Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Quadra chuvosa: 47 municípios já ultrapassam média de chuvas anual

Várzea Alegre, no Cariri, é o município que mais se destaca. A média de chuvas em 2022 na cidade já é 49,9% maior que a média normal para todo o ano

As boas previsões para a quadra chuvosa de 2022 vem se confirmando no Ceará. Até esta terça-feira, 3, 47 municípios tiveram chuvas que já ultrapassam a média anual. Em termos meteorológicos, nessas localidades as precipitações dos quatro primeiros meses de 2022 formam médias superiores às médias calculadas historicamente para os períodos entre janeiro e dezembro.

"Estamos sob influência da La Niña desde o final do ano passado e, além disso, momentos em que o oceano esteve com temperaturas elevadas também contribuíram para maiores chuvas, especialmente na faixa litorânea", explica Rafaela Gomes, meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O resfriamento das águas do oceano Pacífico equatorial facilita a ascensão de ar úmido, gerando nuvens que podem trazer chuvas constantes. 

Já no sul do Estado, as chuvas são causadas principalmente pelos sistemas de vórtices ciclônicos de altos níveis (VCANs), que formam nuvens em suas bordas. Linhas de instabilidade que se formam no leste do Nordeste brasileiro também podem trazer chuvas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A meteorologista lembra que o prognóstico divulgado em janeiro já indicava que os meses entre fevereiro e abril de 2022 apresentavam 40% de chance para precipitações acima da média histórica, 40% para chuvas dentro da normalidade no período e 20% abaixo da média.

Entre o rol de municípios, Várzea Alegre, no Cariri, é o que apresenta maior desvio positivo na média de chuvas. Enquanto o normal para todo o ano são 961,6 milímetros (mm), foi registrada média de 1.441,3 milímetros (mm) no período entre 1º de janeiro e 3 de maio – um desvio positivo de 49,9%.

Em março, o município caririense viu residências próximas maior ao açude do sítio Caraíbas serem invadidas pelas águas após fortes chuvas. Um mês depois, a cidade teve a maior chuva registrada em todo o Estado até então, acumulando 200 mm. No trecho urbano, vias ficaram intransitáveis com a precipitação. Na zona rural, também foram registrados alagamentos em sítios do município.

Regionalmente, o Litoral de Fortaleza e o Maciço de Baturité são os que mais chamam a atenção. Dos 14 municípios do Litoral da Capital, oito já tem média de chuvas acima do normal para todo o ano. No Maciço, que 14 municípios, sete também já superaram a média anual. 

Veja a lista de municípios:

Made with Flourish
 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar