PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Identificação, família e chance de novas ofertas: saiba por que Felipe decidiu ficar no Fortaleza

No Pici desde 2015 e titular absoluto do Leão, volante pondera status no clube, gravidez da esposa e possibilidade de outras propostas ao final da temporada para permanecer

20:43 | 20/07/2021
Volante Felipe em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)
Volante Felipe em treino do Fortaleza no Centro de Excelência Alcides Santos, no Pici (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)

Com informações de Brenno Rebouças

Nesta terça-feira, 20, o volante Felipe decidiu rejeitar a proposta do Al-Fayha, da Arábia Saudita, e permanecer no Fortaleza. Com contrato até o final de 2023, o camisa 15 levou em conta a identificação com o clube do Pici, o bom momento na equipe de Juan Pablo Vojvoda, o fator familiar e a possibilidade de receber novas ofertas ao final da temporada, apurou o Esportes O POVO.

O clube árabe formalizou interesse há cerca de uma semana e estava disposto a pagar 250 mil dólares (cerca de R$ 1,3 milhão na cotação atual) por empréstimo até o final da temporada árabe - metade de 2022 - e estabelecer opção de compra no valor de R$ 1,2 milhão de dólares (R$ 6,3 milhões). Felipe se mostrou balançado com a oportunidade, enquanto o Tricolor aguardava uma decisão por ter firmado acordo de aceitar negociação com clubes do exterior.

Com a definição nas mãos do meio-campista, o Leão apresentou argumento para persuadi-lo a permanecer. O jogador conversou com o treinador argentino e com o diretor de futebol Alex Santiago e foi convencido a ficar. O encaixe ao modelo de jogo do comandante, inclusive, foi um dos tópicos considerados.

No Fortaleza desde 2015, de perseguido a ídolo da torcida, com 239 partidas disputadas e oito títulos conquistados, Felipe também ponderou a identificação com o clube e a possibilidade de uma temporada histórica - a equipe está na terceira posição da Série A. O bom desempenho passa também pela presença do jogador, peça-chave na equipe e titular absoluto ao lado de Éderson.

A reboque do rendimento em campo e dos resultados do Tricolor, o camisa 15 também abre a chance de despertar interesse de outros mercados e receber propostas melhores - tanto em termos financeiros quanto a nível técnico.

O entorno do maranguapense também foi levado em conta. De personalidade introspectiva, o volante é bastante apegado à família e aos amigos e poderia ter dificuldade de adaptação à Arábia Saudita, principalmente em razão de restrições na entrada de estrangeiros. Além disso, a esposa do atleta está grávida e Felipe poderia estar ausente no nascimento e nos primeiros meses de vida do filho.