Participamos do

Fortaleza: o que significa ter "100% dos adultos vacinados contra a Covid"

Segundo a Prefeitura de Fortaleza, 1.930.479 fortalezenses com mais de 18 anos receberam pelo menos uma dose de imunizante contra a Covid-19
21:09 | Dez. 06, 2021
Autor Ana Rute Ramires
Foto do autor
Ana Rute Ramires Repórter da editoria de Cidades
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nesta segunda-feira, 6, a Prefeitura de Fortaleza informou que 100% da população adulta está vacinada com uma dose ou dose única contra a Covid-19. Mas não é muito difícil saber de alguém que possivelmente não se vacinou, não é? Isso ocorre porque o cálculo utiliza estimativas populacionais que buscam se aproximar ao máximo da realidade. Além disso, conforme epidemiologista, nunca é possível ter 100% de uma população vacinada. A taxa de cobertura vacinal também tenta se aproximar do "real". 

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 1.930.479 fortalezenses têm 18 anos ou mais. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Fortaleza, a Capital já ultrapassou essa quantidade, levando-se em conta as pessoas cadastradas no Saúde Digital e vacinadas com pelo menos uma dose. São ainda 91,9% dos adultos com as duas doses ou dose única do imunizante.

Como os cálculos são feitos

A virologista e epidemiologista Caroline Gurgel, professora do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará (UFC), frisa que "nunca a gente tem 100% da população vacinada". "Isso é um dado que a gente faz de acordo com a quantidade de doses aplicadas e o censo ou as estimativas populacionais. Quando a gente fala 100% da população vacinada, a gente sabe que é um número virtual", afirma.

A pesquisadora ressalta que sempre vão existir pessoas que não se vacinaram, mas quando há uma taxa de vacinação alta, "para o microorganismo chegar até essa pessoa ele vai ter muitas barreiras para vencer, que são os que se imunizaram". "A quantidade mínima é de 80%. Então, para qualquer vacina tem a porcentagem dos não vacinados. Se você atinge essa meta, pode falar de imunidade de rebanho", acrescenta.

Helder Rocha, que atua na disseminação das pesquisas do IBGE Ceará, explica que as estimativas são feitas com bases nos dois últimos censos — 2000 e 2010 —, utilizando também outros parâmetros. "Nunca tem como chegar à realidade. O objetivo maior é retratar o mais próximo possível da realidade, mas é uma estimativa. Quando a gente compara as estimativas que estavam servindo de base após um censo ser feito, o diferencial é muito próximo. Mas quanto mais se distancia do último censo, mais pode ter um viés", explica. Em abril deste ano, o Governo Federal adiou o Censo 2021 após ter 90% da verba cortada. A previsão é que ele seja realizado em 2022.

 

Balanço da vacinação

A pasta da Saúde destaca que segue vacinando com a primeira dose a população adulta, visto que diariamente novos cadastros são realizados. Fortaleza segue com livre demanda para dose um de pessoas com cadastrado realizado há mais de 24 horas no Saúde Digital. Além disso, a Prefeitura segue atendendo a população via agendamento para a segunda e terceira doses.

Segundo o IBGE, a Capital tem 2.686.612 habitantes. Considerando essa população total, 79% receberam primeira dose ou dose única. 

Desde o inicio da campanha de vacinação, em janeiro deste ano, o município aplicou 4.848.230 doses. Destas, 2.209.259 equivalentes à primeira dose, 2.260.183 referentes à segunda dose, 32.047 de dose única, e 346.068 foram de terceira dose.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags