Participamos do

Número de crianças internadas com Covid-19 dobra no Albert Sabin

Segundo o titular da pasta de saúde, esse aumento será investigado mais detalhadamente
16:30 | Jan. 21, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O aumento das internações de crianças com Covid-19 em Fortaleza preocupa as autoridades de saúde no Ceará. Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 21, o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, e a secretária da Saúde de Fortaleza, Ana Estela Leite, comentaram sobre o aumento de infecções pelo novo coronavírus em crianças, bem como de internações graves nas últimas duas semanas.

A demanda maior foi registrada no Hospital Infantil Albert Sabin (Hias). "Nos últimos sete dias houve uma mudança no número de internações que anteriormente não estava acontecendo. Estamos com o dobro do atendimento em Covid-19 no Albert Sabin", disse Cabeto. 

Leia Também | Ceará fecha áreas de lazer de condomínio, reativa leitos e recomenda não viajar

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O apoio ao atendimento infantil está sendo ampliado em parceria com o Hospital Infantil Filantrópico (Sopai), de acordo com o secretário. Segundo o titular da pasta de saúde, esse aumento será investigado mais detalhadamente. Uma reunião com a diretoria do Albert Sabin deve ocorrer ainda hoje para acompanhar a evolução desses casos.

A secretária da Saúde de Fortaleza, Ana Estela Leite, disse que a alta taxa de ocupação dos leitos infantis tem gerado alerta. “Essas últimas semanas vêm sinalizando também naquela população de crianças. É importante que os pais protejam suas crianças. Nós já temos várias crianças internadas. Então está havendo uma mudança desse perfil, está nos sinalizando uma mudança do perfil epidemiológico. Tudo o que está acontecendo hoje são cenários que nos colocam em alerta e que precisam ser estudados", acrescentou.

Leia Também | Vacinas da Índia serão enviadas ao Brasil nesta sexta-feira, 22

Conforme o médico pediatra do Hospital Infantil Albert Sabin (Hias) Eugênio Pacelli, as orientações para evitar o aumento de casos de Covid-19 em crianças seguem as mesmas. “Intensificar o distanciamento social e uso de máscara. Há casos de Covid-19 pediátrico, mas em sua grande maioria eles costumam ser bem menos graves do que os adultos, o que não significa dizer que as crianças não evoluam com gravidade. Elas podem evoluir, mas uma quantidade muito inferior aos que os adultos evoluem”, esclarece.


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags