Participamos do

Ceará deve ampliar em 11,5% área de cultivo de algodão até o fim do ano, diz Camilo

Governador também projetou recorde de produtividade na safra do produto, sem citar número, contudo
17:25 | Set. 04, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O governador Camilo Santana (PT) anunciou em suas redes sociais, neste sábado, 4, que a produção algodoeira no Ceará deve ser ampliada de 2.900 para uma área de 3.234 hectares em 2021. Isso representa uma expansão de 11,5% na comparação com 2020.

De acordo com o governador do Ceará, a colheita do algodão no Estado deve bater recorde de produtividade neste ano. Camilo não fez, contudo, uma projeção de quanto isso deve representar, no total. “Aos poucos, o estado, que já foi um dos principais produtores do país, vem retomando sua cultura de produzir o algodão”, disse o governador ao exaltar o Programa de Modernização do Algodão, executado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Camilo Santana visitou, ao longo da última semana, empreendimentos diversos na região do Vale do Jaguaribe, incluindo uma fazenda de algodão em processo de início de colheita, no município de Tabuleiro do Norte. Ele destacou, por fim, que “retomar a cultura do algodão significa aquecer a economia e gerar mais empregos aos cearenses”.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags