PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Missa celebrada na Igreja de Fátima homenageia professor cearense morto na Colômbia

O corpo de João Jaime pode chegar a Fortaleza ainda nesta terça, mas ainda não há horário definido

Lucas Braga
17:13 | 14/01/2020
Segundo informações do portal El Isleño, João Jaime foi atropelado por um caminhão enquanto atravessava uma rua do centro da cidade
Segundo informações do portal El Isleño, João Jaime foi atropelado por um caminhão enquanto atravessava uma rua do centro da cidade (Foto: Arquivo Pessoal)

Missa comunitária celebrada no fim da tarde desta terça-feira, 14, terá menção ao químico e professor universitário cearense João Jaime Giffoni Leite, que morreu há sete dias, na Colômbia. A homenagem ocorre às 17 horas, no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, na avenida 13 de Maio, Bairro de Fátima. A celebração é aberta ao público.

O corpo pode chegar a Fortaleza ainda nesta terça, mas ainda não há horário definido. O docente de 37 anos morreu no último dia 7, após ser atropelado junto ao namorado, Ádamo de Figueiredo, 30, na ilha de San Andrés, na Colômbia. Ádamo sofreu politraumatismos e continua internado.

João lecionava no Centro Universitário Fametro (Unifametro), enquanto Ádamo é professor da Faculdade Maurício de Nassau (Uninassau). Em nota, a Unifametro manifestou pesar pela morte de João, destacando o quanto ele era “querido por toda a comunidade acadêmica”.

Campanha

Um furgão de supermercado atropelou o casal. Amigos e familiares agora promovem campanhas para custearem despesas médicas de Ádamo. São necessários 30 mil dólares para custear o transporte, em uma UTI aérea, para um hospital com melhores condições em Bogotá.

"Quando a gente ficou sabendo que o seguro só cobriria uma parte muito pequena do valor, pensamos a campanha para conseguir o dinheiro. Ele tá com suspeita de coágulo no cérebro e uma fratura na coluna e precisa ir para Bogotá fazer os exames", explica Caio Mota, amigo das vítimas.

A meta é arrecadar pelo menos 17.500 dólares até a próxima sexta-feira, 17. “Estabelecemos essa meta pela urgência da situação, mas não é o suficiente. Ainda existem custos para ele voltar para o Brasil. A gente só quer sair do lugar e começar a agir logo”, esclarece. 

Interessados em ajudar podem doar qualquer valor:

NUBANK

Ádamo de Figueiredo Nogueira Mesquita

Agência: 0001

Conta: 4229295-3

CPF: 035.365.863-41

SANTANDER

Ádamo de Figueiredo Nogueira Mesquita

Agência: 3508

Conta-corrente: 1084433-9

CPF: 035.365.863-41

BANCO DO BRASIL

Ariel de Figueiredo Nogueira Mesquita

Agência: 4439-3

Conta-corrente: 28596-X

CPF: 070.854.393-60.