PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Segundo caso de coronavírus é confirmado no Brasil

Caso foi registrado em São Paulo e o paciente infectado também retornou de viagem na Itália recentemente

18:11 | 29/02/2020
Cientistas trabalham no desenvolvimento de um tratamento contra o novo coronavírus, oficialmente nomeado de COVID-19.
Cientistas trabalham no desenvolvimento de um tratamento contra o novo coronavírus, oficialmente nomeado de COVID-19. (Foto: JEFF PACHOUD / AFP)

Mais um caso de coronavírus foi confirmado no Brasil pelo Ministério da Saúde, neste sábado, 29. O paciente infectado retornou de uma viagem na Itália e é o segundo caso da doença confirmado no País. Assim como no primeiro caso, o paciente está em São Paulo.

O Ministério ainda não informou detalhes sobre o paciente. Em nota, disse apenas ter sido notificado pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo no fim da tarde deste sábado sobre a confirmação.

 

Primeiro caso

O primeiro caso de coronavírus no Brasil foi confirmado na segunda-feira, 24, em um empresário de 61 anos na capital paulista que está em isolamento domiciliar.

Ele esteve em viagem a trabalho na Itália entre os dias 9 ao dia 21 de fevereiro, e voltou ao País na última sexta-feira, 21, com sintomas gripais como febre, coriza e tosse.

O paciente deve permanecer em casa em isolamento respiratório por 14 dias, acompanhado de médicos e outros profissionais. O resultado do primeiro teste do brasileiro foi positivo para o vírus, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Segundo a instituição, o paciente foi atendido na segunda feira, 24, e a Vigilância Epidemiológica estadual notificada na terça-feira, 25.

Em nota, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já solicitou à companhia aérea a lista de passageiros que estavam no mesmo voo do passageiro e aumentou a criticidade no monitoramento de voos internacionais de países provenientes onde há casos confirmados de coronavírus. O período em que o homem esteve na Itália a trabalho, do dia 9 ao dia 21 de fevereiro, coincide com a explosão de casos no país europeu. 

Para evitar contaminação, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão e utilizar o lenço descartável para higiene nasal. Cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo, além de evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas podem ajudar na prevenção da doença.