PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Fortaleza tenta repatriar atacante Marcinho para a temporada de 2020

O jogador pertence ao Chongqing Dangdai Lifan FC, da China, e tem contrato até 2024, segundo o Transfermarkt

10:45 | 03/01/2020
Marcinho marcou quatro gols em 23 jogos pelo Fortaleza em 2019, antes de ir para o futebol chinês
Marcinho marcou quatro gols em 23 jogos pelo Fortaleza em 2019, antes de ir para o futebol chinês (Foto: Júlio Caesar/O POVO)

O Fortaleza se movimenta nos bastidores do mercado da bola para repatriar o atacante Marcinho, que vestiu a camisa tricolor nas temporadas de 2018 e 2019. O jogador pertence ao Chongqing Dangdai Lifan FC, da China, e tem contrato até 2024, segundo o Transfermarkt.

+ Romarinho recebe sondagem de clube da Turquia; Fortaleza desconhece interesse

O Esportes O POVO apurou que o Leão já fez contato para tentar viabilizar a vinda de Marcinho para a temporada de 2020. O clube chinês comprou o passe do atacante no ano passado e pagou cerca de R$ 4 milhões para tirá-lo do Internacional. Com a compra em julho, o atacante, que estava emprestado ao Tricolor do Pici na época, precisou deixar a equipe cearense no meio da temporada.

+ Fortaleza encaminha renovação de contrato com o zagueiro Paulão

Na China, Marcinho atuou em apenas dez partidas e não balançou as redes pelo Dangdai, de julho de 2019 a janeiro de 2020. No time chinês, o atacante de 24 anos foi comandado por Jordi Cruijff, filho do lendário Johan Cruyff, e companheiro de Fernandinho e Alan Kardec.

Detalhes que podem facilitar saída de Marcinho

Para o jornalista Eduardo Procópio, do site China Brasil Futebol, Marcinho teve poucas chances no Dangdai. A falta de adaptação ao futebol chinês pode ter sido um dos motivos para a baixa minutagem em campo, totalizando 382 minutos.

Uma regra no futebol chinês pode facilitar a negociação envolvendo o atacante e o Fortaleza. Na liga chinesa, cada equipe só pode utilizar três estrangeiros ao mesmo tempo dentro de campo e um no banco de reservas. Além de Marcinho, Alan Kardec e Fernandinho, o Dangdai tem no elenco o meia polonês Adrian Mierzejewski, que atuou em 28 jogos e marcou quatro gols. Os outros dois brasileiros são peças importantes do clube e somaram 50 jogos e 19 gols juntos.

Em dezembro, o Dangdai fechou com mais um atacante brasileiro. Marcelo Cirino deixou o Athletico-PR e acertou com o clube chinês. Diante do cenário, a tendência é de que os chineses não dificultem a saída de Marcinho.

No Fortaleza, o jogador foi peça importante na campanha até o título da Série B 2018, quando jogou 25 partidas e balançou as redes por três vezes. No ano seguinte, disputou 23 jogos pelo Leão e marcou quatro gols.

Listen to "#82 - Balanço da temporada de 2019 de Ceará e Fortaleza" on Spreaker.