Participamos do

Na Série C, Ferroviário não depende só de si para entrar no G-4; confira os cenários

Com o empate contra o Manaus no último domingo, 19, o Ferrão se complicou na tabela e, além de vencer, precisará torcer por outros resultados
13:17 | Set. 20, 2021
Autor Horácio Neto
Foto do autor
Horácio Neto Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após a penúltima rodada da fase de grupos da Série C, o Ferroviário conseguiu um empate fora de casa, na Colina, contra o Manaus, por 1 a 1. Devido ao resultado, o Tubarão não depende mais de si para entrar no G-4. Com 24 pontos e na quinta posição, o Ferrão ficou a dois do Botafogo (4º) e do último adversário, o Gavião do Norte (3º). Já a três do Paysandu (1º) e da Tombense-MG (2ª), a equipe da Barra não pode mais alcançar o Papão e para ultrapassar os mineiros, precisaria superar uma diferença de seis gols no saldo.

 

O Paysandu garantiu sua vaga com uma vitória fora de casa, no Albertão, contra o Altos-PI, por 3 a 2. Com 27 pontos e na liderança, os paraenses ainda poderiam ser alcançados em pontos pelo Ferrão, mas não seriam superados no número de vitórias – atualmente está sete contra cinco e os cearenses chegariam ao máximo de seis triunfos. Restando três clubes com as vagas ameaçadas no G-4, confira os cenários que o time Coral poderia roubar a posição de um deles.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A mais plausível é uma derrota do Manaus para o líder Paysandu, no Curuzu, e um triunfo do Ferrão contra o Floresta. A equipe amazonense não teve bons resultados longe de seus domínios, somando cinco derrotas, um empate e duas vitórias. Do outro lado, o Papão precisa vencer para garantir a primeira colocação sem depender de nenhum resultado. Com esse cenário, o Gavião do Norte se manteria com 26 pontos e o Ferroviário chegaria aos 27, roubando a vaga na última rodada. Um empate no confronto do Norte não daria a colocação aos cearenses, já que o Manaus tem sete vitórias e o Tubarão pode chegar no máximo a seis.

Outra situação possível, porém, menos provável, é a derrota do Botafogo-PB fora de casa, no Arruda, contra o já rebaixado Santa Cruz. Enquanto o Belo luta para garantir o acesso na próxima fase, um triunfo do Santinha não o tiraria nem da lanterna do Grupo A. Ainda que um empate entre as equipes nordestinas deixaria o Ferroviário vivo na briga, o Coral precisaria superar três gols de saldo – a diferença atual é de seis contra três.

A última circunstância de conseguir uma vaga seria contar com a derrota da Tombense-MG, fora de casa, no Raulino de Oliveira, contra o Volta Redonda-RJ. Na sexta colocação e com 23 pontos, a chance de o Voltaço ir para a próxima fase da Série C é pequena, precisando vencer e golear os mineiros. Caso ocorra, o resultado seria bom para o Ferrão, que só pode empatar em pontos e ainda terá que tirar a diferença de seis gols no saldo (atualmente a diferença é de nove contra três).

Com estas perspectivas, o Ferroviário entra em campo contra o Floresta, decidindo a vida na Série C, na última rodada da fase de grupos. O confronto acontecerá neste sábado, 25, às 17 horas, no Vovôzão, pela 18ª rodada da terceira divisão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags