Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

"Temos que buscar a vitória", diz Bruno Pacheco, do Ceará, sobre Clássico-Rei da Série A

Lateral-esquerdo avaliou o bom momento da equipe no Brasileirão e fez projeções para o duelo diante do Fortaleza
20:41 | Jul. 30, 2021
Autor - Mateus Moura
Foto do autor
- Mateus Moura Autor
Tipo Noticia

O primeiro Clássico-Rei da Série A do Campeonato Brasileiro 2021 está próximo. Neste domingo, 1 de agosto, às 20h30min, na Arena Castelão, Ceará e Fortaleza se enfrentam pela 14ª rodada da competição. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, 30, em Carlos de Alencar Pinto, o lateral-esquerdo Bruno Pacheco avaliou o momento da equipe no Brasileirão e ressaltou a importância de vencer o clássico.

Na 7ª colocação da Série A e com uma sequência invicta de nove jogos – três vitórias e seis empates –, o Alvinegro, que soma 19 pontos em 13 rodadas, tem o seu melhor início no Brasileirão desde o seu retorno à elite do futebol nacional em 2018. Apesar da boa campanha, o camisa 6 do Ceará acredita que é necessário melhorar alguns aspectos na construção ofensiva da equipe, como posse de bola e finalização.

"Sempre tem que melhorar. Independente da colocação. Sabemos que estamos fazendo um bom campeonato, mas que podemos melhorar. Temos plenas condições de buscar essa melhora e estamos trabalhando para isso. Acredito que, como no último jogo, tivemos o controle em alguns momentos, mas faltou um pouco mais de finalização. Precisamos buscar esse equilíbrio. Temos que finalizar mais, propor mais o jogo, gostar de ficar mais com a bola", disse.

Ceará e Fortaleza se enfrentaram cinco vezes neste ano e o Alvinegro não conseguiu nenhuma vitória. No recorte, que engloba Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Cearense, foram três empates e duas vitórias para o Tricolor. Bruno Pacheco comentou sobre esse momento.

“É importante vencermos o clássico. É importante para o clube, jogadores e torcedores. É claro que sempre queremos ganhar os clássicos, mas o que passou não tem mais volta. Temos uma grande oportunidade agora no final de semana para buscar a nossa vitória. O que importa é o que vem pela frente, o que passou não temos mais como recuperar.”

No entanto, o retrospecto entre o Vovô e o Leão em jogos válidos pela Série A do Campeonato Brasileiro é favorável ao Ceará. Nos últimos quatro confrontos, o Alvinegro venceu três e o Leão apenas um. Na temporada 2020, a equipe de Guto Ferreira conseguiu os seis pontos em cima do rival. Para Pacheco, o clássico será uma oportunidade de se firmar entre os primeiros colocados do Brasileirão.

"Clássico sempre tem um gosto diferente. Para nós, que queremos buscar algo maior, subir na tabela, esse é o jogo, a nossa oportunidade. Temos condições, independente do adversário estar em um bom momento também. Sabemos das dificuldades, mas temos grandes chances e teremos oportunidade de vencer. Basta acreditar e querer a vitória. Se queremos coisas grandes no campeonato, temos que conseguir essa vitória."

Sem atingir as expectativas da torcida para o no início da temporada, com as derrotas nas finais da Copa do Nordeste e Campeonato Cearense, além das eliminações da Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, o lateral-esquerdo ressaltou que todos os atletas do elenco devem estar focados e se dedicando para que possam alcançar os objetivos traçados pelo clube na Série A.

"O investimento foi alto. Tivemos reuniões sobre isso no início da temporada, sobre os nossos objetivos. Alguns não foram alcançados. Sabemos onde podemos chegar, mas devemos manter os pés no chão e trabalhar. Com todo respeito aos nossos jogadores, mas o nome não entra dentro de campo se não ralar. Do outro lado tem mais 11 que querem ganhar os jogos também.”

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará estende contrato de Buiú até 2023

Prorrogação
2021-07-30 19:21:00
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O lateral-direito Buiú estendeu seu vínculo com o Ceará por mais uma temporada e meia. A mudança na data do término do contrato foi oficializada na tarde desta sexta-feira, 30, no BID. A prorrogação foi acompanhada de um aumento salarial.

Agora, Buiú pertence ao Ceará até maio de 2023. O vínculo anterior ia até o fim deste ano. Cria da base alvinegra, o jogador retornou à Porangabuçu em 2020, após passagens por Joinville e clubes do interior paulista. Na temporada passada, porém, ele atuou apenas na equipe Sub-23, sendo campeão brasileiro na categoria Aspirantes.

Em 2021, no entanto, Buiú tornou-se reserva imediato do time principal com a saída de Eduardo, em abril, e começou a ganhar oportunidades quando Gabriel Dias estava lesionado ou suspenso. Recentemente, com o gancho que o companheiro de clube pegou no STJD, pela confusão na final da Copa do Nordeste, Marcos Ytalo, como é o nome de origem do jogador, passou a figurar bastante entre os titulares do Vovô e deu conta do recado.

Até o momento, são 16 jogos de Buiú pelo Alvinegro e um gol marcado. Ele participou diretamente do momento de reequilíbrio do Ceará na Série A do Brasileiro e em coletiva concedida meses atrás agradeceu ao clube a oportunidade, afirmando ter mudado bastante no tempo em que atuou por outras equipes.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Com apoio de Ceará e Fortaleza, TJCE lança campanha "Justiça pela Mulher" em Clássico-Rei

Brasileirão
2021-07-30 15:57:00
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Atração nacional pela campanha dos clubes e pelo peso do jogo, o primeiro Clássico-Rei da Série A de 2021, no próximo domingo, 1º, às 20h30min, na Arena Castelão, será também o canal da lançamento da campanha "Justiça pela Mulher". Realizada pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e apoiada por Ceará e Fortaleza, a ação é em homenagem aos 15 anos da Lei Maria da Penha.

Antes da bola rolar, as duas equipes entrarão em campo com faixas que estamparão a logomarca da campanha e frases de incentivo à denúncia de violência conta a mulher. A iniciativa também é apoiada pela Federação Cearense de Futebol (FCF).

Considerada um marco no Brasil, a Lei Maria da Penha completa 15 anos no próximo dia 7. No decorrer do mês de agosto, o TJCE pretende realizar outras ações, como postagens nas redes sociais para ressaltar as ações do Judiciário e e as inovações sociais promovidas pela lei. Além da campanha "Justiça pela Mulher - O Judiciário e Você contra a Violência Doméstica", também haverá a ação "Justiça pela Paz em Casa".

"Fico muito orgulhosa porque uma lei tão relevante, para erradicação da violência doméstica no Brasil, surgiu a partir da luta de uma cearense, Maria da Penha, que dá nome à lei e tornou-se referência no país. O Tribunal de Justiça do Ceará, ao longo desses anos, vem dando sua contribuição para combater esse crime terrível. E, particularmente na minha Gestão, temos priorizado todas as questões relativas a esse assunto, desde que assumi a Presidência, justamente por se tratar de um problema tão delicado e da maior urgência", frisou a desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, presidente do TJCE.

A campanha destacará uma série de temas relacionados à violência de gênero. Haverá a divulgação de um vídeo nas redes sociais do órgão com participação de artistas cearenses se manifestando sobre o tema. Também está prevista a iniciativa chamada "Cole essa ideia", apadrinhada pelo cantor Waldonys, que participará da colagem de adesivos com mensagens informativos e de apoio às vítimas.

"As campanhas são importantes para incentivar as mulheres vítimas a buscarem ajuda e também para coibir manifestações abusivas nas relações. Têm como pilares a orientação, a informação e a prevenção, enfatizando-se a mudança de valores, em especial no que tange à cultura do silêncio das vítimas e à banalização do problema pela sociedade", explicou a desembargadora Marlúcia de Araújo Bezerra, que preside a Coordenadoria da Mulher do TJCE.

"Essa data é emblemática e carregada de muita simbologia. Por ser um marco normativo importantíssimo, campanhas como essa são de extrema relevância para reforçar o combate à violência doméstica e mostrar a preocupação de todos nós do Judiciário com essa realidade que ainda é alarmante no nosso país", ressalta a juíza Rosa Mendonça, titular do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Fortaleza.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Com retornos de David e Titi, Fortaleza se prepara para o Clássico-Rei

Lado Tricolor
2021-07-30 12:30:00
Autor Horácio Neto
Foto do autor
Horácio Neto Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Diante do Ceará, no Clássico-Rei de domingo, 1º, pelo Campeonato Brasileiro, o Fortaleza terá os retornos do atacante David e do zagueiro Titi. Ambos cumpriram suspensão na rodada passada, no embate contra o Bragantino, devido ao terceiro cartão amarelo. Marcelo Benevenuto, que não atuou diante do CRB por já ter jogado a Copa do Brasil pelo Botafogo, volta aos titulares para o Série A.

|Leia mais| 

Com somente Max Walef no departamento médico, após as recuperações do Felipe Alves e Matheus Jussa, Juan Pablo Vojvoda terá todas as principais opções a disposição. Há a dúvida sobre quem estará no gol do Fortaleza no Clássico-Rei. As boas atuações de Boeck credenciaram o goleiro para time o titular, caso o Felipe não esteja 100%.

Com os retornos, Juan Pablo Vojvoda deve colocar em campo: Felipe Alves (Boeck); Tinga, Benevenuto e Titi; Pikachu, Felipe, Éderson, Matheus Vargas e Crispim; David e Robson.

O Fortaleza encara o rival neste domingo, 1º, às 20h30min, na Arena Castelão, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão está na terceira posição com 27 pontos, enquanto o Vovô está na sétima colocação com 19.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Para o Clássico-Rei, veja os retornos e desfalques do Ceará

Elenco Alvinegro
2021-07-30 10:42:00
Autor Horácio Neto
Foto do autor
Horácio Neto Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará faz os últimos preparativos para o Clássico-Rei deste domingo, 1º, pelo Campeonato Brasileiro. O Alvinegro terá o retorno de um lateral direito de ofício, o Buiú, mais o volante Marlon e o meia Mendoza, acertou com STJD o pagamento de R$ 40 mil em doações para cumprir a metade que faltava da suspensão. Além do colombiano, os outros dois atletas punidos pelo Tribunal, Gabriel Dias está autorizado para retornar, mas é dúvida por lesão, e Jael continua sem poder ser relacionado.

Após jogar no empate contra o Sport sem um lateral de origem, obrigando Guto Ferreira a escalar Fabinho de forma improvisada, o Vovô terá o retorno de Buiú depois de cumprir suspensão pelo terceiro amarelo. Gabriel Dias, a principal opção pelo lado direito, apesar de autorizado a entrar em campo, é dúvida para o clássico. O defensor está no período de transição pois sofreu uma tendinite patelar no joelho direito. 

|Leia mais| 

Ainda sobre o departamento médico, Oliveira e Klaus estão em recuperação. O volante está em processo de tratamento do púbis, enquanto o zagueiro sofreu uma lesão no ombro durante o treino e precisará passar por cirurgia.

Sobre os suspensos na rodada passada, Jael continua de fora e ainda faltam dois jogos para volta a ser relacionado. Já Mendoza retornou devido ao pagamento em doações e estará apto para o clássico. Marlon também voltou ao cumprir suspensão pelo terceiro amarelo.

O reforço Airton foi apresentado na quinta-feira, 29, mas já havia estreado no empate sem gols contra o Sport. O atacante afirmou que pode fazer a função de centroavante e é um dos que pode estar entre a opções de Guto Ferreira. Erick, outra novidade no elenco alvinegro, ainda não poderá vestir a camisa do Vovô por não estar regularizado.

O Ceará enfrentará o rival neste domingo, 1º, às 20h30min, na Arena Castelão, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Vovô é o sétimo colocado com 19 pontos, enquanto o Leão é o terceiro com 27.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Airton e Erick: como os atacantes podem melhorar o desempenho ofensivo do Ceará

REFORÇOS
2021-07-30 00:30:00
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Análise

Diante da má fase do centroavante Cléber, sem marcar um gol em 12 rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro, as saídas de Felipe Vizeu e Saulo Mineiro — este, artilheiro da equipe na temporada —, além da ausência de Jael, que segue cumprindo suspensão, o Ceará teve de ir ao mercado da bola em busca de reforços. De lá, o Alvinegro trouxe os atacantes Erick, destaque do Náutico-PE na temporada, e Airton, que estava no Cruzeiro-MG. 

Um dos maiores empecilhos da equipe comandada por Guto Ferreira, que ocupa a 7ª posição do Brasileirão, com 19 pontos, tem sido a construção ofensiva. Em média, segundo dados do site de estatística SofaScore, o Ceará produz entre uma e duas chances reais de gol por partida. A quantidade de passes errados também é um fator predominante que dificulta o desenvolvimento das jogadas. São cerca de 74 toques erros por jogo no quesito.

Os dois novos reforços do Vovô chegam sob a expectativa de elevar o nível do setor. Os atletas possuem características que se encaixam no estilo de jogo preferido por Guto: velocidade na transição (contra-ataque) e comprometimento tático nas linhas defensivas.

O versátil Airton

Com 22 anos, o atacante Airton chega ao Ceará por empréstimo do Cruzeiro, onde atuou em 26 jogos e marcou dois gols em 2021. O vínculo vai até o fim da temporada, com opção de compra ou extensão do vínculo por mais seis meses após o término do contrato. O atleta foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira, 29, na sede do clube.

Ponta de ofício, estreou com a camisa do Alvinegro no empate por 0 a 0, diante do Sport-PE, pela 13ª rodada do Brasileirão, entrando durante a etapa complementar da partida. A surpresa, no entanto, foi a forma como Guto o utilizou em campo: centralizado, substituindo Cléber.

A grande virtude de Airton é não se limitar a uma posição. Com boa mobilidade, pode ser utilizado nas três faixas ofensivas do campo, seja como ponta-direita, ponta-esquerda ou centroavante. Essa versatilidade é importante para Guto, que tinha em Saulo Mineiro características semelhantes, utilizando o ex-jogador do Ceará tanto nas extremas, como centralizado — posição onde estava se destacando antes de se transferir para o Yokohama FC, do Japão.

“Eu vim para ajudar, não importa a posição, eu quero que o Ceará consiga seus objetivos. Eu me sinto confortável para fazer as três posições do ataque: ponta-direita, ponta-esquerda e central. Não tenho problema em jogar em qualquer destes posicionamentos", disse Airton em sua apresentação.

O velocista Erick

O Ceará apostou alto na contratação do atacante de 23 anos, que estava no Náutico, onde foi destaque na campanha do título estadual pernambucano e na Série B do Campeonato Brasileiro. O Vovô pagou cerca de R$ 2,4 milhões ao Braga, de Portugal, para comprar Erick em definitivo e assinar contrato até o final de 2023.

Jogador de muita velocidade e com boa capacidade de drible, destaca-se nos duelos um contra um. O atleta também é bom finalizador, característica carente no atual elenco do Ceará. Pelo Timbu, em 2021, foram 19 jogos, com sete gols marcados e três assistências. Nestas partidas, finalizou 34 vezes, acertando 16 vezes no gol, além de 33 passes decisivos e 60% de acerto nos dribles.

"É um meia/ponta que pode jogar por dentro e por fora, extremamente habilidoso, um jogador leve, de drible fácil. Vinha fazendo vários gols na equipe do Náutico, em um momento especial. É um jogador talentoso, agressivo e acho que vai nos ajudar bastante nessa campanha", analisou Guto Ferreira.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags