PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Ocupação de leitos UTI com pacientes Covid chega a 82,45% em Fortaleza

De um total de 245 leitos ativos contabilizados, 202 estavam ocupados, segundo a plataforma IntegraSUS

Lais Oliveira
20:24 | 23/01/2021
Os indicadores foram extraídos da plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) às 17h03 de hoje. (Foto: Deisa Garcez/Especial para O Povo)
Os indicadores foram extraídos da plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) às 17h03 de hoje. (Foto: Deisa Garcez/Especial para O Povo)

Vivenciando a segunda onda de Covid-19, Fortaleza chegou a uma média geral de 82,45% de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes da Covid-19 neste sábado, 23. Dos dez hospitais considerados, sendo cinco públicos e cinco privados, cinco registraram ocupação máxima dos leitos ativos: Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), Hospital São José de Doenças Infecciosas (HSJ), Hospital Uniclinic, Casa de Saúde e Maternidade São Raimundo e Hospital São Carlos.

Os indicadores foram extraídos da plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) às 19h05 de hoje. De um total de 245 leitos ativos contabilizados, 202 estavam ocupados. A maior ocupação era nos leitos adultos, com 83,64% de ocupação. Na UTI infantil, a ocupação alcançava 79,31% das unidades.

A situação nas enfermarias não era menos preocupante. O IntegraSUS apontava 82,77% dos leitos adultos ocupados, ao passo que as unidades infantil e neonatal indicavam 57,22% e 100% de ocupação, respectivamente.

Outra unidade hospitalar que apresentava altas taxas de internação por Covid-19 era o Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), onde 23 dos 24 leitos de UTI ativos estavam ocupados (95,83%). Todos os 63 leitos de enfermaria na unidade também tinham pacientes.

O aumento de infecções pelo Sars-Cov-2 em crianças é investigado pelas autoridades sanitárias do Ceará e gera preocupação. Além do Hias, o Hospital Leonardo da Vinci (HLV) também registrou ocupação alta em seus leitos de UTI, de 91.18%, com 62 das 68 unidades ocupadas. Na enfermaria, 25 dos 32 leitos disponíveis tinham pacientes, resultando em uma taxa de 78,13%.

No Instituto Dr. José Frota Central, 73,33% dos leitos de UTI tinham pacientes, representando 22 dos 30 leitos ocupados. Não há leitos de enfermaria ativos para Covid-19 na unidade.

Das cinco unidades da rede privada reportadas no IntegraSUS, havia 100% de ocupação dos leitos de UTI no Hospital Uniclinic (13 leitos), na Casa de Saúde e Maternidade São Raimundo (8 leitos) e no Hospital São Carlos (10 leitos). No caso desse primeiro hospital, a enfermaria, com 22 vagas, também estava lotada.

No hospital Otoclínica, outro da rede privada, a UTI tinha ocupação geral de 76.19% (16 leitos ocupados de 21 disponíveis). As unidades de enfermaria registravam ocupação máxima, com 14 pacientes internados.

Já no Hospital Regional Unimed a taxa de ocupação era de 59,65% (34 dos 57 leitos ocupados). Enquanto isso, a enfermaria chegava a 78,75% de ocupação, estando 63 leitos ocupados dos 80 ativos.

Havia ainda 26 pacientes internados em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) na Capital, dos quais três precisavam de ventilação mecânica.

Mais fiscalização após aumento de casos

O agravo do cenário epidemiológico no Ceará, com o aumento de casos de Covid-19 repercutindo no sistema assistencial de saúde, resultou no endurecimento das medidas sanitárias na Capital. Desde ontem, 22, o consumo de bebida alcoólica fora de casa está proibido após as 22 horas em Fortaleza. A restrição segue por tempo indeterminado. 

Outra medida implementada foi o reforço na fiscalização em locais onde aglomerações são mais recorrentes, como Praia de Iracema, Praia dos Crush, Beira-Mar, Gentilândia e entorno de bares do Benfica.

Confira as taxas de ocupação nas UTIs e enfermarias de Fortaleza

PÚBLICA

Hospital Geral Dr Waldemar Alcântara (HGWA)
UTI - 100% (9 ocupados dos 9 disponíveis)
Enfermaria - 67.5% (27 ocupados dos 40 disponíveis)

Hospital Infantil Albert Sabin (Hias)
UTI - 95.83% (23 ocupados dos 24 disponíveis)
Enfermaria - 100% (63 ocupados dos 63 disponíveis)

Hospital Leonardo Da Vinci (HLV)
UTI - 91.18% (62 ocupados dos 68 disponíveis)
Enfermaria - 78.13% (25 ocupados dos 32 disponíveis)

Hospital São José de Doenças Infecciosas (Hsj )
UTI - 100% (5 ocupados dos 5 disponíveis)
Enfermaria - 69.44% (25 ocupados dos 36 disponíveis)

Instituto Dr. Jose Frota Central (IJF)
UTI - 73.33% (22 ocupados dos 30 disponíveis)
Enfermaria - não tem leitos ativos

PARTICULAR

Casa de Saúde e Maternidade São Raimundo
UTI - 100% (8 ocupados dos 8 disponíveis)
Enfermaria - 94.44% (17 ocupados dos 18 disponíveis)

Hospital São Carlos
UTI - 100% (10 ocupados de 10 disponíveis)
Enfermaria - 60% (9 ocupados de 15 disponíveis)

Hospital Uniclinic
UTI - 100% (13 ocupados de 13 disponíveis)
Enfermaria - 100% (22 ocupados de 22 disponíveis)

Hospital Regional Unimed
UTI - 59.65% (34 ocupados de 57 disponíveis)
Enfermaria - 78.75% (63 ocupados de 80 disponíveis)

Hospital Otoclínica

UTI - 76.19% (16 ocupados de 21 disponíveis)
Enfermaria - 100% (14 ocupados de 14 disponíveis)