PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Dois homens são presos em flagrante suspeitos de roubo a motorista de aplicativo neste domingo

Suspeitos foram encontrados há 300 metros do local do crime

Jéssika Sisnando
18:17 | 16/08/2020
o Brasil tem potencial para receber o serviço, pois é um dos principais países na operação dos aplicativos da empresa (Foto: Deísa Garcêz)
o Brasil tem potencial para receber o serviço, pois é um dos principais países na operação dos aplicativos da empresa (Foto: Deísa Garcêz)

Dois homens foram presos em flagrante suspeitos de terem roubado um motorista de aplicativo na avenida Osório de Paiva, em Fortaleza, neste domingo, 16.

Por volta do meio-dia, a vítima acionou os policiais do Rondas Ostensivas com Cães (ROCA) informando que foi roubada. Na ação, os criminosos tomaram o carro, celular e uma quantia em dinheiro.

LEIA TAMBÉMPolícia Civil identifica outras 14 vítimas do grupo suspeito de envolvimento na morte de motorista de aplicativo em Fortaleza

Os policiais receberam informações sobre as características dos suspeitos e do veículo e intensificaram as ações de patrulhamento na região. Aproximadamente 300 metros do local onde aconteceu o crime, os criminosos foram encontrados com o carro e pertences pessoais.

O suspeitos presos são Francisco Michael da Silva, 26, sem antecedentes criminais, e Diego Oliveira da Silva, 21, que responde por roubo. Ambos foram conduzidos ao 30º Distrito Policial e autuados por roubo, com base no artigo 157, § 2º , II, do Código Penal Brasileiro. As informações são da Polícia Militar do Ceará.

Na noite deste sábado, 15, a Polícia Civil fez a prisão do sexto e último suspeito de envolvimento na morte do motorista de aplicativo Alexandre Hadlich Fernandes, 32. A informação foi confirmada pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, em publicação no Twitter. O homem preso foi identificado como Osório. Ele foi capturado no município de Caridade, a 95 km da Capital. Outros cinco suspeitos já haviam sido presos na sexta-feira, 14. O grupo preso teria atuado por pelo menos cinco meses em assaltos a motoristas de aplicativos.

LEIA TAMBÉM | Esposa do motorista de aplicativo, encontrado morto, narrou sofrimento pelo Instagram