Segundo turno das eleições 2020 no Recife (PE)

 

Ainda no Nordeste, o segundo turno em Recife (PE) será entre João Campos e Marília Arraes. Segundo o Ibope, a disputa entre os candidatos, que são primos, está apertada: 51% das intenções de voto são para João, enquanto Marília tem 49%.

Segundo turno das eleições 2020 em São Paulo (SP)

 

Em São Paulo, maior cidade do País, a eleição tem Bruno Covas (PSDB), atual prefeito, enfrentando Guilherme Boulos (Psol). A diferença entre os candidatos vem caindo: na primeira pesquisa após os resultados do primeiro turno, Covas tinha 61,5% dos votos válidos, contra 38,5% de Boulos. Na mais recente, são 55% para Covas e 45% para Boulos.

Na segunda-feira, 23, ocorreu o primeiro debate entre os candidatos, no programa Roda Viva, da TV Cultura. A pandemia de coronavírus, que já contaminou mais de 6 milhões de pessoas e levou mais de 170 mil a óbito no Brasil, tem dado o tom da campanha: enquanto Covas tenta negar a possibilidade de endurecer a quarentena na cidade, devido ao aumento de casos da doença, Boulos cancelou compromissos por ter estado com a colega de partido Sâmia Bomfim, deputada estadual, que testou positivo para Covid-19.

Segundo turno das eleições 2020 no Rio de Janeiro (RJ)

 

No Rio de Janeiro, o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), com 65% das intenções de voto, disputa o cargo com o atual detentor, Marcelo Crivella (Republicanos), que conta com 35% de apoio. Na campanha de Crivella, panfletos e vídeos em redes sociais tentam ligar Paes a um suposto "kit gay", à legalização das drogas e à "pedofilia nas escolas". Nenhum dos pontos consta no programa de governo de Paes.

Segundo turno das eleições 2020 em Porto Alegre (RS)

 

Em Porto Alegre (RS), Sebastião Melo (MDB) enfrenta Manuela D'Ávila (PC do B). Sebastião tem 53,8% dos votos válidos, contra 36,15% de Manuela.

Na capital gaúcha, o caso de João Alberto Freitas, espancado até a morte por seguranças de um supermercado da cidade, levou o tema do racismo à campanha esta semana. Manuela veiculou propaganda com a declaração do vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) de que "não existe racismo no Brasil" - o partido integra a coligação de Sebastião. Na mesma propaganda, há um áudio de Valter Nagelstein (PSD), que foi candidato a prefeito mas não passou ao segundo turno e declarou apoio a Sebastião, falando que candidaturas negras que se elegeram à Câmara Municipal - cinco, contra apenas uma em 2016 - teriam "pouquíssima qualificação". A campanha do MDB entrou com ação na Justiça Eleitoral pedindo que a propaganda fosse retirada do ar, mas o pedido foi rejeitado.

Eleições 2020 em Macapá (AP)

 

Macapá (AP) não teve o primeiro turno realizado devido ao apagão que deixou 14 municípios sem energia desde o começo de novembro. O fornecimento de eletricidade foi totalmente restabelecido no estado somente nessa terça-feira, 24.

A pedido do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), que representa o estado, o TSE suspendeu as eleições municipais na capital amapaense. O pleito foi remarcado para 6 de dezembro no primeiro turno e, caso haja, 6 de dezembro no segundo turno. Na terça-feira, 24, a propaganda eleitoral foi retomada em Macapá. A veiculação havia sido suspensa na última sexta-feira, 20.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags