PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Fortaleza mira retorno de Marcinho e "seca" time chinês por eliminação

Atacante quer voltar ao Brasil e interessa ao Tricolor, mas negociação depende de insucesso dos chineses em campo para ser concretizada

17:30 | 14/10/2020
Atacante Marcinho, ex-Fortaleza, em partida do Chongqing Dandai Lifan pela Super Liga da China (Foto: Divulgação/Chongqing Dandai Lifan)
Atacante Marcinho, ex-Fortaleza, em partida do Chongqing Dandai Lifan pela Super Liga da China (Foto: Divulgação/Chongqing Dandai Lifan)

A abertura da janela de transferências internacionais na última terça-feira amplia o radar do Fortaleza na busca por reforços. Vendido para o Chongqing Dangdai Lifan, da China, no meio do ano passado, o atacante Marcinho é o principal alvo do Leão e deseja retornar ao Brasil. Para concretizar a negociação, porém, os tricolores precisam torcer pela eliminação do time chinês na fase eliminatória da liga nacional.

A informação foi divulgada inicialmente pelo Futebolês e confirmada pelo Esportes O POVO. O possível retorno do atacante de 25 anos, por empréstimo, tem o aval do técnico Rogério Ceni e é pretendido pela cúpula do clube desde o final da última temporada, mas a pandemia de covid-19 freou as conversas. O arquirrival Ceará também demonstrou interesse à época por indicação do executivo de futebol Jorge Macedo, que trabalhou com o jogador no Internacional-RS.

A primeira passagem de Marcinho pelo Pici foi em 2018, na Série B do Campeonato Brasileiro. O extremo disputou 25 partidas e balançou as redes três vezes. O desempenho agradou, e o atacante estendeu o vínculo até o final de 2019, mas deixou o clube em junho. Antes disso, entrou em campo 23 vezes e anotou quatro gols.

Dono dos direitos econômicos do atacante, o Inter ficou satisfeito com a proposta do Chongqing Dangai Lifan e concretizou a venda por 1 milhão de euros. O Fortaleza, pelos 10% de taxa de vitrine, ficou com 100 mil euros (cerca de R$ 440 mil pela cotação da época). Marcinho viu a oportunidade como garantia de independência financeira e assinou contrato até 2024.

De lá para cá, o camisa 22 entrou em campo em 21 jogos - acionado no decorrer da partida, na maioria das vezes - e marcou um gol. O único tento, aliás, foi no mês passado, na derrota por 3 a 2 para o Shanghai SIPG, dos brasileiros Oscar, Hulk e Ricardo Lopes - este último com breve passagem pelo Leão do Pici, em 2014.

Após pouco mais de um ano na China, Marcinho quer voltar ao Brasil. Ciente da situação, o Fortaleza deseja repatriá-lo e terá que contar com o insucesso do Chongqing Dandai Lifan dentro de campo. O clube asiático encara o Jiangsu Suning nos dias 19 e 24 deste mês na reta decisiva da Super Liga nacional. Caso avance de fase, não há negociação. Se for eliminado, o atacante deve ser emprestado ao Tricolor.