PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Prefeitura está concluindo plano de contingência do novo coronavírus

Primeiro caso da doença foi confirmado no Brasil na última quarta-feira; no Ceará são cinco casos suspeitos

Lais Oliveira
13:39 | 28/02/2020
Movimentação de passageiros e funcionários no aeroporto internacional de Fortaleza usando máscaras por prevenção ao coronavírus.
Movimentação de passageiros e funcionários no aeroporto internacional de Fortaleza usando máscaras por prevenção ao coronavírus. (Foto: BEATRIZ BOBLITZ)

Segundo o último balanço do Ministério da Saúde (MS), o Ceará conta com cinco casos suspeitos do novo coronavírus. Desses, quatro são em Fortaleza e um está em Crateús. No País, o número totaliza 132 casos cerca de 24 horas após a confirmação do primeiro paciente infectado por Covid-19 na quarta-fera, 26.  De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o plano de contingenciamento no novo coronavírus está "em fase de conclusão". O órgão não especificou, porém, quando pretende divulgar as ações a serem executadas.

Em nota, a SMS disse que "tem trabalhado em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado, tendo, inclusive participado de reuniões no Ministério da Saúde em Brasilia". O texto salienta a otimização dos esforços "tanto na área assistencial, quanto no controle epidemiológico e de mobilização na educação em saúde junto a população". 

Ainda na quarta-feira, 26, o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Dr. Cabeto, se reuniu com gestores e diretores de hospitais públicos e particulares para discutir o plano estadual de contingência do novo coronavírus. Todos os hospitais ficaram de encaminhar seu plano de contingência para análise da Sesa até esta sexta-feira, 28. 

Conforme a pasta, os pacientes com suspeita de infecção pelo Covid-19 estão em quarentena domiciliar aguardando pelos resultados dos exames, que poderão ser divulgados a qualquer momento. O quadro clínico deles é estável. Uma das pessoas é um médico, de 35 anos, que voltou da Itália na última semana e deu entrada no Hospital São José (HSJ).

Com a confirmação do primeiro caso do novo coronavírus no Brasil, o MS passou a enquadrar como casos suspeitos as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar e tiveram passagem por algum dos 16 países com transmissão ativa do coronavírus nos últimos 14 dias. Os critérios se estenderam para os seguintes países: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China. O Ministério deve atualizar os dados sobre a doença em coletiva de imprensa às 16 horas desta sexta-feira, 28.