Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

MasterChef 2021 ao vivo hoje, dia 14/09: onde assistir, horário e receita

O MasterChef Brasil 2021 será exibido hoje, terça, 14 de setembro (14/09), na Band. Veja onde assistir ao vivo na TV e online, qual horário vai passar e que receita será preparada
00:05 | Set. 14, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O décimo primeiro episódio do MasterChef Brasil 2021 vai ao ar hoje, terça-feira, dia 14 de setembro (14/09). Desta vez, na primeira prova da noite os aspirantes a chef serão surpreendidos com geladeiras fechadas, repletas de ingredientes variados. O desafio é preparar pratos autorais e criativos com produtos surpresa e variados.

MasterChef 2021: onde assistir ao vivo e horário

O MasterChef Brasil passa em rede aberta de TV, no canal da Band, às terças, às 22 horas e 30 minutos (horário de Brasília). Além disso, também tem transmissão simultânea ao vivo e online no portal da Band e no aplicativo BandPlay.

O programa ainda é exibido às sextas-feiras, a partir das 19h40min, no canal pago Discovery Home & Health - para assistir à transmissão do serviço de televisão por assinatura, é necessário ter um plano de TV a cabo das operadoras compatíveis.

Já grátis e online, é possível assistir no YouTube oficial do MasterChef Brasil. Lá, os episódios são publicados no dia seguinte à transmissão da Band.

MasterChef 2021: como vai ser o episódio de hoje, dia 14/09?

No primeiro desafio da noite, os participantes terão de contar com a sorte. Por meio de uma dinâmica, o perfil dos competidores serão divididos em dois: os que gostam de se arriscar e aqueles que preferem trabalhar de maneira mais segura.

Diante de geladeiras fechadas, cada competidor receberá um imã com seu rosto para colocá-lo na porta como forma de identificação, mas sem saber os ingredientes que estão dentro. Após a finalização das escolhas, os chefs revelarão o que os esperam para o preparo de um prato autoral.

Os criadores dos melhores pratos sobem ao mezanino, enquanto os cozinheiros que não conseguirem surpreender e agradar o paladar dos jurados Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça seguem para a prova de eliminação. 

Na última prova, os participantes que não tiveram um bom desempenho no desafio anterior, terão de preparar uma receita vegana. Para auxiliar e servir de inspiração, o programa recebe a renomada chef vegana Bela Gil, que dará dicas para que eles consigam desenvolver um bom trabalho. Dentre as sugestões estão os clássicos da gastronomia mundial: cassoulet, boeuf bourguignon e paella.

Os autores dos melhores pratos - sem ingrediente de origem animal, como proteína, manteiga ou leite -  serão salvos. Os três piores brigam pela permanência no jogo. Um deles terá a chance de ser salvo pelos colegas do mezanino, enquanto os jurados Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça, escolhem o eliminado da semana entre os dois que restarem.

MasterChef 2021: quem foi o eliminado do 10º episódio?

O engenheiro ambiental Renato, de 35 anos, foi o décimo eliminado da oitava temporada do MasterChef Brasil. Desafio a preparar uma receita enviada pelo público do programa, Renato não agradou ao paladar dos chefs e acabou sendo eliminado do reality.   

MasterChef 2021: quais participantes continuam?

Amanda, 26 anos, Rio de Janeiro
Designer de interiores, mora em Brasília há três anos

Ana Paula, 30 anos, Rio Grande do Sul
Já foi modelo e fonoaudióloga. Natural de David Canabarro, mora em Passo Fundo.

André, 32 anos, São Paulo
O empresário trabalhou no mercado financeiro, e hoje tem uma startup.

Daphne, 19 anos, São Paulo
Em 2015, participou do Masterchef Júnior. Agora, a skatista retorna ao programa "para adultos", com competidores mais velhos.

Eduardo, 19 anos, São Paulo
Foi quarto lugar do Masterchef Júnior, e agora pretende ser campeão do programa.

Heitor, 30 anos, São Paulo
Ganhador do sexto episódio do Masterchef Brasil 2020, o anaista de sistemas nasceu em Campinas.

Helena, 43 anos, Minas Gerais
Mora em Barcelona há 18 anos, é jornalista de formação e tem um perfil sobre gastronomia com mais de 75 mil seguidores.

Isabella, 25 anos, Santa Catarina
A atriz tem quase um milhão de seguidores no Instagram e uma marca de roupas.

José Sérgio, 50 anos, Pernambuco
De Canhotinho (PE), o representante comercial mora na capital paulista desde criança. Quer usar o prêmio do programa para abrir uma instituição filantrópica.

Kelyn, 28 anos, Mato Grosso
Estudante de Nutrição, tem um perfil sobre alimentação saudável e pretende chegar "ao menos ao top 5" do programa.

Luiz, 31 anos, Rio de Janeiro
É analista financeiro, mas tem a intenção de se dedicar somente à cozinha, usando o dinheiro do prêmio para estudar na área.

Márcio, 52 anos, São Paulo
O ator e professor de teatro teve que esconder na infância o amor pela gastronomia, paixão que só pôde externar depois de adulto.

Pedro, 29 anos, Santa Catarina
Arquiteto, quer mudar de profissão e pretende se aprofundar na gastronomia.

Raquel, 35 anos, Bahia
Com conhecimento de alta gastronomia, frequentando restaurantes premiados, a analista financeira quer "apresentar um repertório culinário diferenciado" no programa.

MASTERCHEF BRASIL 2021: CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Leilão da Receita Federal tem barra de ouro, iPhone de R$ 2,5 mil e veículos de R$ 10 mil a R$ 94 mil

ECONOMIA
12:16 | Set. 08, 2021
Autor Beatriz Cavalcante
Foto do autor
Beatriz Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Receita Federal do Brasil na 3ª Região Fiscal recebe proposta de pessoas físicas e jurídicas, portadoras de certificação digital, para participar do leilão eletrônico que tem iPhone 11 64 GB de R$ 2,5 mil a veículos que variam de R$ 10 mil a R$ 94 mil. Dentre os destaques dos 40 lotes, há também material de informática e barras de ouro.

Para participar, é preciso fazer a proposta a partir das 8h do dia 13 de setembro, próxima segunda-feira, até as 18h do dia 21 de setembro. O Edital é o de nº 317900/002/2021 e os detalhes podem ser conferidos no site da Receita Federal. 

O leilão é eletrônico acontece no e-Cac no dia 22 de setembro de 2021 às 10h. Mas, apenas poderão participar pessoas físicas ou jurídicas que tiverem apresentado proposta, na fase de apresentação de propostas.

O valor arrecadado é repassado para o caixa da União, com posterior distribuição de 40% para a seguridade social e 60% para o Fundo de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Atividade de Fiscalização (Fundaf).

A Receita Federal informa que também destina parte dessas mercadorias às organizações da sociedade civil, em ano não eleitoral, por meio de um projeto conhecido como Novos Destinos.

O órgão frisa que as mercadorias oferecidas são produtos originais e foram objeto de apreensões realizadas em sua maioria pela falta de comprovação da importação regular, incorrendo no crime de contrabando e descaminho.

Veja fotos de alguns produtos

Veja os lotes e valores mínimos disponíveis para leilão

Lotes 1 a 12

Localização: depósito da Inspetoria do Aeroporto Internacional Pinto Martins, localizado na Avenida Senador Carlos Jereissati, 3.000 – Terminal de Cargas Internacional – TECA -Fortaleza. A visitação ocorre de 13 a 17 de setembro, 13h30 às 17h, mediante agendamento pelo e-mail [email protected] fb.gov.br, das 14h às 16h30, informações Telefone 85 - 99156.6243 (João Batista).

Lote 1 - R$ 2.500 - CELULAR/ACESSÓRIO 

Lote 2 - R$ 3.000 - CELULAR/ACESSÓRIO 

Lote 3 - R$ 3.000 - CELULAR/ACESSÓRIO

Lote 4 - R$ 280.000 - DIVERSOS 

Lote 5 - R$ 1.500 - DIVERSOS 

Lote 6 - R$ 1.500 - DIVERSOS 

 

Lote 7 - R$ 2.500 - CELULAR/ACESSÓRIO 

Lote 8 - R$ 2.500 - CELULAR/ACESSÓRIO 

Lote 9 - R$ 2.500 - CELULAR/ACESSÓRIO 

Lote 10 - R$ 2.500 - CELULAR/ACESSÓRIO 

Lote 11 - R$ 9.000 - DIVERSOS

Lote 12 - R$ 6.000 - DIVERSOS

 

Lotes 13 a 28

Localização: depósito da Alfândega de Fortaleza, Av. Vicente de Castro, 6971, Mucuripe, Fortaleza/CE. Visitação de 13 a 17 de setembro, das 13h30 às 17h, devendo ser agendado pelo telefone 3198.6321 (Simone).

Lote 13 - R$ 52.000 - VEÍCULO 

Lote 14 - R$ 20.000 - VEÍCULO 

Lote 15 - R$ 10.000 - VEÍCULO 

Lote 16 - R$ 28.000 - VEÍCULO 

Lote 17 - R$ 70.000 - VEÍCULO 

Lote 18 - R$ 36.000 - VEÍCULO 

Lote 19 - R$ 94.000 - VEÍCULO 

Lote 20 - R$ 70.000 - VEÍCULO 

Lote 21 - R$ 80.000 - VEÍCULO 

Lote 22 - R$ 17.000 - VEÍCULO 

Lote 23 - R$ 30.000 - VEÍCULO 

Lote 24 - R$ 24.000 - VEÍCULO 

Lote 25 - R$ 15.000 - DIVERSOS

Lote 26 - R$ 40.000 - DIVERSOS

Lote 27- R$ 80.000 - DIVERSOS

Lote 28 - R$ 120.000 - DIVERSOS

Lotes 29 a 33

Localização: Cipp S/A – Porto do Pecém/CE, Esplanada do Pecém, s/n° - Distrito do Pecém São Gonçalo do Amarante – Ceará. Visitação de 13 a 17 de setembro, das 13h30 às 17h, mediante agendamento pelo telefone (85) 98889.6958 (Anderson).

Lote 29 - R$ 120.000 - DIVERSOS

Lote 30 - R$ 40.000 - DIVERSOS

Lote 31 - R$ 50.000 - DIVERSOS

Lote 32 - R$ 250.000 - DIVERSOS

Lote 33 - R$ 30.000 - DIVERSOS

Lote 34 a 36

Localização: delegacia da Receita Federal em Juazeiro do Norte – Visitação de 13 a 17 de setembro das 13h30 às 17h – Rua José Andrade de Lavor, 2001 _ Santa Tereza - Informações através do telefone (88) 99985.5000( Winston).

Lote 34 - R$ 13.000 - VEÍCULO

Lote 35 - R$ 66.000 - VEÍCULO

Lote 36 - R$ 30.000 - DIVERSOS

Lote 37 

Localização: Delegacia da Receita Federal do Brasil em Teresina/PI – Visitação de 13 a 17 de setembro, mediante agendamento com o Fernando – Telefone (86) 99991.2611

Lote 37 - R$ 30.000 - VEÍCULO

Lotes 38 a 40

Localização: Inspetoria da Receita Federal de São Luís - Av. dos Portugueses S/N – Visitação de 13 a 17 de setembro, das 13h30 às 170h – obter as informações através do telefone (98) – 98809.0828 (Glacijone).

Lote 38 - R$ 54.000 - VEÍCULO

Lote 39 - R$ 40.000 - VEÍCULO - lote excluído

Lote 40 - R$ 8.000 - DIVERSOS

 

 

IPHONE 11 WHITE 128GB SNG0NZV8KWN72R. CAIXA LACRADA
AUTOMOVEL A DIESEL HILUX SW4 VERDE,PLACA: HWB5375,CHASSI: JTB11GNJ5Y0065023, ANO MODELO/FABRICACAO 200

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Masterchef Brasil 2021: Renato é o décimo eliminado; veja receitas

MasterChef
00:51 | Set. 08, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo

O décimo episódio do MasterChef Brasil 2021 foi ao ar nessa terça-feira, dia 7 de setembro (07/09). O programa terminou com a eliminação de Renato.

MasterChef 2021: como foi o episódio do dia 07/09?

Antes de iniciar a prova, os participantes foram surpreendidos com a presença do apresentador e humorista Rafael Cortez, que contou suas aventuras e histórias gastronômicas.

Para realizar a primeira prova os cozinheiros amadores tiveram de participar de uma brincadeira, o "amigo secreto ladrão", que com diversos presentes, de cores e tamanhos diferentes. Dentro das caixas, os competidores se depararam com carnes exóticas, como javali, avestruz, bode, siri mole, jacaré, búfalo, escargot, rã, marreco, entre outras.

Participantes que não ficaram satisfeitos com o que ganharam, puderam trocar com qualquer outro que já tivesse sido aberto. Márcio, vencedor do episódio anterior, teve a vantagem de decidir quem escolheria o primeiro presente.

Ana Paula venceu a prova. Amanda, Helena e Pedro também foram elogiados pelos chefs Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça. A vencedora pôde escolher dois participantes para salvar, e levou Daphne e Eduardo para o mezanino.

A prova de eliminação foi com receitas enviada pelo público do programa. Os participantes tiveram que fazer releituras dos pratos, que tinham o tema "receita de família" Entre as sugestões estavam tortas de morango e limão, rabada, frango ensopado, bacalhoada, pasta da nona, baião de dois e lasanha.

Heitor, Márcio e Renato foram escolhidos como os piores preparos. Heitor foi salvo pelos colegas de mezanino, e os jurados definiram que Márcio segue no progama, enquanto Renato foi eliminado.

MasterChef 2021: onde assistir ao vivo e horário

O MasterChef Brasil passa em rede aberta de TV, no canal da Band, às terças, às 22 horas e 30 minutos (horário de Brasília). Além disso, também tem transmissão simultânea ao vivo e online no portal da Band e no aplicativo BandPlay.

O programa ainda é exibido às sextas-feiras, a partir das 19h40min, no canal pago Discovery Home & Health - para assistir à transmissão do serviço de televisão por assinatura, é necessário ter um plano de TV a cabo das operadoras compatíveis.

Já grátis e online, é possível assistir no YouTube oficial do MasterChef Brasil. Lá, os episódios são publicados no dia seguinte à transmissão da Band.

MasterChef 2021: quem foi o eliminado do 9º episódio?

O empresário André, de 32 anos, foi o nono eliminado da oitava temporada do MasterChef Brasil. O Paulista não agradou os chefs com um prato típico brasileiro, o cuscuz.  

MasterChef 2021: quais participantes continuam?

Amanda, 26 anos, Rio de Janeiro
Designer de interiores, mora em Brasília há três anos

Ana Paula, 30 anos, Rio Grande do Sul
Já foi modelo e fonoaudióloga. Natural de David Canabarro, mora em Passo Fundo.

André, 32 anos, São Paulo
O empresário trabalhou no mercado financeiro, e hoje tem uma startup.

Daphne, 19 anos, São Paulo
Em 2015, participou do Masterchef Júnior. Agora, a skatista retorna ao programa "para adultos", com competidores mais velhos.

Eduardo, 19 anos, São Paulo
Foi quarto lugar do Masterchef Júnior, e agora pretende ser campeão do programa.

Heitor, 30 anos, São Paulo
Ganhador do sexto episódio do Masterchef Brasil 2020, o anaista de sistemas nasceu em Campinas.

Helena, 43 anos, Minas Gerais
Mora em Barcelona há 18 anos, é jornalista de formação e tem um perfil sobre gastronomia com mais de 75 mil seguidores.

Isabella, 25 anos, Santa Catarina
A atriz tem quase um milhão de seguidores no Instagram e uma marca de roupas.

José Sérgio, 50 anos, Pernambuco
De Canhotinho (PE), o representante comercial mora na capital paulista desde criança. Quer usar o prêmio do programa para abrir uma instituição filantrópica.

Kelyn, 28 anos, Mato Grosso
Estudante de Nutrição, tem um perfil sobre alimentação saudável e pretende chegar "ao menos ao top 5" do programa.

Luiz, 31 anos, Rio de Janeiro
É analista financeiro, mas tem a intenção de se dedicar somente à cozinha, usando o dinheiro do prêmio para estudar na área.

Márcio, 52 anos, São Paulo
O ator e professor de teatro teve que esconder na infância o amor pela gastronomia, paixão que só pôde externar depois de adulto.

Pedro, 29 anos, Santa Catarina
Arquiteto, quer mudar de profissão e pretende se aprofundar na gastronomia.

Raquel, 35 anos, Bahia
Com conhecimento de alta gastronomia, frequentando restaurantes premiados, a analista financeira quer "apresentar um repertório culinário diferenciado" no programa.

Renato, 35 anos, São Paulo
O engenheiro ambiental participou do 19º episódio do Masterchef Brasil 2020, e quer aproveitar a nova oportunidade para mudar de profissão.

MASTERCHEF BRASIL 2021: CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

MasterChef 2021 ao vivo hoje, dia 07/09: onde assistir, horário e receita

MasterChef
00:05 | Set. 07, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo

O décimo episódio do MasterChef Brasil 2021 vai ao ar hoje, terça-feira, dia 7 de setembro (07/09). Desta vez, para realizar a primeira prova os cozinheiros amadores terão de participar de uma brincadeira, o "amigo secreto ladrão", que contará com diversos presentes, de cores e tamanhos diferentes.

Dentro das caixas, os competidores irão se deparar com carnes exóticas, como javali, avestruz, bode, siri mole, jacaré, búfalo, escargot, rã, marreco, entre outras. Quem não ficar satisfeito com o que ganhou, pode trocar com qualquer outro que já tenha sido aberto. Márcio, vencedor da prova anterior, tem a vantagem de decidir quem escolherá o primeiro presente.

MasterChef 2021: onde assistir ao vivo e horário

O MasterChef Brasil passa em rede aberta de TV, no canal da Band, às terças, às 22 horas e 30 minutos (horário de Brasília). Além disso, também tem transmissão simultânea ao vivo e online no portal da Band e no aplicativo BandPlay.

O programa ainda é exibido às sextas-feiras, a partir das 19h40min, no canal pago Discovery Home & Health - para assistir à transmissão do serviço de televisão por assinatura, é necessário ter um plano de TV a cabo das operadoras compatíveis.

Já grátis e online, é possível assistir no YouTube oficial do MasterChef Brasil. Lá, os episódios são publicados no dia seguinte à transmissão da Band.

MasterChef 2021: como vai ser o episódio de hoje, dia 07/09?

Antes de iniciar a prova, os participantes serão surpreendidos com a presença do apresentador e humorista Rafael Cortez, que deixará o momento um pouco mais leve ao contar suas aventuras e histórias gastronômicas.

Em pouco tempo, os participantes terão de preparar proteínas com características e sabores específicos, o que fará com alguns entrem em pânico sem saber por onde começar. Os criadores dos melhores pratos sobem ao mezanino, enquanto os cozinheiros que não conseguirem agradar o paladar dos jurados Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça seguem para a prova de eliminação

A última prova da noite será uma homenagem aos fãs do programa. Os aspirantes a chef terão de fazer uma releitura de receitas enviada pelo público. Entre as sugestões estão tortas de morango e limão, rabada, frango ensopado, bacalhoada, pasta da nona, baião de dois e lasanha.

Os autores dos melhores pratos serão salvos, garantindo assim mais uma semana no talent show. Os três piores brigam pela permanência no jogo. Um deles terá a chance de ser salvo pelos colegas do mezanino, enquanto os jurados Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça, escolhem o eliminado da semana entre os dois que restarem.

MasterChef 2021: quem foi o eliminado do 9º episódio?

O empresário André, de 32 anos, foi o nono eliminado da oitava temporada do MasterChef Brasil. O Paulista não agradou os chefs com um prato típico brasileiro, o cuscuz.  

MasterChef 2021: quais participantes continuam?

Amanda, 26 anos, Rio de Janeiro
Designer de interiores, mora em Brasília há três anos

Ana Paula, 30 anos, Rio Grande do Sul
Já foi modelo e fonoaudióloga. Natural de David Canabarro, mora em Passo Fundo.

André, 32 anos, São Paulo
O empresário trabalhou no mercado financeiro, e hoje tem uma startup.

Daphne, 19 anos, São Paulo
Em 2015, participou do Masterchef Júnior. Agora, a skatista retorna ao programa "para adultos", com competidores mais velhos.

Eduardo, 19 anos, São Paulo
Foi quarto lugar do Masterchef Júnior, e agora pretende ser campeão do programa.

Heitor, 30 anos, São Paulo
Ganhador do sexto episódio do Masterchef Brasil 2020, o anaista de sistemas nasceu em Campinas.

Helena, 43 anos, Minas Gerais
Mora em Barcelona há 18 anos, é jornalista de formação e tem um perfil sobre gastronomia com mais de 75 mil seguidores.

Isabella, 25 anos, Santa Catarina
A atriz tem quase um milhão de seguidores no Instagram e uma marca de roupas.

José Sérgio, 50 anos, Pernambuco
De Canhotinho (PE), o representante comercial mora na capital paulista desde criança. Quer usar o prêmio do programa para abrir uma instituição filantrópica.

Kelyn, 28 anos, Mato Grosso
Estudante de Nutrição, tem um perfil sobre alimentação saudável e pretende chegar "ao menos ao top 5" do programa.

Luiz, 31 anos, Rio de Janeiro
É analista financeiro, mas tem a intenção de se dedicar somente à cozinha, usando o dinheiro do prêmio para estudar na área.

Márcio, 52 anos, São Paulo
O ator e professor de teatro teve que esconder na infância o amor pela gastronomia, paixão que só pôde externar depois de adulto.

Pedro, 29 anos, Santa Catarina
Arquiteto, quer mudar de profissão e pretende se aprofundar na gastronomia.

Raquel, 35 anos, Bahia
Com conhecimento de alta gastronomia, frequentando restaurantes premiados, a analista financeira quer "apresentar um repertório culinário diferenciado" no programa.

Renato, 35 anos, São Paulo
O engenheiro ambiental participou do 19º episódio do Masterchef Brasil 2020, e quer aproveitar a nova oportunidade para mudar de profissão.

MASTERCHEF BRASIL 2021: CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Economia rebate cálculos de perda de receitas para municípios com reforma do IR

ECONOMIA
11:37 | Set. 04, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
O Ministério da Economia rebateu cálculos divulgados ontem de que municípios e Estados perderiam receitas com a aprovação da reforma do Imposto de Renda, aprovada pela Câmara dos Deputados. No próprio comunicado que apresenta seus argumentos, o governo, no entanto, admite perda para os três entes da Federação, em linha com o que o secretário especial de Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, adiantou ontem sobre o que seriam as reduções para a União com as mudanças, em torno de R$ 20 bilhões.
A Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que chegou a declarar apoio à reforma, manifestou ontem sua "insatisfação e perplexidade" com o resultado da votação, argumentou que os municípios vão ter redução de R$ 9,3 bilhões e prometeu trabalhará por alterações no texto no Senado.
De acordo com a Secretaria de Política Econômica (SPE) da Economia, o aumento da arrecadação é transformado em redução de impostos "para todos". "As afirmativas de que Estados e municípios terão queda de arrecadação com o Projeto de Lei 2.337, que trata de mudanças no Imposto de Renda, recém aprovado na Câmara dos Deputados não procedem", garantiu por meio de comunicado.
Para a SPE, o projeto preserva as contas públicas ao mesmo tempo em que aproxima o sistema tributário brasileiro do de países desenvolvidos. "O governo federal não quer aumento de carga tributária. Ao mesmo tempo, dado o cenário fiscal e o compromisso com a consolidação das contas públicas, é fundamental manter os patamares atuais de arrecadação dos entes federados", argumentou.
A linha de raciocínio do Ministério da Economia leva em conta um "significativo aumento" neste ano da arrecadação federal e menciona previsão da Receita Federal de que 2021 fechará com uma coleta adicional de cerca de R$ 200 bilhões. Este volume é contestado por alguns analistas, já que estaria superdimensionado em relação às projeções existentes atualmente para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).
Pelas contas da SPE, aproximadamente R$ 110 bilhões desse aumento são estruturais. A Secretaria calcula que R$ 87,4 bilhões são do Imposto de Renda. Desse valor, R$ 58,5 bilhões são estruturais (66%). Desse ganho estrutural, 24,5% são destinados ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM), no valor de R$ 14,33 bilhões, e 21,5% ao Fundo de Participação dos Estados (FPE), de R$ 12,58 bilhões. Esses recursos, enfatizou a nota, serão incorporados de forma permanente ao caixa de cidades e unidades da federação.
Devolução
O Ministério da Economia salientou que, em vez de o governo usar esse excesso de arrecadação para aumentar o gasto público, parte desses recursos será "devolvida ao cidadão brasileiro e às empresas". Segundo a Receita, seriam R$ 23,1 bilhões em 2022, R$ 10,5 bilhões em 2023 e R$ 13,3 bilhões em 2024. Os Estados repassarão R$ 11,2 bilhões em 2022, R$ 7,4 bilhões em 2023 e R$ 8,7 bilhões em 2024 e, os municípios, R$ 12,8 bilhões em 2022, R$ 8,5 bilhões em 2023, e R$ 10 bilhões em 2024. "O ganho estrutural de arrecadação do imposto de renda mais do que compensa a devolução promovida pela reforma tributária para o ano que vem e para os próximos", traz a nota.
A previsão desse "retorno" em 2022, considera, portanto, um total de R$ 47 bilhões, sendo de R$ 24 bilhões deles de Estados (R$ 11,2 bilhões) e municípios (R$ 12,8 bilhões). A diferença é equivalente aos cerca de US$ 20 bilhões citados por Funchal ontem de perdas para a União. "Na pandemia, o Governo Federal garantiu os repasses aos Estados e municípios, no crescimento, é preciso dividir os ganhos com a população e as empresas", justificou a SPE.
Ainda por esses cálculos do ministério, o volume do imposto de renda da União que será transferido para Estados e municípios no ano que vem será pelo menos tão elevado quanto o deste ano. O comunicado lembrou que, de janeiro a julho, foram arrecadados com o IR R$ 337,4 bilhões - alta real pelo IPCA de 21,62% em relação ao mesmo período do ano anterior.
Com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), continua a nota, foram arrecadados R$ 41,9 bilhões (crescimento real - IPCA) de 36,82% nos sete meses. "Isso já aumentou fortemente as transferências constitucionais para os Estados e municípios em 2021 tanto em relação a 2019 quanto em relação a 2020", comparou. Até agosto de 2021, Estados e municípios receberam R$ 36 bilhões a mais nos fundos de participação (R$ 17,2 bilhões no FPE e R$ 18,8 bilhões no FPM), conforme o governo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Reforma do IR provocará perda de R$ 20 bi para União, diz secretário

Economia
19:18 | Set. 03, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Aprovada pela Câmara dos Deputados na quarta-feira (1º), a reforma do Imposto de Renda (IR) provocará perda de cerca de R$ 20 bilhões para o governo federal em 2022, disse hoje (3) o secretário especial de Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Bruno Funchal. Em evento virtual promovido por uma instituição financeira, ele disse que os cálculos definitivos ainda serão feitos pela Receita Federal, mas informou que a equipe econômica trabalha com esse impacto.

Segundo Funchal, parte do impacto fiscal da reforma do IR será compensada com a redução de gastos públicos. Durante o evento, ele destacou que o governo deverá chegar ao fim de 2022 tendo reduzido o gasto público em quase dois pontos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos).

Para o secretário especial, o corte de gastos é a melhor maneira de reequilibrar as contas públicas, mas a diminuição de despesas tem um limite. “Tem um limite essa perda. Agora não tem tanto espaço para fazer redução de carga”, argumentou Funchal durante o evento.

Estudo da IFI

O número está um pouco abaixo da estimativa da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão consultivo vinculado ao Senado. Em estudo publicado hoje, a IFI estima perda de R$ 21,8 bilhões para 2022, R$ 11 bilhões para 2023 e R$ 12,3 bilhões em 2024, totalizando impacto de R$ 52,2 bilhões nos próximos três anos.

A IFI, no entanto, avalia que o impacto pode estar subestimado por dois fatores. O primeiro diz respeito a estimativas da Receita desatualizadas para três pontos da reforma: atualização do valor dos imóveis na declaração do Imposto de Renda, remessas de dividendos ao exterior e tributação de fundos exclusivos. Segundo a IFI, o impacto das medidas ainda não foi calculado após as mudanças introduzidas pelos deputados nesses itens.

O segundo fator que pode aumentar a perda de arrecadação é a resistência do Congresso em revogar incentivos fiscais a setores da economia, como medicamentos e produtos químicos. De acordo com a IFI, caso esses benefícios sejam mantidos pelo Congresso, o impacto em 2023 aumentará para R$ 33,3 bilhões.

O texto aprovado pela Câmara prevê o fim de incentivos para quatro setores: indústria farmacêutica; perfumaria e higiene pessoal; químicos e farmacêuticos; e embarcações e aeronaves. A revisão dos benefícios foi acrescentada pelo relator, deputado Celso Sabino (PSDB-PA) para compensar a redução de outras alíquotas, como a da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ).

Mudanças

Na comparação com a proposta originalmente enviada pela equipe econômica ao Congresso, as maiores perdas de arrecadação ocorreram com a diminuição do IRPJ e da alíquota proposta para os dividendos (parcela dos lucros de uma empresa distribuídos aos acionistas). Em relação ao primeiro ponto, o texto original previa a diminuição em cinco pontos percentuais da alíquota do IRPJ, de 15% para 10% até 2023 (25% para 20% no caso de empresas com lucros superiores a R$ 20 mil por mês). O texto aprovado reduzirá a alíquota em sete pontos, para 8% (18% no caso de empresas que lucrem mais que R$ 20 mil por mês).

Segundo a IFI, a mudança provocará perda de arrecadação de R$ 50 bilhões em 2022, R$ 53,1 bilhões em 2021 e R$ 56,5 bilhões em 2024.

Em relação à alíquota de 15% para os dividendos, isentos de Imposto de Renda desde 1995, a receita ficou menor que o estimado no projeto original. A arrecadação estimada pela IFI ficará em R$ 8,4 bilhões no próximo ano, R$ 28,3 bilhões em 2023 e R$ 29,2 bilhões em 2024.

A proposta original introduziria alíquota de 20%, com arrecadação de R$ 14,3 bilhões em 2022, R$ 43,15 bilhões em 2023 e R$ 45,65 bilhões, segundo cálculos divulgados pela Receita Federal em julho. Além de reduzir a alíquota em relação ao texto enviado ao Congresso, os deputados deram isenção para os dividendos pagos por empresas de lucro presumido que fazem parte do Simples Nacional, que abrangem profissionais liberais como médicos, dentistas, advogados e economistas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags