Participamos do

Carrefour e startup cearense apostam em regionalismo de hortifrúti com "preço justo"

Parceria pretende garantir oferecimento de produtos regionais em todas as lojas do Carrefour com impulsionamento da agricultura familiar sustentável
09:46 | Nov. 01, 2021
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Estagiário de jornalismo
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A presença de hortaliças, frutas e demais vegetais cultivados regionalmente irá aumentar nas lojas da rede de supermercados Carrefour. Por meio da parceria com a startup Muda Meu Mundo, criada no Ceará, a empresa aposta em investir na oferta de produtos regionais a um “preço justo” conforme revela com exclusividade ao O POVO.

O intuito da startup cearense é dinamizar as relações comerciais entre pequenos produtores regionais e agricultores familiares com grandes redes varejistas. Assim, com parceria com o Carrefour, a empresa pretende modernizar as operações de venda de tais produtos, investindo especialmente em itens de hortifruti que sejam regionais.

“O apelo maior é respeitar a regionalidade, influenciar essa mudança de consumo, ampliando a oferta de produtos frescos, saudáveis e respeitando a regionalidade contribuindo para o desenvolvimento sustentável atrelando isso ao combate ao desperdício de alimentos, da produção na quantidade certa, geração menor de resíduos”, afirma Adriano Souza, diretor comercial das lojas do Carrefour no nordeste.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ele pontua ainda que a política de integração com a Muda Meu Mundo prevê uma aproximação dos alimentos frescos, saudáveis e regionais, mas sem um encargo maior ao consumidor. “Queremos discutir essa cultura que não precisamos pagar mais para comermos melhor”, complementa ao frisar que os preços praticados serão justos.

Investimento em inovação no campo

Com atuação nacional, a Muda Meu Mundo espera firmar parcerias com produtores familiares em todas as regiões e detalha ainda que o modelo de negócios pode abrigar o cultivo feito por comunidades de povos tradicionais como quilombolas e indígenas.

“Queremos desintermediar a cadeia, a gente precisa entregar para o produtor o maior valor e fazer com que o cliente tenha acesso ao melhor valor. Estamos conseguindo oferecer orgânico com preço de convencional, por exemplo e mais do que isso, pensamos também no impacto da geração do produtor e nas formas de aumentar o lucro deles”, detalha Priscilla Vera, CEO da stuatup.

Outra aposta da startup cearense é a garantia de um rastreio total do produto vendido com a identificação de quem são os produtores responsáveis por aqueles alimentos, suas condições de produção, localização, além de um histórico de cada núcleo produtor.

“Não é só o lote, estamos falando de um rastreio de um impacto, vai estar gerando dados de impacto socioambiental, é uma forma de aproximar práticas de sustentabilidade do dia a dia por meio tecnologia", afirma.

Entre os recursos a serem utilizados estão um QrCode para um perfil completo dos produtores, contendo até mesmo um vídeo de apresentação de cada um. A parceria com a Muda Meu Mundo contará ainda com oferta de assessoria técnica com formas de intensificar a produção de maneira sustentável.

Como funciona?

A startup realiza uma avaliação completa do perfil de cada produtor e frisa que somente formaliza a parceria após identificação de um grau mínimo de sustentabilidade na produção e destaca que é capaz até mesmo de liberação de microcrédito para que o produtor consiga atender uma maior demanda das redes de supermercados.

O novo modelo de negócios fruto da parceria entre a startup e o Carrefour entrou em operação na última  quarta-feira, 27 de outubro, e encontra-se em fase de mapeamento. Adriano detalha que o Carrefour está produzindo um mapa com as principais demandas de hortifrúti fresco de cada unidade no Ceará e que a partir dos resultados do levantamento começará a demandar dos produtores selecionados. 

Além disso, as demandas acompanharão a safra de cada produto com intuito de garantir a oferta de itens regionais durante todo o ano nas loja. O foco da rede é iniciar a oferta dos produtos em todas as unidades regionais ao mesmo tempo. 

Em paralelo a isso, a Muda Meu Mundo realiza um processo de assessoria técnica para garantir que os cerca de 70 produtores selecionados no Ceará tenham condições de atender a demanda do Carrefour de forma sustentável. A startup mantém ainda a busca ativa de novos parceiros pelo site e mídias sociais da marca. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags