Participamos do

Técnico do Floresta explica jogada ensaiada de gol que viralizou na Copinha

A equipe comandada por Daniel Rocha goleou o Forte Rio Bananal na última rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior; treinador explica a jogada que resultou em gol e que acabou viralizando nas redes sociais
17:07 | Jan. 12, 2022
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Mesmo entrando em campo já eliminado na última rodada da fase de grupos da Copinha, o Floresta goleou o Forte Rio Bananal por 4 a 2, com direito a um golaço marcado por Iarley em jogada ensaiada na batida de escanteio. O lindo gol, que foi o terceiro do Floresta no jogo, rapidamente viralizou nas redes sociais e gerou explicação do treinador do Lobo da Vila Manoel Sátiro.

O técnico Daniel Rocha afirmou que já havia tentado realizar a jogada ensaiada em uma outra partida da Copinha, mas sem êxito, e explica como a aprendeu.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Essa jogada eu aprendi em 2015, com o professor Juca Antonello, ele era o treinador do Sub-17, eu era treinador do Sub-13 e aí eu guardei ela. Sempre treinei, mas graças a Deus os meninos puderam fazer no tempo certo, tinha tentando até contra o Flamengo mas não tinha dado certo, e dessa vez foi. Parabenizar os meninos, eles tiveram coragem de fazer, personalidade pra tentar e saiu um belo gol”, declarou o treinador.

Além disso, Daniel Rocha falou sobre a participação da equipe na Copa São Paulo de Futebol Júnior e projeta nova vaga para disputa do torneio na próxima temporada.

“A nossa participação na copinha poderia ter sido melhor. Acho que a gente sentiu o primeiro jogo, a ansiedade de estreia e inexperiência na competição. Pegamos logo o Oeste que é uma equipe que tem experiência, tem um nível competitivo maior, equipe mais velha e já são acostumados a jogar no profissional. Sem falar o enfrentamento a nível paulista, que é muito mais pesado que o nosso em Fortaleza e isso fez muita diferença. A gente perdeu muito mais também pela imaturidade do que propriamente pela qualidade técnica. E ainda mais com um Flamengo na mesma chave. Então isso nos deixa um pouco aliviados na desclassificação. E fica aquele gostinho de quero mais, e agora é levantar a cabeça e trabalhar forte em 2022 pra que a gente consiga a vaga novamente e possa vir em 2023” concluiu.

Por Pedro Mairton, especial para O POVO

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags