Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Em súmula, árbitro do Clássico-Rei detalha expulsão de Felipe, do Fortaleza

O volante foi expulso "por dar um tapa no rosto de seu adversário (Richard)", conforme relatou Bráulio Machado em súmula

O árbitro Bráulio da Silva Machado detalhou em súmula a expulsão do volante Felipe e do auxiliar técnico Gastón Liendo, ambos do Fortaleza, após confusão generalizada por volta dos 15 minutos do primeiro tempo do Clássico-Rei.

Segundo o árbitro, Felipe foi expulso “por dar um tapa no rosto de seu adversário (Richard)”. O juiz ainda relatou que o volante resistiu a deixar o campo e o ofendeu, o chamando de “vagabundo, safado, vai se f****”, por repetidas vezes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Já o auxiliar técnico Gastón Liendo foi expulso por puxar o braço de Bráulio Machado “de forma grosseira” no momento em que o árbitro estava retornando ao campo após revisar o lance que culminou na expulsão de Felipe.

Pivô da confusão, o volante Richard levou amarelo “por trocar empurrões com um adversário no momento em que a partida estava paralisada”.

Bráulio Machado ainda relatou que uma garrafa foi arremessada em direção a equipe de arbitragem das arquibancadas para o campo, mas não conseguiu identificar o torcedor que cometeu o delito. Ele também destacou sobre a paralisação devido aos sinalizadores, onde afirmou que informou ao delegado da partida o pedido de solicitar ao responsável pelo sistema de som da Arena Castelão para comunicar a torcida que apagasse os sinalizadores.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar