PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Caixas de som portáteis serão proibidas em Jericoacoara no Carnaval

Além de conter aglomerações, a medida busca garantir a manutenção do sossego público e a preservação ambiental da cidade, que tradicionalmente recebe uma grande demanda turística durante o Carnaval

Leonardo Maia
20:13 | 04/02/2021
Aglomerações no município foram recorrentes durante a pandemia (Foto: Ítalo Cosme/O POVO)
Aglomerações no município foram recorrentes durante a pandemia (Foto: Ítalo Cosme/O POVO)

Atualizada às 22h03min

A Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, município localizado no Litoral Oeste do Ceará, proibiu o uso de caixas de som portáteis em ambientes públicos da Vila de Jericoacoara. A medida, publicada em decreto municipal, valerá a partir da próxima quarta-feira, 10. O descumprimento pode acarretar em aplicação de multa e responsabilização civil e criminal. O valor da multa pode variar entre R$ 50 e R$ 10 mil, de acordo com a assessoria do órgão.

A fiscalização será realizada pelo Executivo municipal, com apoio do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) da Polícia Militar. A intenção é garantir o sossego público ou da vizinhança, além de garantir a preservação ambiental da Vila, que costuma receber grande demanda turística nesse período.

A administração do Município ainda proibiu o tráfego de veículos com escapamentos abertos ou modificados para intensificar sons e ruídos produzidos pelo motor. O decreto também se soma à barreira sanitária que será implantada entre os dias 10 e 17 deste mês para evitar aglomerações e conter a circulação do novo coronavírus.

Durante o período, só será permitida a entrada na vila de moradores, prestadores de serviço ou de quem tiver hospedagem comprovada. O decreto ainda prevê que as escolas terão funcionamento normal nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro e não haverá ponto facultativo no período.

Mesmo com as restrições da pandemia, a expectativa do município é não ter um impacto econômico tão significativo, segundo a assessoria de imprensa da cidade. Isso acontece porque a ocupação da rede hoteleira chegou ao máximo determinado por decreto estadual — 60% da capacidade total de operação.

Total de 11 habitantes de Jijoca de Jericoacoara morreram em decorrência da pandemia do novo coronavírus, de acordo com dados desta noite do IntegraSUS, plataforma da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa). No município, foram confirmados 1.104 casos e 162 exames seguem em investigação pela Sesa. Conforme a assessoria da administração municipal, o cenário atual de casos está "estabilizado".