PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Comissão é criada para apurar acidente envolvendo VLTs em Fortaleza que deixou 38 feridos

A comissão nasce pela necessidade de apuração dos fatos e de eventuais responsabilidades sobre o acidente ocorrido na linha Parangaba-Mucuripe no último dia 28 de setembro

21:39 | 04/10/2019
Colisão entre veículos do VLT ocorreu no dia 28 de setembro
Colisão entre veículos do VLT ocorreu no dia 28 de setembro(Foto: Julio Caesar/O POVO)

O Diário Oficial do Estado publicou nesta sexta-feira, 4, documento que constitui a criação de uma comissão para verificar o acidente envolvendo dois Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), em Fortaleza, no último dia 28 de setembro. O documento foi assinado por Lucio Gomes, titular da Secretária da Infraestrutura do Estado do Ceará (Seinfra).

De acordo com a portaria Nº 145/2019, a comissão nasce pela necessidade de apuração dos fatos e de eventuais responsabilidades sobre o acidente ocorrido nos dois VLTs da linha Parangaba-Mucuripe que deixou 38 pessoas feridas, incluindo os dois maquinistas em estado grave.

Tiago Brasileiro Coelho, coordenador de Transportes e Obras desta Secretaria da Infraestrutura, irá coordenar a Comissão e será responsável por realizar reuniões ordinariamente e extraordinariamente, de acordo com a necessidade de convocação.

Durante o processo, será apurado se foram contratados procedimentos operacionais padrão e se existem fiscalizações de rotinas, além de informações sobre providência tomada após colisão, identificação de vítimas afetadas com detalhamento do procedimento submetido a elas e realização de estudos técnicos que ajudem na implementação de medidas preventivas.

Apesar da formação da Comissão de Apuração, o Metrô de Fortaleza (Metrofor) não está exímio da adoção de todos os procedimentos necessários para apurar responsabilidade no âmbito da empresa. Caberá ao sistema metropolitano implementar ações proposta pela Comissão e cumprir monitoramento contínuo.

O acidente envolvendo VLTs

O acidente ocorreu próximo à rotatória da BR-116 com a avenida Aguanambi, em Fortaleza, no dia 28 de setembro. Por causa da colisão frontal entre os dois VLTs da linha Parangaba-Mucuripe, 37 pessoas ficaram feridas, incluindo os dois maquinistas.

Ainda na tarde do mesmo dia, o governador do Ceará, Camilo Santana, se pronunciou sobre o acidente. "Informo que todos os esforços foram realizados pelas nossas equipes de socorro do estado e município para o imediato resgate e atendimento às vítimas", declarou por meio de publicação nas redes sociais.