PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Presidente do TSE informa erro que levou a atraso em resultados

Após paralisação na divulgação das apurações, TSE marca coletiva de imprensa para fornecer esclarecimentos à população

21:24 | 15/11/2020
O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, fala à imprensa no Centro de Divulgação das Eleições (CDE) 2020 (Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)
O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, fala à imprensa no Centro de Divulgação das Eleições (CDE) 2020 (Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)

Com aproximadamente 50% dos votos apurados, e 36,4% divulgados, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, informa em coletiva de imprensa o motivo do atraso na divulgação das apurações. De acordo com ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), houve problema técnico em um dos núcleos de processadores do supercomputador responsável pelos dados eleitorais.

Ele ainda informou que a demora não afetou os resultados ou o processo eleitoral e aproveitou o momento para dizer que qualquer portal está suscetível a ataques, como o sofrido pelo site do TSE pela manhã deste domingo, 15, vindo de hackers brasileiros, estadunidenses e neozelandeses.

Ao vivo, Barroso agradeceu aos mesários, servidores da Justiça Eleitoral e a todos que saíram de suas casas para votar apesar da pandemia da Covid-19. A apuração segue e a cidade de Florianópolis, no estado de Santa Catarina, foi a primeira a ter o resultado divulgado. 

Apesar de ainda não ter o número de eleitores que compareceram às zonas eleitorais, o órgão espera atualizar a população neste domingo, 15. Ao fim da coletiva, Barroso disse retornar em breve com mais esclarecimentos. 

Acompanhe os pronunciamentos do TSE ao vivo

ELEIÇÕES 2020

Todo cidadão brasileiro alfabetizado, maior de 18 anos e legalmente capaz é obrigado a votar. O voto é facultativo para os eleitores analfabetos, os maiores de 70 anos, e os que têm entre 16 e 18 anos. Aqueles que não compareceram às urnas neste domingo devem justificar a ausência dentro do prazo estimado pela Justiça eleitoral, caso contrário ficará impossibilitado de emitir passaporte e carteira de identidade entre outras coisas. 

LEIA MAIS | O que acontece se o eleitor não votar? Saiba como justificar ausência

Diante da pandemia do novo coronavírus, o processo eleitoral no Ceará passou por algumas mudanças de horário e de protocolos sanitários. Como a expansão do horário de votação, que passou a ser das 7h às 17 horas. Sendo o intervalo de 7h às 10h, preferencialmente dedicado para eleitores e eleitoras com mais de 60 anos e/ou que integram o grupo de risco da Covid-19. Além disso, em virtude do novo vírus, o candidato eleitoral de 2020 precisou ser alterado ainda em julho, por conta da crise gerada pela Covid-19.

A candidatura de vereadores cearenses

Além de candidatos ao Paço Municipal, são cerca de 1,3 mil candidatos ao posto de vereador ou vereadora em Fortaleza. No Ceará, o número se aproxima de quase 16 mil concorrentes. Mas o que de fato um vereador pode ou não prometer?


SAIBA MAIS

>> Auxílio emergencial: Ceará tem 166 candidatos com patrimônio acima de R$300 mil na lista de beneficiários

>> Confira os resultados de todas as pesquisas para prefeito de Fortaleza

>> Descubra quem é favorito nas maiores cidades do Ceará e em capitais pelo Brasil

>> ACOMPANHE AQUI A COBERTURA POLÍTICA FEITA PELO O POVO

TAGS