PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Em vídeo, Rodrigo Santoro homenageia artistas brasileiros que morreram: "Patrimônio brasileiro"

Post no Instagram do ator ressaltou, também, o cinema brasileiro; "Isso ninguém vai poder apagar. São a nossa herança".

09:33 | 11/05/2020
Ator brasileiro tem mais de 900 mil seguidores na rede social
Ator brasileiro tem mais de 900 mil seguidores na rede social (Foto: Reprodução/Instagram)

No último domingo, 10, o ator Rodrigo Santoro postou uma homenagem à cultura brasileira em seu perfil no Instagram. No vídeo, Rodrigo recitou um poema ao entrelaçar títulos de filmes brasileiros e prestou homenagens a artistas que morreram neste ano, como Aldir BlancDaisy Lúcidi.

LEIA TAMBÉM | Moraes Moreira morre aos 72 anos e deixa legado: uma obra celebrada por Fortaleza

"Esses filmes representam parte da identidade brasileira. Não caberiam todos aqui. Foram feitos por nós para que o mundo pudesse testemunhar", disse o ator no post. Rodrigo também prestou homenagens aos produtores, técnicos, músicos e outros profissionais envolvidos nos processos de produção além de atores e diretores. E continuou. "Isso ninguém vai poder apagar. São a nossa herança". 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Esses filmes representam parte da identidade brasileira. Nao caberiam todos aqui. Foram feitos por nos para que o mundo pudesse testemunhar. Artistas, tecnicos, produtores, musicos que cuidam das trilhas, enfim, tantos brasileiros contribuindo para escrever a nossa historia ao longo do tempo. E isso ninguem vai poder apagar. Sao a nossa heranca, assim como "a esperanca equilibrista" de Aldir, o "ficou tudo lindo de manha cedinho" de Moraes, as palavras precisas e potentes de Rubem, o sorriso terno de Daisy, as aventuras intrepidas do Tio Maneco (Flavio querido), o som de Ciro, as obras de arte “so para baixinhos” de Azulay... e os que ainda seguem fazendo o que e belo e potente no nosso pais #PatrimonioBrasileiro

Uma publicação compartilhada por Rodrigo Santoro (@rodrigosantoro) em

A homenagem vem dias após artistas brasileiros assinarem carta de repúdio e se posicionarem em suas redes sociais contra a postura da atual secretária especial da Cultura, Regina Duarte. A atriz causou polêmica em entrevista recente ao canal CNN, no qual minimizou as mortes ocorridas no período da Ditadura Militar e citou Adolf Hitler e Josef Stalin. Outras autoridades também repudiaram as falas da atriz.