PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Tiroteio é registrado em área de buscas por Lázaro Barbosa; operação continua

Não há confirmação de que o homem foi capturado durante a ação. Tiroteio foi no fim da tarde desta quinta-feira, 17, em Cocalzinho de Goiás

22:57 | 17/06/2021
A área onde aconteceu o tiroteio fica próxima à base montada pela polícia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
A área onde aconteceu o tiroteio fica próxima à base montada pela polícia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Tiroteio foi registrado na região onde acontecem as buscas por Lázaro Barbosa, suspeito de chacina de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, na tarde desta quinta-feira, 17, por volta das 17h10min. Moradores de Cocalzinho de Goiás, distrito onde a operação acontece, relatam terem ouvido mais de 50 disparos após a força tarefa ter iniciado uma movimentação tanto por terra como em helicópteros. As informações são do portal G1.

LEIA MAIS | Caso Lázaro Barbosa: tudo que se sabe sobre chacina de família em Brasília

"Meu noivo foi fazer uma entrega a uma cliente e ouviu muito tiro. Depois ele viu um helicóptero dando rasante", disse Suzana Cortes em entrevista a veículos de imprensa locais. “Muito tiro para o rumo do mato. Acho que pegaram ele. As viaturas todas descendo”, disse o noivo Marcos Douglas em áudio divulgado pelo G1.

De acordo com informações da polícia e dos bombeiros, ninguém ficou ferido. O tiroteio teria acontecido durante cerco para capturar Lázaro no mesmo local onde ele teria sido visto no início desta quinta-feira e policiais encontraram um possível esconderijo do homem. Ainda não há informações se o homem realmente foi capturado. Além das forças de segurança de Goiás e do Distrito Federal, homens da Força Nacional também reforçam as buscas.

Em plantão que interrompeu a programação, a TV Anhanguera, afiliada local da TV Globo, enfatizou que ainda não há a confirmação sobre a captura do sujeito. Conforme informações preliminares, um dos helicópteros que fazia cerco à área onde o tiroteio aconteceu teria se encaminhado para um hospital da região. 

As buscas pelo homem continuam no nono dia, com um efetivo de mais de 200 agentes de segurança de diferentes corporações, assim como helicópteros e drones com sensores de infravermelho. “Estamos nos reorganizando. Temos uma área um pouco menor para trabalhar. Não estamos descartando nenhuma informação que tem chegado. Tudo indica que ele ficou na mesma região”, disse o secretário de da Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda.

Lázaro é acusado de assassinar quatro pessoas da mesma família na última quarta-feira numa chácara do DF. Uma quinta vítima teria sido feita em Goiás. Ele ainda é investigado por balear três pessoas no último sábado, também no município de Cocalzinho de Goiás, onde se concentram as buscas. Ele já tem uma condenação por homicídio no Estado da Bahia e é também procurado no DF e em Goiás por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

(Com Agência Brasil)