Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Técnico Juan Pablo Vojvoda completa um ano à frente do Fortaleza; veja números

Argentino conseguiu três títulos com o Tricolor, todos de forma invicta, além de outros fatos notáveis, como levar o clube pela primeira vez à Copa Libertadores da América

No meio da tarde do dia 4 de abril de 2021, exatamente um ano atrás, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, por meio de live no Instagram do clube, anunciou o novo treinador do Tricolor. A diretoria havia optado por contratar o argentino Juan Pablo Vojvoda, praticamente desconhecido no Brasil. Por isso, logo após confirmá-lo, o dirigente tratou de justificar a escolha.

“É um cara moderno, que gosta da bola, do jogo construído desde os zagueiros, que agride o adversário. É estudioso e muito ligado em tecnologia e informação”, disse Paz, citando alguns trabalhos do treinador em outros clubes: “Tem histórico recente muito bom de equipes com perfil do Fortaleza, como o Talleres, de Córdoba, que levou ao sexto lugar na Argentina; como o Defensa y Justicia, que levou para a Copa Sul-Americana; e conseguiu inédito vice campeonato com o (Unión) La Calera, no Chile, com um dos menores orçamentos, e o time está jogando a Libertadores”, enumerou.

Um ano se passou e o trabalho desempenhado por Vojvoda no Tricolor mostrou que a análise da direção, que demorou alguns dias para fechar com o técnico argentino, havia sido correta. O Leão passou a ser um time intenso, com fome de gols e ousado. Fez grandes partidas e derrotou adversários tecnicamente superiores na casa deles. Com jogadores adaptados a funções diferentes das originais e um elenco que comprou a ideia do treinador, o argentino conseguiu fazer no Fortaleza algo semelhante aos exemplos citados pelo presidente do clube antes do início do trabalho.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com Vojvoda, o Fortaleza fez sua melhor campanha na Série A de pontos corridos, terminou em um 4º lugar impensado antes do início da competição, com direito a estar entre os seis melhores de ponta a ponta e ficar no G-4 em 31 das 38 rodadas. Esse resultado deu ao clube uma vaga inédita na Copa Libertadores. Na Copa do Brasil, mais um recorde, com uma disputa inédita de semifinais. Fora isso, o argentino conseguiu conquistar três títulos (dois Campeonato Cearenses e uma Copa do Nordeste), todos de forma invicta.

Quando se enumeram os fatos, parece até que Vojvoda está há mais tempo no clube, mas isso foi feito apenas no primeiro ano de trabalho. E para quem gosta de contar do dia em que o treinador começou a dar expediente, ainda falta uma semana para completar o primeiro ciclo.

Desde que foi oficializado como técnico do Fortaleza, os números do Juan Pablo Vojvoda são os seguintes: 76 jogos, 39 vitórias, 16 empates e 21 derrotas, o que dá um aproveitamento de 58,33%. Com o comando técnico dele, o Leão marcou 123 gols e sofreu 75, tendo um saldo positivo de 48 tentos até aqui.

Em 2021, o técnico venceu praticamente metade dos jogos que disputou (25 de 51) e teve desempenho superior a 50% nas três competições na qual comandou o Tricolor (no Estadual, sobrou, com mais de 86%).

Na atual temporada, o aproveitamento está em 64% (tendo chegado a 72,2% na Copa do Nordeste e 88,8% no Cearense), com o time tendo vencido 14 jogos de 25 disputados desde a estreia.

Se é verdade que Vojvoda completa um ano à frente do Tricolor em um momento de certa turbulência, já que o time perdeu as três primeiras partidas na Série A do Brasileiro e começou com duas derrotas na Libertadores, por outro, o treinador não sofreu tanto com o desgaste natural de uma permanência longa, o que mostra a solidez da campanha construída pelo argentino.

Números de Juan Pablo Vojvoda no Fortaleza

Em 2021:

  • 51 jogos
  • 25 vitórias
  • 10 empates
  • 16 derrotas
  • 77 gols marcados
  • 57 gols sofridos
  • 20 gols de saldo
  • 55,5% de aproveitamento

Campeonato Cearense

  • 5 jogos
  • 4 vitórias
  • 1 empate
  • 0 derrotas
  • 20 gols marcados
  • 1 gol sofrido
  • 19 gols de saldo
  • 86,6% de aproveitamento
  • Campeão invicto

Copa do Brasil

  • 8 jogos
  • 4 vitórias
  • 2 empates
  • 2 derrotas
  • 13 gols marcados
  • 11 gols sofridos
  • 2 gols de saldo
  • 58,33% de aproveitamento
  • Chegou às semifinais

Série A

  • 38 jogos
  • 17 vitórias
  • 7 empates
  • 14 derrotas
  • 44 gols marcado
  • 45 gols sofridos
  • saldo negativo de 1 gol
  • 50,8% de aproveitamento
  • Inédito 4º lugar (melhor campanha da história do Fortaleza nos pontos corridos)
  • Conquista de vaga inédita para a libertadores

Em 2022:

  • 25 jogos
  • 14 vitórias
  • 6 empates
  • 5 derrotas
  • 46 gols marcados
  • 18 gols sofridos
  • 28 gols de saldo
  • 64% de aproveitamento

Copa do Nordeste

  • 12 jogos
  • 7 vitórias
  • 5 empates
  • 26 gols marcados
  • 8 gols sofridos
  • 18 gols de saldo
  • 72,2% de aproveitamento
  • Campeão invicto

Cearense

  • 6 jogos
  • 5 vitórias
  • 1 empate
  • 13 gols marcados
  • 1 gols sofrido
  • 88,8% de aproveitamento
  • Campeão invicto

Copa do Brasil

  • 1 jogo
  • 1 vitória
  • 3 gols marcados
  • 100% de aproveitamento

Libertadores

  • 3 jogos
  • 1 vitória
  • 2 derrotas
  • 3 gols marcados
  • 5 gols sofridos
  • Saldo negativo de 2 gols
  • 33,3% de aproveitamento

Série A

  • 3 jogos
  • 3 derrotas
  • 1 gol marcado
  • 4 gols sofridos
  • Saldo negativo de 3 gols
  • 0% de aproveitamento

Total:

  • 76 jogos
  • 133 pontos ganhos (de 228 disputados)
  • 39 vitórias
  • 16 empates
  • 21 derrotas
  • 123 gols marcados
  • 75 gols sofridos
  • 48 gols de saldo
  • 58,33% de aproveitamento

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar