PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Fortaleza terá dia D de vacinação no sábado, 24

Meta é atualizar calendário vacinal de Fortalezenses com outras vacinas além da Covid-19. Vacina da gripe está disponível para a população desde o dia 5 de julho e é tão importante quanto da Covid, aponta secretaria

Marília Freitas
11:51 | 22/07/2021
O Distrito Federal começou a vacinar pessoas com 49 anos a partir de hoje. A vacinação contra a Covid-19 começou no dia 19 de janeiro e o DF já  recebeu 1.455.070 doses de imunizantes. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
O Distrito Federal começou a vacinar pessoas com 49 anos a partir de hoje. A vacinação contra a Covid-19 começou no dia 19 de janeiro e o DF já recebeu 1.455.070 doses de imunizantes. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Atualizada às 14h

A Prefeitura de Fortaleza fará neste sábado, 24, um dia D de vacinação em 112 postos da Capital. O intuito é atualizar o calendário vacinal dos fortalezenses com outras vacinas além da gripe e da Covid-19. Município segue vacinando pessoas contra as duas doenças nesta quinta (22/07). Não é necessário agendamento para receber a vacina da gripe. Veja a lista de postos abertos no sábado (24/07).

Os mais de cem postos estarão abertos das 8h às 16h30 com um total de 16 vacinas de rotina e a vacina da gripe para a população. Basta levar no ato da vacinação documento com foto, cartão de vacinação e cartão do SUS. A Secretaria Municipal da Saúde (SMSS) esclarece que, caso a pessoa não tenha o cartão de vacinação ou do SUS, isso não será impedimento para a imunização.  Confira o calendário de vacinação, de acordo com a idade:

Crianças
- BCG: previne tuberculose
- Hepatite B: previne hepatite B;
- Pentavalente: previne Difteria, Tétano, Coqueluche, Meningite e outras infecções por Haemophilus influenzae tipo b e Hepatite B;
- VIP (Vacina Inativada contra a Poliomielite): previne poliomielite ou paralisia infantil;
- VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano): previne diarreia por rotavírus;
- Pneumocócica: previne pneumonia causada pelo pneumococo;
- Meningocócica C: previne doenças provocadas pela bactéria Neisseria Meningitidis do sorogrupo C, como meningite e a sepse;
- DTP (Tríplice Bacteriana): previne Difteria, Tétano e Coqueluche;
- Hepatite A: evita hepatite A;
- SCR (tríplice viral): previne sarampo, caxumba e rubéola.
- VOP (Vacina Oral contra a Poliomielite): previne poliomielite ou paralisia infantil;
- Varicela: previne varicela;
- HPV: previne cânceres do colo do útero e verrugas genitais.

Adolescentes
- HPV: previne cânceres do colo do útero, de pênis e verrugas genitais;
- Meningocócica ACWY: previne meningite e meningococcemia;
- Hepatite B: previne hepatite B;
- dT: previne difteria e tétano;
- SCR (tríplice viral): previne sarampo, caxumba e rubéola.

Adultos e idosos
- Hepatite B: previne hepatite B;
- dT: previne difteria e tétano;
- SCR (tríplice viral): previne sarampo, caxumba e rubéola;
- Influenza: previne Influenza A (H1N1), H3N2 e Influenza B;

Gestantes
- dT: previne difteria e tétano;
- Influenza: previne Influenza A (H1N1), H3N2 e Influenza B;
- Hepatite B: previne hepatite B;
- DTPA: previne Difteria, Tétano e Coqueluche.

+ Dia D de vacinação: veja lista de postos em Fortaleza abertos no sábado (24/07)

Vacinação da gripe segue disponível para população

Antecipada pelo Ministério da Saúde desde o dia 5 de julho, a vacinação contra a gripe já está disponível independentemente da faixa etária em postos de saúde da Capital. Conforme anunciou Ana Estela Leite, titular da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), as vacinas são responsáveis pela proteção de várias doenças.

"Ter uma cobertura vacinal é extremamente importante para que possamos evitar doenças do passado, mas que continuam no presente", citou a secretaria, relacionando patologias como sarampo e a própria gripe. Devido a Covid, as vacinações para outras doenças diminuiram drasticamente entre os fortalezenses e em todo o Ceará. A meta na Capital era de vacinar 900 mil pessoas contra a gripe até o dia 9 de julho - o que não aconteceu.

O Estado ocupa a sexta posição entre os nove estados nordestinos com maior público prioritário vacinado contra a gripe. A porcentagem estadual de imunizados no Estado é de 38,9%, número que reflete a baixa adesão à vacina, enquanto a meta mínima pretendida pelo Ministério da Saúde (MS) é de 90% - índice não alcançado em nenhum estado brasileiro.

A listagem de postos participantes do mutirão será disponibilizada em breve pela Prefeitura. "Todos os dias repetimos que a vacina protege contra uma síndrome gripal que também pode levar ao óbito", ressaltou Estela sobre a vacinação da gripe. Caso a pessoa tenha recebido a vacina da Covid-19, ela deve aguardar para receber a vacina da gripe respeitando o intervalo de, no mínimo, 14 dias, e vice-versa. 

Para vacinação da gripe, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) dispõe do Centro de Especialidades Pediátricas, que funciona entre às segundas e sextas-feiras, das 8 às 12 horas, e das 13 às 16 horas, na avenida Antônio Justa, 3113.

Acesso ao cartão de vacinação

O cartão de vacinação pode ser acessado, também, através do Aplicativo Mais Saúde Fortaleza, disponível para download em dispositivos iOS e Android. Na aba “Vacinação”, é possível acessar quais as últimas vacinas aplicadas e quais estão pendentes.

Vacinação da Covid-19 em Fortaleza

Fortaleza continuará vacinando a população contra a Covid-19 nesta quinta-feira, 22. Com estimativa de 39 mil pessoas agendadas, serão imunizados tanto a população em geral como gestantes e puérperas. A vacinação segue acontecendo até os nascidos em 1993, adultos com 28 anos. A imunização obedece ordem decrescente de idade. Confira aqui a lista disponível até o dia 22 de julho (22/07).