PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Fora contra o Bragantino, Jael é o atacante com menos minutos no Ceará

Com quatro jogadores que já fizeram a função de centroavante em Porangabuçu (Vizeu, Cléber, Saulo e Yony), o "Cruel" é o que menos recebeu oportunidades

12:23 | 01/07/2021
Jael é o atacante com menos minutos no Ceará (Foto: FABIO LIMA/O POVO)
Jael é o atacante com menos minutos no Ceará (Foto: FABIO LIMA/O POVO)

Atacante Jael ficará fora de mais uma partida do Ceará, agora no confronto desta quinta, 1ª, contra o Bragantino. O clube informou que o atleta ficou em Fortaleza para aprimorar a parte física após a recuperação da Covid-19. Contratado para assumir a posição de centroavante no Alvinegro, Jael é o atleta da posição com menos minutos em campo, 396. Felipe Vizeu (979) – que não atua mais em Porangabuçu –, Cléber (927), Saulo Mineiro (1562) e até Yony González (444) tiveram mais tempo em campo que o "Cruel".

+ Charles é vendido por 900 mil euros, segundo portal; veja quanto Ceará receberá 

+ RB Bragantino x Ceará: onde assistir à transmissão, escalação provável e horário

Com 12 partidas vestindo a camisa do Vovô, Jael balançou as redes três vezes. As ocasiões foram na Copa do Nordeste, uma contra o Botafogo-PB, na fase de grupos, e as outras duas na final contra o Bahia. O pouco tempo em campo dá ao atacante uma média de um gol a cada 132 minutos, a melhor dentre os homens de frente do clube.

Outro ponto que mostra a pouca utilização do jogador são os minutos em campo das partidas em que Jael jogou. Dos 12 confrontos, Guto escalou o jogador entre os iniciais em quatro ocasiões e o substituiu em todas elas (Ferroviário, Bolívar, Fortaleza e Jorge Wilstermann). Nos oito jogos restantes, o Cruel entrou somente na segunda etapa.

O pouco uso reflete um problema que o Ceará tem tido em definir o seu “camisa 9”. Desde a saída de Arthur para o Palmeiras, em 2018, o Vovô ainda não conseguiu achar o dono da posição. Neste recorte, excluindo os da atual temporada, fizeram a função de centroavante no clube: Ricardo Bueno, Felippe Cardoso, Bérgson, Rafael Sóbis e Rodrigão. Dentre os atacantes, Bueno é maior goleador com 10 tentos. Com exceção de Rodrigão, que teve 471 minutos, todos passaram dos 1000 minutos pelo Alvinegro.

Sem Jael na partida, o Ceará enfrenta o líder e último invicto Bragantino, nesta quarta, 1ª, às 16 horas, no Nabi Abi Chedid, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Com 17 pontos, o Massa Bruta está isolado na primeira colocação. O Vovô somou nove pontos e ocupa a 13ª posição.