Participamos do

Avança negociação para implantar mais uma usina de hidrogênio verde no Ceará

Segundo a Sedet-CE há a expectativa de que um investidor assine um protocolo de intenções em até 15 dias; outras nove empresas estariam interessadas
19:00 | Abr. 14, 2021
Autor Adriano Queiroz
Foto do autor
Adriano Queiroz Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet-CE), Maia Júnior, confirmou, nesta quarta-feira, 14, que está em ritmo avançado a negociação para construção de mais uma usina de hidrogênio verde no Estado. No mês passado, já havia sido confirmado o acordo de US$ 5,4 bilhões com a empresa australiana Energix Energy para a construção de uma primeira usina do gênero no Complexo Industrial e Portuário do Pecém(CIPP).

Caso se confirme mais um acordo, avançará também a ideia de se instalar no Ceará um hub do chamado hidrogênio verde, combustível produzido praticamente sem impacto ambiental, a partir da eletrólise da água, ou seja, pela quebra da molécula de H2O por meio do uso da eletricidade. O hidrogênio extraído passa a ser utilizado então como fonte de energia e é emitido apenas vapor d’água, inofensivo para o meio ambiente. Há outras formas de obtenção de hidrogênio, a partir de combustíveis fósseis, processo considerado poluente.


De acordo com Maia Júnior, “temos dez investidores interessados em fazer o desenvolvimento de projetos como esses aqui no Ceará. Nós conversando com todos. Agora, já estamos mais próximos de uma materialização de uma segunda usina. Tal como foi feito com a empresa australiana para a primeira usina, existe outro investidor que pode finalizar a assinatura de um protocolo de intenções nos próximos quinze dias”. O titular da Sedet-CE, contudo, disse que não pode revelar o nome da empresa, por se tratar de companhia de capital aberto, com cláusulas de confidencialidade.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ele acrescentou que se reuniu, também nesta quarta, com o Conselho de Administração do Porto do Pecém para tratar do hub do hidrogênio verde, entre outros assuntos. “Participaram, inclusive representantes do Porto de Roterdã, que é um grande parceiro e apoiador do Estado do Ceará no desenvolvimento desses projetos”, destacou.

Maia Júnior citou, por fim, que o Estado negocia com uma empresa do segmento de energias renováveis, a construção de uma usina offshore (construída no mar), com capacidade instalada de 1,2GW, dentro do contexto da criação do hub do hidrogênio verde.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags