PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Aplicativo e-Título apresenta instabilidade por excesso de acessos

Cerca de 400 mil eleitores justificaram ausência, segundo o TSE. Para justificar, é preciso estar fora do domicílio eleitoral

10:23 | 15/11/2020
Reclamações de usuários do aplicativo e-Título estiveram entre os assuntos mais comentados do Twitter neste domingo, 15. (Foto: Reprodução/Twitter)
Reclamações de usuários do aplicativo e-Título estiveram entre os assuntos mais comentados do Twitter neste domingo, 15. (Foto: Reprodução/Twitter)

Eleitores relatam neste domingo, 15, dificuldades para utilizar o aplicativo e-Título. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), "pode haver instabilidade momentânea no uso do aplicativo em razão do excesso de acessos." No Twitter, o assunto ficou entre os mais comentados.

A orientação do TSE para essas situações é tentar novamente o acesso dentro de alguns minutos. Apesar dos problemas, cerca de 400 mil eleitores já justificaram ausência pelo aplicativo, conforme o órgão. Para justificar, é preciso estar fora do domicílio eleitoral e o aplicativo faz a verificação por georreferenciamento.

Pelas redes sociais, vários foram os relatos sobre a instabilidade. "Estou há 20 minutos tentando justificar a minha ausência no e-título e só aparece essa mensagem de erro", escreveu um usuário. "Eu tentando justificar minha ausência e o e-Título não acessa a minha localização", disse outro.

Além do aplicativo, a Justiça Eleitoral disponibiliza ainda o Tira-Dúvidas Eleitoral por meio do WhatsApp para consulta a local de votação e outros serviços ou o Disque Eleitor 148. O serviço estará disponível até as 17 horas deste domingo para orientação, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE).

TSE diz que app funciona bem

De acordo com o ministro Luís Felipe Salomão, corregedor do TSE, os problemas enfrentados pelos eleitores se deram pelo excesso de usuários acessando o aplicativo simultaneamente. "É apenas o excesso [de usuários] nesse momento. o aplicativo funciona bem. Nós temos recebido o retorno de que centenas de pessoas já fizeram a justificativa", disse o ministro em entrevista à CNN.

Salomão ainda afirmou que não há necessidade de "pânico" ou "corrida" para as zonas eleitorais: "Haverá um tempo posterior para que o eleitor possa fazer essa justificativa. Então não há nenhum motivo de corrida, de preocupação. Claro, seria interessante quem está na situação de justificar, fazê-lo pelo aplicativo. Se não for possível, também não é motivo de pânico. Pode ir depois, procurar o cartório eleitoral e comprovar sua justificativa".

"O que nós não queremos agora é aglomeração, estresse, justamente porque nós estamos concentrados no processo de votação. Estamos acompanhando, ainda não chegou nenhum travamento do sistema, muito ao contrário, ele vem funcionando, ainda que com o excesso de pessoas querendo fazer a justificativa", afirmou.

Eleitores que faltam três eleições consecutivas sem justificar ou quitar a multa têm o título de eleitor cancelado. Entre outras punições, fica impedido de obter passaporte, fazer matrícula em instituições públicas de ensino ou ser nomeado em cargos públicos. O voto pode ser justificado pelo aplicativo e-Título, em cartórios eleitorais, pela internet e em zonas eleitorais no dia da votação.

Saiba tudo sobre Eleições 2020

TEMPO REAL: Acompanhe o primeiro turno das eleições 2020

Eleições 2020: saiba como se portar na votação domingo

Eleições 2020: veja os documentos e principais exigências da votação

Eleições 2020: relembre informações importantes para o próximo domingo

Eleições 2020: veja em que horário votar no domingo

Saiba como consultar seu local de votação nas Eleições 2020

Veja relatos sobre reclamação do e-Título:

com informações da Agência Estado