PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Com um jogador a menos, Fortaleza vence o Atlético-MG por 2 a 1; veja os gols

Gols do Tricolor do Pici foram anotados por David e Bruno Melo; Galo descontou com Eduardo Sasha

Iara Costa
23:30 | 07/10/2020
Gol de Bruno Melo. Fortaleza x Atlético-MG pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2020. Jogo sem público em recorrência da pandemia do novo coronavírus.  (Foto: Julio Caesar/ O POVO)
Gol de Bruno Melo. Fortaleza x Atlético-MG pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2020. Jogo sem público em recorrência da pandemia do novo coronavírus. (Foto: Julio Caesar/ O POVO)

Emoção não faltou e foi com esse sentimento que o Fortaleza venceu o líder Atlético-MG por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, 7, no Castelão. O Tricolor do Pici iniciou a vitória com gol de David, tomou o empate com Sasha na primeira etapa, mas alcançou os três pontos aos 40 minutos do segundo tempo com Bruno Melo. 

Com o resultado, o Leão sobe para a nona colocação com 20 pontos somados e está há cinco jogos sem perder. Já o Galo, com o revés, segue com 27 pontos na liderança do certame. 

Na próxima rodada o Fortaleza vai até Curitiba, onde enfrenta o Coritiba, no Couto Pereira. A partida será realizada no próximo sábado,10, às 19 horas. O Atlético-MG joga no mesmo dia, mas às 21 horas, no Mineirão, diante do Goiás.

O jogo

 

Intensidade foi o que não faltou no duelo, especialmente nos 10 primeiros minutos de partida. Como dono de casa, o Fortaleza apresentou sua proposta de jogo logo aos 14 segundos, quando em um ataque de velocidade pela esquerda, David fez a primeira finalização da partida. O Atlético não deixou de mostrar suas cartas também e logo aos cinco minutos obrigou Felipe Alves a fazer a primeira defesa do jogo com um chute de Sasha. 

Passados os primeiros 10 minutos, a equipe comandada por Jorge Sampaoli passou a dominar a posse de bola e pressionar, mas encontrava pouco espaço para avançar rumo ao gol do Tricolor do Pici. Vendo que a pressão com a bola no chão não estava sendo tão efetiva, o Galo passou a se aproveitar melhor dos conta-ataques e também a utilizar mais a bola aérea com longos lançamentos. 

Com essa proposta de jogo do Atlético, o Leão passou a tomar um pouco mais a bola para si, explorando os lados do campo para ir ao gol de Everson. Foi do meio, contudo, que saiu o primeiro gol da partida. Em uma saída errada da equipe visitante, Tinga recuperou a bola e tocou para David que, vendo a marcação mal postada do Galo, finalizou e abriu o placar no Castelão. 

No minuto seguinte à comemoração, entretanto, preocupação no Fortaleza. Por uma falta cometida, Felipe tomou o segundo amarelo da partida e foi expulso. Em meio as reclamações do elenco tricolor, David sentiu dores na coxa e teve de ser substituído por Yuri César. 

O time até se postou como quem quisesse ir ao intervalo com a vitória parcial, mas aos 41 minutos Sasha frustou os planos do Leão e após receber cruzamento pela direita, mandou a bola para o fundo das redes de Felipe Alves. 

A segunda etapa iniciou com mudanças. O técnico Rogério Ceni tirou Romarinho e deu o lugar no ataque ao Osvaldo, enquanto Sampaoli tirou Fábio Santos e colocou Marquinhos. Com um jogador a menos para a segunda etapa, o Fortaleza viu o Atlético crescer no duelo. Aos cinco minutos, Keno quase abriu o placar, mas Felipe Alves estava bem posicionado e fez grande defesa.

Dois minutos depois, foi a vez de Marquinhos tentar virar o duelo, mas o jogador acabou perdendo um gol feito debaixo das traves do Tricolor. As chegadas do Galo eram abundantes, mas pouco efetivas em relação a finalização de modo que, quem quase sentiu o gosto da vitória primeiro foi o Leão. Aos 20 minutos, de fora da grande área, o atacante Yuri César finalizou e balançou as redes de Everson, mas o gol foi anulado por impedimento sinalizado pelo VAR. 

Foi do banco de reservas, e com uma faixa na testa se recuperando da lesão ocorrida no Clássico-Rei, que saiu o gol da vitória. De cabeça, aos 40 minutos, Bruno Melo colocou o Fortaleza na frente no placar após receber lançamento de Osvaldo. O Atlético seguiu pressionando, mas não conseguiu sair da Arena Castelão com qualquer ponto somado.