PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Felipe explica permanência no Fortaleza e mira duelo contra CRB: "Jogo de 180 minutos"

Volante aponta questão familiar para recusar proposta do Al-Fayha, da Arábia Saudita, comenta dupla com Éderson e fala sobre confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil

19:51 | 27/07/2021
Volante Felipe em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)
Volante Felipe em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)

Exatamente uma semana após recusar a proposta de empréstimo do Al-Fayha, da Arábia Saudita, o volante Felipe explicou que optou pela permanência no Fortaleza por questões familiares e pelos objetivos no clube, comentou a dupla de sucesso com Éderson e falou sobre o duelo diante do CRB-AL, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Na última terça-feira, 20, o camisa 15 do Tricolor rejeitou a oferta árabe, que previa pagamento de 250 mil dólares (cerca de R$ 1,3 milhão na cotação atual) por empréstimo até o final da temporada local - metade de 2022 - e opção de compra no valor de R$ 1,2 milhão de dólares (R$ 6,3 milhões).

Em conversa com dirigentes e o treinador Juan Pablo Vojvoda, o meio-campista foi convencido a ficar no Pici pela identificação com o Leão, a possibilidade de terminar a temporada mais valorizado com a campanha no Campeonato Brasileiro e o fator familiar, já que a esposa está grávida.

LEIA MAIS

+ Técnico do Fortaleza justifica por que decidiu morar no Pici e diz que precisa conhecer mais a cidade
+ Exclusivo: Vojvoda explica o que tem sido crucial para a campanha do Fortaleza além da intensidade
+ Pela Copa do Brasil, Fortaleza tenta igualar melhor campanha de sua história

"Conversei com a minha família, com a minha esposa, que está grávida, como todo mundo sabe. Então achei melhor, no momento, segurar, ficar no Fortaleza, pelo momento que a gente está passando também. Quero conquistar mais coisas pelo Fortaleza esse ano", justificou.

"Cheguei em 2015, mas acabei jogando só em 2016. Venho crescendo junto com o clube, não só eu, como outros atletas, tipo o Bruno (Melo), Edinho também, que foi e voltou. A gente está nessa crescente muito grande, está dando tudo certo e é dar continuidade", disse.

Em 2021, Felipe tem formado dupla no meio-campo com Éderson, que chegou por empréstimo do Corinthians-SP e rapidamente se firmou como titular. O desempenho e o entrosamento da dupla têm agradado à torcida, e o volante atribuiu o acesso à força coletiva.

"Não só eu e o Éderson, mas também se jogar Ronald e Éderson ou até quem não vem jogando, como o time está bem encaixado, todo mundo se sai muito bem. Está dando certo e é dar continuidade nos trabalhos nessa pegada forte", ponderou.

Na terceira posição da Série A, com 27 pontos, o Fortaleza agora volta as atenções para encarar o CRB-AL, na próxima quinta-feira, 29, às 16h30min, na Arena Castelão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Felipe assegura que a equipe deve manter o modelo de jogo para tentar bater o adversário alagoano e avançar no torneio.

"A gente tem que jogar da mesma forma, independente de quem venha jogar contra a gente aqui. É um jogo de 180 minutos, muito difícil. O primeiro jogo vai valer muito a pena, então a gente tem que jogar da mesma maneira que vem jogando para fazer um resultado bom", pontuou.