}else{}
Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Sem jogar há dois meses, Luiz Otávio pode voltar a campo no Clássico-Rei, partida em que se lesionou

Além da lesão na final do Estadual, zagueiro teve Covid-19 e um trauma no mesmo tornozelo posteriormente, por isso ficou tanto tempo longe dos gramados
21:50 | Jul. 29, 2021 Autor - Brenno Rebouças Tipo Noticia

No dia seguinte ao Clássico-Rei que decidiu o Campeonato Cearense de 2021, em 23 de maio, o zagueiro Luiz Otávio, que havia terminado a partida lesionado, gravou um recado para a torcida alvinegra, tranquilizando a todos sobre a situação.

“Não aconteceu nada de mais grave, muito também pela prevenção que todos os departamentos aqui do clube fazem, então, a minha musculatura e todo esse trabalho me ajudou também, e já a gente está de volta”, disse na época, lesionado no joelho e tornozelo esquerdos.

Desde então, no entanto, o zagueiro não voltou mais à campo. Já são mais de dois meses sem jogar uma partida oficial, mas todo esse tempo de recuperação se deu porque no meio do tratamento o jogador teve Covid-19 e ficou afastado. Depois, quando retornou ao clube, finalmente deixou o DM e iniciou a transição, teve um trauma no mesmo tornozelo e teve que ficar sob cuidados médicos mais uma vez.

Na rodada passada da Série A, contra o Sport-PE, Luiz Otávio apareceu pelo menos no banco de reservas, mas não foi acionado por Guto Ferreira. A chance dele reestrear, portanto, caiu exatamente em outro Clássico-Rei, agora valendo pelo Campeonato Brasileiro.

Titular absoluto do Vovô antes da lesão, Luiz Otávio formava uma dupla com Messias apelidada pelo torcedor de “Torres Gêmeas”. Quando a parceria se desfez, devido a lesão do camisa 13, imediatamente o time passou a sofrer mais gols.

Depois, no entanto, o Vovô se acertou novamente na defesa e vive um momento de equilíbrio, tanto que está há nove jogos sem derrotas. O jovem zagueiro Gabriel Lacerda se firmou no time, inclusive fazendo gols, e vem substituindo à altura o companheiro de clube.

Com Luiz Otávio totalmente recuperado e treinando com o restante do grupo há mais de uma semana, é possível que o técnico Guto Ferreira crie um ponto de interrogação na cabeça para a formação da primeira linha do Alvinegro no duelo frente ao Fortaleza, domingo, 1º, no Castelão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Apresentado oficialmente no Ceará, Airton diz que pode atuar como centroavante

APRESENTAÇÃO
2021-07-29 18:32:00 Autor Mateus Moura Tipo Noticia

Anunciado pelo Ceará na última sexta-feira, 23, Airton foi apresentado oficialmente na tarde desta quinta-feira, 29, no estádio Carlos de Alencar Pinto. O atacante de 22 anos, que fez sua estreia pelo Vovô no empate por 0 a 0 contra o Sport-PE, pela Série A do Campeonato Brasileiro, no domingo, 25, comemorou o acerto com o Alvinegro, disse estar confortável para atuar em diferentes posições do setor ofensivo e falou sobre as expectativas do Clássico-Rei.

Emprestado pelo Cruzeiro até o fim da temporada 2021 e com a possibilidade de prorrogar o contrato até o fim do Campeonato Cearense de 2022, o extremo paraense contou que não pensou duas vezes em aceitar a proposta do Ceará.

"Quando chegou a proposta do Ceará, foi algo muito fácil. O projeto é bom, a estrutura é boa e o clube é maravilhoso. Eu tenho certeza que fiz a escolha certa e que tudo irá fluir bem", disse o atacante.

O novo camisa 7 do Alvinegro foi regularizado no mesmo dia do seu anúncio, na última sexta-feira, 23, e seguiu com a delegação para Recife, onde atuou no segundo tempo da partida diante do Sport-PE, pela Série A, em seu jogo de estreia pelo Vovô. Ponta de ofício, Airton foi utilizado por Guto Ferreira de forma centralizada, substituindo o centroavante Cléber.

"Nós tivemos uma conversa, eu e o Guto, e ele decidiu me utilizar centralizado naquele jogo. Eu vim para ajudar, não importa a posição, eu quero que o Ceará consiga seus objetivos. Eu me sinto confortável para fazer as três posições do ataque: ponta direita, ponta esquerda e central. Não tenho problema de jogar em qualquer posicionamento", explicou.

Na atual temporada pelo Cruzeiro, o atacante participou de 26 jogos e marcou dois gols, sendo um pela Série B do Campeonato Brasileiro, onde atuou em nove partidas pelo clube mineiro. Com ritmo de jogo, Airton se diz preparado para disputar a titularidade no Vovô.

"Fisicamente eu estou 100%. Estava jogando regularmente pelo Cruzeiro e estou treinando forte no Ceará. Vai ser uma opção do treinador. Quem ele decidir colocar no momento, será a escolha certa", pontuou.

Visando o seu primeiro Clássico-Rei com a camisa do Alvinegro, que acontece domingo, 1 de julho, às 20h30min, pela 14ª rodada da Série A do Brasileirão, Airton projeta uma partida cheia de emoções, mas ressalta a necessidade da vitória.

"Já conversei com alguns amigos que jogaram esse clássico e eles disseram que é muito pegado. É um jogo super importante, estamos nos preparando muito para essa partida. Vai ser um clássico difícil e cheio de emoções, mas tenho certeza que estamos prontos para alcançarmos nosso objetivo."

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará encontra equilíbrio entre ataque e defesa, mas a parte ofensiva está no limite

Pontaria
2021-07-29 00:30:00 Autor Brenno Rebouças Tipo Notícia

Quem acompanha todos os jogos do Ceará na Série A sabe que desempenho vistoso em campo não é um dos pontos altos do times. Mas fato é que, mesmo sem apresentar um futebol de encher os olhos na maioria das partidas, o Alvinegro encontrou algo que é essencial para a disputa do Campeonato Brasileiro: equilíbrio.

Não à toa o time está na sétima colocação e sem perder há nove duelos. Depois de passar por um momento turbulento no início da competição, provavelmente ainda em consequência das perdas de títulos e eliminações de competições paralelas, o Vovô conseguiu resolver os problemas defensivos e deixar o ataque no limite do aceitável.

Para deixar mais claro, basta dizer que somente cinco equipes da Série A sofreram menos gols que o Vovô. Já em termos de poderio ofensivo, o Alvinegro está dentro do G-10 — ou seja, é melhor que pelo menos metade dos concorrentes.

O time começou a chegar perto do “ponto do doce” quando empatou fora de casa com o Internacional-RS em 1 a 1, ainda na 5ª rodada. Dali em diante começaria a sequência de invencibilidade e, nos oito jogos que o clube teria pela frente, até a 13ª rodada, disputada semana passada, a meta do Ceará seria vazada apenas cinco vezes (contando com a partida frente ao Colorado). Antes, em três jogos, o Vovô havia sofrido sete gols.

Quanto aos números de ataque, é necessário olhar os dois lados do copo, o meio cheio e o meio vazio. Em nove partidas, o Alvinegros fez nove tentos, o que significa que a cada duelo, em tese, pelo menos um gol o time comandado por Guto Ferreira fará. A artilharia magra conduziu a equipe até bem próximo ao G-6, com 19 pontos, mas é necessário ponderar até quando ela será suficiente.

Dados do site especializado em estatísticas SofaScore mostram que a taxa de conversão em gols do Ceará é de apenas 11%. Por jogo, os jogadores do Vovô finalizam, em média, cerca de 10 bolas e somente uma vem entrando. Se considerarmos apenas os chutes certos, que vão no gol, a conversão sobe um pouco, mas fica na casa dos 25%.

Ainda segundo o SofaScore, em cada jogo, o Ceará tem entre uma e duas chances reais de gol, mas, em média, uma destas oportunidades é desperdiçada. Não há dúvidas, portanto, que a parte ofensiva precisa ser mais trabalhada por Guto Ferreira, que até admitiu essa necessidade na última coletiva concedida.

Na Série A do ano passado, neste mesmo ponto, o Alvinegro havia marcado 15 tentos, um a mais que hoje, mesmo sendo o 14º colocado. A conta fecha quando se olha pro desempenho defensivo da equipe, que em 13 rodadas havia levado 20 gols, bem mais que os 12 atuais. Em resumo, o equilíbrio tem sido essencial para o Vovô, mas há como melhorar.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

De volta após suspensão, Marlon mira primeira vitória em Clássico-Rei pelo Ceará

Camisa 25
2021-07-28 18:12:00 Autor Afonso Ribeiro Tipo Noticia

Jogador do Fortaleza entre 2018 e 2020, o meio-campista Marlon está acostumado a disputar Clássicos-Rei no futebol cearense. Entretanto, desde que chegou a Porangabuçu, no início desta temporada, o camisa 25 ainda não venceu o primeiro confronto local. Novamente à disposição após cumprir suspensão, o volante espera bater o arquirrival pela primeira vez com a camisa do Ceará.

"Com certeza. Quero a vitória, não só eu, como meus companheiros. Um clássico é um campeonato à parte, a gente não joga, ganha. Vamos trabalhar bastante para isso, para chegar no final de semana e fazer um jogo bem consistente para sair com os três pontos", afirmou, em entrevista coletiva.

Em 2021, Marlon enfrentou três vezes o ex-clube pelo Alvinegro: no empate sem gols pela Copa do Nordeste, na derrota por 2 a 0 pelo Campeonato Cearense e no 1 a 1 pela Copa do Brasil. No próximo domingo, 1º, a partir das 20h30min, na Arena Castelão, pela 14ª rodada da Série A, o volante esperar quebrar o jejum e destaca a importância do duelo.

LEIA MAIS

+ Técnico Guto Ferreira toma segunda dose da vacina contra a Covid-19
+ Gabriel Dias, do Ceará, também tem pena convertida e pode jogar no Clássico-Rei
+ Ceará e Fortaleza realizarão o 12º Clássico-Rei sem torcida

"A preparação é forte, é um clássico. Lógico que é um campeonato à parte, mas estamos focados, concentrados, trabalhando bastante para que possamos, no domingo, fazer um grande jogo e sair com os três pontos", disse o camisa 25, que cumpriu suspensão automática contra o Sport-PE e volta a estar disponível.

"Essa questão de titular é o Guto que vai definir até domingo, a gente está à disposição, treinando bastante. A vitória no clássico é muito importante, a gente já viu em outros campeonatos como isso reflete positivamente. Vamos trabalhar forte durante a semana para fazer uma boa partida e sair com os três pontos", frisou.

Invicto há nove jogos - seis empates e três vitórias -, o Vovô ocupa a sétima posição do Brasileirão, com 19 pontos. O meio-campista avalia a campanha de forma positiva e avisa que o clube pode sonhar com objetivos maiores na competição nacional pelo nível do elenco.

"Se eu não me engano, é o melhor início de Campeonato Brasileiro que o Ceará vem fazendo. Estamos na sétima colocação. Lógico que a gente quer sempre mais, acredito nos meus companheiros, que a gente pode agregar muito mais nesse Campeonato Brasileiro. Uma sétima colocação hoje, na 13ª rodada, é um bom início, sim. Se a gente quer almejar coisas grandes dentro da competição, tem que trabalhar mais para, lá no final, estar na melhor posição possível", alertou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Técnico Guto Ferreira toma segunda dose da vacina contra a Covid-19

Imunizado
2021-07-28 17:52:00 Autor Brenno Rebouças Tipo Notícia

O técnico Guto Ferreira, do Ceará, está completamente imunizado contra a Covid-19. Ele tomou a segunda dose da vacina na manhã desta quarta-feira, 28. O comandante alvinegro havia tomado a primeira no começo de maio.

Mais uma vez, Guto chamou a atenção na fila de espera. Torcedores que também aguardavam para serem vacinados aproveitaram para conversar e tirar fotos com o técnico de 55 anos. No turno da tarde ele já estava em Porangabuçu, comandando treino.

Guto Ferreira prepara o Ceará para o Clássico-Rei de domingo, 1º, pela Série A do Brasileiro. O Vovô tentará vencer o maior rival pela primeira vez na atual temporada. Será o 12º encontro entre os dois gigantes cearenses sem a presença de público.

Leia Mais: Gabriel Dias, do Ceará, também tem pena convertida e pode jogar no Clássico-Rei

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Gabriel Dias, do Ceará, também tem pena convertida e pode jogar no Clássico-Rei

Justiça Desportiva
2021-07-28 17:11:00 Autor Brenno Rebouças Tipo Notícia

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) atendeu ao pedido do Ceará e converteu o restante da pena do lateral-direito Gabriel Dias em medidas de interesse social. O atleta terá que pagar R$ 30 mil reais em até três dias e a quantia será dividida em quatro partes iguais, sendo doada para quatro instituições escolhidas pelo tribunal.

Gabriel cumpriu metade da pena de oito partidas de suspensão por ter participado da confusão da final da Copa do Nordeste. Pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), quem cumpre 50% da punição pode solicitar conversão. Com isso, ele está liberado para jogar no Clássico-Rei de domingo, 1º, pela Série A do Brasileiro.

Para isso, porém, ele precisa estar em condições físicas. No último boletim médico divulgado pelo Ceará, foi informado que o lateral-direito tinha iniciado o período de transição. Como o clube tem uma semana toda aberta para treinos, é possível que Gabriel Dias fique pronto para jogar até domingo.

Esse foi o segundo atleta que o Vovô ganhou para a partida contra o Fortaleza. Na terça-feira, 27, o STJD fez a mesma conversão (mas com valor maior) para o atacante Mendoza. Quanto ao atacante Jael, que também pegou dez jogo de gancho pelo mesmo motivo, ainda precisa cumprir duas partidas de suspensão para poder ter o direito de solicitar o benefício.

Confira a decisão do STJD:

“De ordem do Auditor Presidente do Pleno deste Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Dr. Otávio Noronha, referente ao pedido de conversão disciplinar nos autos Processo nº 176/2021 – STJD, informo que foi DEFERIDO o pedido do atleta GABRIEL DIAS DE OLIVEIRA, convertendo 04 (quatro) partidas das 08 (oito) aplicadas ao atleta, em doação para as instituições relacionadas abaixo, devendo comprovar nos autos no prazo de 03 (três) dias, o valor total de R$30.000,00 (trinta mil e reais).

R$7,5 mil ASSOCIAÇÃO PLAY FC

R$7,5 mil AACD – ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA A CRIANÇA DEFICIENTE

R$7,5 mil ONG MAPEAR

R$7,5 mil CASA DE APOIO A CRIANÇA COM CÂNCER".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags