PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Em alta no Fortaleza, David tem multa de R$ 100 milhões para o exterior

Com quatro gols em três jogos, camisa 17 valoriza confiança de Rogério Ceni, ganha moral com torcida e tem multas rescisórias milionárias

20:50 | 19/10/2020
Atacante David balançou as redes quatro vezes nos últimos três jogos pelo Tricolor (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)
Atacante David balançou as redes quatro vezes nos últimos três jogos pelo Tricolor (Foto: Aurelio Alves/ O POVO)

Questionado pelas atuações com a camisa do Fortaleza desde a retomada das competições do futebol brasileiro e, sobretudo, pelas chances desperdiçadas, o atacante David conseguiu virar a maré em pouco mais de uma semana. Em dez dias, o camisa 17 anotou quatro gols e superou a má fase com respaldo do técnico Rogério Ceni.

O novo momento gera brincadeiras nas redes sociais, como a "fila do perdão" de torcedores, e também um novo olhar no mercado da bola pela valorização do atacante de 25 anos. O Esportes O POVO apurou os valores da multa rescisória do vínculo com o Tricolor: R$ 30 milhões para o mercado nacional e 15 milhões de euros (R$ 99 milhões pela cotação atual) para clubes do exterior.

"O David fez dois gols, e isso é importante para ele ganhar confiança. Tem jogado mais próximo ao gol, é um jogador que tem velocidade, está começando a ter presença de área. É superimportante para que o torcedor aprenda cada vez mais a gostar do David. Os jogos bons e ruins vão acontecer, mas ele é um cara extremamente dedicado, profissional, ajuda muito, é um menino muito bom de se trabalhar no dia a dia. Fico feliz que ele esteja dando retorno que o Fortaleza esperava", destacou Rogério Ceni, em entrevista coletiva no último domingo, 18.

Depois de balançar as redes no triunfo por 3 a 0 sobre o Náutico, no dia 14 de março, quando o Leão do Pici atuou pela última vez antes da paralisação em razão da pandemia de covid-19, David passou 20 jogos em jejum. O desempenho em campo e os gols perdidos aumentavam a cobrança, mas o treinador bancou o jogador como titular absoluto.

Diante do líder Atlético-MG, na Arena Castelão, o camisa 17 passou a construir a nova fase e marcou um dos gols na vitória por 2 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. Cumpriu suspensão automática no empate sem gols com o Coritiba e voltou a campo com gol diante do São Paulo, no empate em 3 a 3, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

"É um momento que eu estou muito feliz. Eu cheguei e pude fazer gols, depois fiquei um bom tempo sem fazer. Lógico que isso me incomodou muito, mas estava bem tranquilo em relação ao comportamento do time, as vitórias estavam vindo, só a bola que não estava entrando. Agora, está entrando e eu quero manter a sequência, continuar fazendo gols", festejou.

No triunfo por 2 a 0 sobre o Palmeiras, no dia do aniversário do clube, David atuou mais centralizado no setor ofensivo e mostrou oportunismo e senso de posicionamento para marcar os dois gols.

"Desde o começo do Brasileiro eu já estava fazendo essa função que o Rogério me botou, pela confiança que ele tem em mim, falou que eu poderia ajudar ali. Fico muito feliz por estar ajudando. No começo, lógico, foi um pouquinho diferente para mim até acostumar, adaptar, mas fico feliz pela oportunidade de estar fazendo outra posição. A dedicação é a mesma, agora as bolas estão entrando. Fico muito feliz por isso e espero dar sequência para a gente estar sempre buscando o melhor", afirmou.

Em janeiro, o Fortaleza adquiriu 45% dos direitos econômicos do atacante por R$ 5 milhões, com contrato por três anos. David soma 34 partidas disputas na temporada e sete gols marcados.

Invicto há dez jogos, o Tricolor volta a campo diante do Ceará, na próxima quarta-feira, 21, às 21h30min, na Arena Castelão, pela final do Campeonato Cearense. No jogo de ida, o Leão venceu por 2 a 1 e tem a vantagem pela melhor campanha para conquistar o título.